Connect with us

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Força-tarefa interdita 67 estabelecimentos no Lobato, Liberdade e Bonfim

Published

on

No primeiro dia em que as medidas restritivas regionalizadas para o enfrentamento ao coronavírus passaram a valer nos bairros de Lobato, Liberdade e Bonfim, ontem (20), a força-tarefa da Prefeitura realizou 999 vistorias e 67 interdições de estabelecimentos comerciais. A ação é feita pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM) e Polícia Militar.

Na Liberdade, os agentes realizaram 486 vistorias, somando 30 interdições. No Lobato, foram 323 inspeções, totalizando 27 estabelecimentos fechados. Já no Bonfim, a operação resultou em 190 vistorias e 10 interdições. A força-tarefa também teve continuidade em Plataforma, outra região com medidas mais restritivas em vigor. Por lá foram feitas 170 vistorias e sete interdições.

Nessas quatro localidades da capital baiana, o comércio formal e informal deve permanecer fechado até a próxima terça (26), com exceção de supermercados, farmácias, agências bancárias, lotéricas, estabelecimentos que fazem delivery, cartórios, repartições públicas, clinicas veterinárias, serviços de imagem e radiologia, atendimento de tratamento contínuo (oncologia, hemoterapia, hemodiálise) e laboratórios de análise clínica.

A determinação municipal ocorre em função da crescente no número de contaminação e casos de Covid-19 nessas regiões e do aumento do fluxo de pessoas nas ruas. A partir desta sexta-feira (22), Cosme de Farias e Brotas serão as próximas localidades da cidade a terem ações mais específicas para intensificação do isolamento social, com prazo inicial de validade por sete dias.

Além de restrições das atividades comerciais, a Prefeitura realiza nos bairros com medidas regionalizadas uma série de iniciativas de proteção à vida, como testes rápidos para detectar pessoas com a Covid-19, distribuição de máscaras, entrega de cestas básicas a ambulantes e feirantes, combate ao mosquito Aedes Aegypti, desinfecção e  higienização de ruas e atendimento socioassistenciais por meio do projeto Cras Itinerante.

Balanço – Desde o dia 18 de março até ontem (20), a força-tarefa coordenada pela Sedur para monitorar o cumprimento das medidas de prevenção e controle do coronavírus realizou 24.560 vistorias em toda a cidade. Foram 1.380 estabelecimentos comerciais interditados e 91 cassações de alvará de funcionamento. As fiscalizações tiveram como alvos, por exemplo, academias, instituições de ensino (faculdades, cursos, escolas, creche), templos religiosos, casas de eventos, cinemas, parques , clube social, shoppings / centros comerciais , call centers, obras , bares e restaurantes, clínicas de estética, salão de beleza e barbearia, supermercados, lojas em comércio de rua, quadras e campos de futebol, barracas de chapa, agências bancárias entre outros locais

Faça um comentário
Advertisement

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Ambulantes fazem protesto no bairro de Itapuã

Published

on

Foto: Adriana Oliveira/TV Bahia

Um protesto em prol da liberação das praias, aconteceu na manhã desta quarta (16) no bairro de Itapuã. Segundo informações, ambulantes e trabalhadores informais da região, revidicam a liberação e o acesso as praias. Participaram do protesto barraqueiros que trabalham da praia de Jardim de Alah até a Praia do Flamengo.

De acordo com informações da prefeitura, foram distribuídas cerca de 14 mil cestas básicas para os ambulantes, além do benefício Salvador Por Todos, que assegura R$ 270 por mês para diversas categorias atingidas pela pandemia.

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Colégios estaduais em Paripe participam de testagem para o novo coronavírus

Published

on

Foto: Luiz Carrera

O Colégio Estadual Barros Barreto, em Paripe, foi o local, nesta quarta-feira (16), onde ocorreram as testagens para o novo coronavírus no Subúrbio Ferroviário de Salvador. A iniciativa atendeu estudantes, professores e funcionários das comunidades escolares dos colégios estaduais Sete de Setembro e Maria Odete Pithon Raynal. A ação, desenvolvida pelo Governo do Estado, corresponde à segunda etapa de aplicação dos testes e prossegue nesta quinta-feira (17), no mesmo espaço, recebendo a comunidade da própria unidade escolar. 

O diretor Rui César Cerqueira, do Colégio Estadual Barros Barreto, explicou a preparação para recepcionar a comunidade escolar. “Promovemos todos os preparativos com total compromisso do nosso corpo de funcionários. E a resposta foi muito boa neste primeiro dia na escola, garantindo o atendimento a duas comunidades escolares de Paripe nesta importante iniciativa do Governo do Estado”. 

Para Renato Santana, pai da estudante Renata Santos Santana, do 7º ano do Ensino Fundamental do Colégio Estadual Maria Odete Pithon Raynal, foi uma boa oportunidade a filha realizar a testagem na escola. “Eu e minha esposa tivemos a Covid-19, logo no começo da pandemia, e meus filhos não fizeram o teste. Por isso, é importante termos essa chance de participar desta ação do Governo do Estado. Agradeço pela comunidade de Paripe”, comentou.

Segundo Daiane Silva, funcionária administrativa do Colégio Estadual Sete de Setembro, a aplicação do teste é fundamental para o controle da pandemia. “Acredito que esta iniciativa vai ajudar a escola ver quem está ou não contaminado, principalmente porque muitos são assintomáticos. Então, com esta testagem na escola, me sinto muito amparada pela SEC”, destacou.

Como acontece a testagem 
A testagem, realizada em parceria entre as secretarias estaduais da Educação e da Saúde (Sesab), ocorre de forma centralizada nas escolas denominadas de polos, nos bairros do Lobato, São João do Cabrito, Plataforma, Itacaranha, Alto da Terezinha, São Tomé de Paripe, Paripe, Coutos, Fazenda Coutos, Alto de Coutos, Periperi, Mirantes de Periperi e Vista Alegre de Coutos. O objetivo é facilitar a ida dos estudantes, professores e funcionários e evitar aglomeração.

Para o atendimento, todas as unidades escolares foram preparadas com a higienização do local e disponibilização de álcool em gel e pias com sabão para a lavagem das mãos, além da exigência do uso dos Equipamentos de Proteção Individual (EPI). Os professores e demais pessoas a serem testados deverão utilizar máscaras de proteção para o acesso aos locais. Ao entrar, todos são direcionados para a higienização correta das mãos. 

Confira o calendário:
– Também escola-polo em Paripe, o Colégio Estadual Barros Barreto atenderá, no dia 17 de setembro, a sua própria comunidade escolar. 

– Nos bairros de Coutos e Fazenda Coutos, a escola-polo Colégio Estadual Anfrisia Santiago receberá, no dia 17, a sua própria comunidade escolar. E no dia 18 de setembro, a comunidade escolar do Colégio Estadual Carlos Barros. 

– O Colégio Estadual Ana Cristina Mata Pires, escola-polo do bairro Alto de Coutos, receberá sua própria unidade escolar no dia 18 de setembro.

– Em Periperi, as escolas receberão suas próprias comunidades escolares. No Colégio Estadual Praia Grande, a testagem será no dia 21 de setembro; no dia 22, no Colégio Estadual Nelson Mandela; já no dia 23 acontece a testagem no Colégio Estadual Nossa Senhora de Fátima. Já no Colégio Estadual Lindembergue Cardoso, os testes serão no dia 24 de setembro. 

– O Colégio Estadual Maria Anita, escola-polo do bairro Mirantes de Periperi, receberá sua própria comunidade escolar no dia 23 de setembro. 

– No Alto da Terezinha, haverá testagem apenas no Colégio Estadual Sara Violeta, que atenderá a sua própria comunidade escolar, no dia 24 de setembro. 

– Em Vista Alegre de Coutos, a escola-polo Colégio Estadual Monteiro Lobato, receberá, também, no dia 24 de setembro, sua própria comunidade escolar.

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Lauro de Freitas: Embasa adia interrupção do abastecimento de água

Published

on

Foto: Reprodução Internet

A Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) divulgou um comunicado, na manhã desta quarta-feira, informamndo o adiamento da interrupção do fornecimento de água em localidade do município de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

De acordo com a embasa, o motivo do adiamento se deu por  “questões operacionais”.

Ainda segundo a empresa, interrupção será necessária para executar serviço de melhoria no sistema de abastecimento local e uma nova data será informada.

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®