Connect with us

POLÍTICA

MP de São Paulo denuncia Alckmin por corrupção e lavagem de dinheiro

Published

on

Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin foi denunciado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica eleitoral. A denúncia foi apresentada pelo Ministério Público de São Paulo à Justiça Eleitoral.

Na semana passada, Alckmin foi indiciado a partir de uma investigação com base em informações fornecidas por executivos do Grupo Odebrecht em acordos de colaboração premiada.

O presidente estadual do PSDB de São Paulo, Marco Vilnholi, divulgou nota em que afirma ter confiança na “idoneidade” do ex-governador. “40 anos de vida pública, postura de retidão e respeito à lei sem jamais abrir mão dos princípios éticos e de seu compromisso em servir”, diz o comunicado. Alckmin foi governador de São Paulo em dois períodos, entre 2001 e 2006 e de 2011 a 2018.

Defesa

A equipe de defesa de Alckmin afirma que o ex-governador “jamais foi procurado pelas autoridades policiais para se manifestar a respeito dos fatos”. Além disso, segundo a nota, as concluões do inquérito são “apressadas” e infundadas”. “ Por isso, confiante na Justiça, [Alckmin] responderá aos termos da denúncia, seguro de que não praticou qualquer ilícito, até porque nunca recebeu valores a título de contribuição de campanha eleitoral que não tenham sido devidamente declarados”.

José Serra

Senador José Serra fala no Plenário do Senado durante sessão temática sobre o projeto de sua autoria que libera a Petrobras da função de operadora única do pré-sal (PLS 131/2015) (Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Na terça-feira (21), senador José Serra (PSDB-SP) foi alvo de uma nova operação sobre doações ilegais de campanha. A Polícia Federal cumpriu quatro mandados de prisão e busca e apreensão em endereços ligados ao senador e outras pessoas suspeitas de envolvimento no esquema. As ações ocorrem na capital paulista, em Brasília, Itatiba (SP) e Itu (SP). Além de ser do mesmo partido de Alckmin, Serra foi governador de São Paulo (2007-2010).

Segundo o Ministério Púbico de São Paulo, a investigação é baseada em informações repassadas por pessoas que foram contratadas em 2014 para operacionalizar os pagamentos das doações eleitorais não contabilizadas, em colaboração espontânea com a Justiça. O processo foi remetido pelo Supremo Tribunal Federal à Justiça Eleitoral de São Paulo em 2019.

Na ocasião, Serra afirmou que “jamais recebeu vantagens indevidas ao longo dos seus 40 anos de vida pública e sempre pautou sua carreira política na lisura e austeridade em relação aos gastos públicos”. A nota enfatiza ainda que todas as suas contas de campanha sempre foram aprovadas pela Justiça Eleitoral.

Edição: Valéria Aguiar

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

POLÍTICA

Marcelle Moraes denuncia utilização de gato para churrasco

Published

on

Foto: Antonio Queirós

A vereadora Marcelle Moraes (DEM) pediu a mobilização de autoridades da Prefeitura de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador, para apuração do fato e adoção de medidas urgentes diante de um suspeito de assar um gato para comer. Segundo a vereadora, a prática teria sido publicada em rede social por um grupo de amigos e infringe as leis ambientais.

“Fiquei horrorizada porque, ao falar com o provável autor do crime, ele se fez de desentendido e vítima, alegando que a minha indignação não é válida. Um absurdo. Além disso, outros internautas curtiram e comentaram a ação criminosa sem nenhum escrúpulo e amor à vida de um ser indefeso. Onde vamos parar?”, questionou Marcelle.

A parlamentar já mobiliza a esfera jurídica a fim de punir os responsáveis e pede apoio da população para que, caso tenham conhecimento das imagens e dos participantes, busquem o gabinete na Câmara Municipal de Salvador para informar. “Não vou deixar isso em branco, vamos colocar ele na cadeia”, finalizou.




Faça um comentário

Continue Reading

POLÍTICA

Câmara de Salvador manifesta apoio aos trabalhadores da Ford

Published

on

Foto: Reprodução

Em nome da Câmara Municipal de Salvador, o presidente Geraldo Júnior (MDB) manifesta apoio incondicional de todos os vereadores aos trabalhadores e trabalhadoras da fábrica da montadora de veículos Ford pelo “ato unilateral e desrespeitoso da referida empresa de fechar repentinamente suas fábricas no Brasil, especialmente no município de Camaçari, o que causará prejuízos incalculáveis a nossa economia, com efeitos graves diretos na empregabilidade da população baiana e reflexos no setor social”.

O presidente da Casa destaca que no Brasil, agravado pela pandemia do novo coronavírus, o desemprego vem alcançando o índice 14% da população economicamente ativa, o que representa mais de 14 milhões de brasileiros desempregados, aumentando ainda mais o fosso social e as desigualdades entre a população.

“Não podemos aceitar passiva e pacificamente que uma fábrica, que foi beneficiada por isenções diversas desde 2001, feche suas portas sem o menor respeito às instituições públicas e, principalmente, aos trabalhadores diretos e indiretos que dependem daquele parque fabril para sobreviverem”, diz.

Geraldo Júnior ainda destaca a importância de o Congresso Nacional debater e apresentar ao país uma reforma tributária séria e integrada com os diversos setores econômicos, além de normas empresariais modernas e eficientes. “De nada adiantam reformas isoladas, a exemplo da trabalhista e previdenciária, se não forem realizadas de modo integrativo e transversalizado”, frisa.

“A Câmara Municipal de Salvador se coloca claramente a favor dos trabalhadores e trabalhadoras que terão seus empregos suprimidos por uma política nefasta e desrespeitosa dessa empresa multinacional, que deve muito à Bahia e ao Brasil, pelos grandes benefícios que se serviu por duas décadas”, conclui.




Faça um comentário

Continue Reading

POLÍTICA

Alan Sanches pede abertura do plenário da Alba para sessões presenciais

Published

on

Foto: Reprodução

Com as atividades presenciais suspensas desde abril por conta da pandemia do coronavírus, a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) tem operado de forma remota inclusive para sessões especiais e votações.

Com a iminência da chegada de uma vacina, o deputado estadual Alan Sanches (DEM), pediu que a Casa considere a reabertura do plenário para as próximas sessões.

“Defendo que está na hora da Assembleia Legislativa retornar às atividade presenciais. Claro que respeitando as regras sanitárias e colocando a participação virtual dos que estejam no grupo de risco, bem como da imprensa e dos assessores, para não causar aglomeração e elevar as estatísticas, que não é nossa intenção. Mas fazer jus ao papel que nos foi confiado quando fomos eleitos”, disse o democrata.

Sanches justificou ainda que alguns dos colegas de plenário tem frequentado ambientes como bares e restaurantes que abriram com protocolos sanitários e, portanto, poderiam fazer o mesmo nas sessões presenciais.

“Penso que precisamos retornar ao plenário da casa. Existem muitos temas que necessitam de amplos debates, que trazem o amadurecimento dos temas e refletindo em decisões importantes que beneficiam a nossa população”, concluiu.




Faça um comentário

Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®