Connect with us

SAÚDE

Prefeitura reforça serviço do Samu para enfrentamento ao coronavírus

Published

on

A Prefeitura iniciou neste sábado (16) o fortalecimento das unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para o enfrentamento ao coronavírus. Mais 10 ambulâncias, que começam a operar imediatamente, totalizando agora 51 na cidade, foram entregues pelo prefeito ACM Neto, em evento na base do Samu localizada na orla da Pituba, ao lado da Arena Aquática de Salvador. 

Com isso, o serviço, um dos mais bem avaliados pela população da cidade e que se tornou exemplo para o Brasil inteiro pela qualidade do atendimento, sendo ainda referência para 10 municípios da Região Metropolitana de Salvador (RMS), ganha mais dez novas equipes aprovadas em concurso e já convocadas pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

ACM Neto aproveitou a solenidade para anunciar que outras dez equipes serão contratadas pela SMS nesse momento de pandemia. O processo de contratação, via Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), já foi autorizado. Hoje, o Samu possui 41 equipes, compostas por condutores, enfermeiros e médicos. Com as novidades entregues e anunciadas hoje, esse número vai subir para 61.

“Estamos também, no dia de hoje, autorizando a Secretaria de Saúde a contratar uma organização social para reforçar esse serviço do Samu ainda mais. Até porque já chegamos à capacidade máxima de operação direta por parte da Prefeitura, inclusive pela quantidade de ambulâncias. Como não temos condições de prever se o quadro da pandemia vai exigir mais equipes, decidimos nos antecipar e partir para a contratação dessa organização”, revelou ACM Neto. 

O prefeito, que participou do evento ao lado do vice Bruno Reis e do titular da SMS, Leo Prates, além de profissionais do Samu e imprensa, homenageou todos que trabalham no serviço de urgência. “Todos os dias, essas pessoas que estão no Samu correm riscos, se expõem demais, estão na linha de frente. Quem precisa do serviço e tem o coronavírus, por exemplo, geralmente está em estado grave. Com essa doença, a demanda aumentou bastante, pois o Samu continua sendo chamado, e cumprindo sua função, pelos mais diversos motivos”, lembrou.

Transferências – Como destacou o secretário Leo Prates, o fortalecimento do Samu é fundamental para otimizar o tempo de deslocamento para as ocorrências habituais e relacionadas a regulação de pacientes das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) para os hospitais de referência. 

“São pacientes que precisam de ambulâncias equipadas e profissionais qualificados para sobreviver. De tal modo que esse é um serviço importantíssimo e que precisava de fato ser ampliado nesse momento de pandemia, quando, a cada dia, os leitos dos hospitais recebem mais pacientes com a Covid-19 em estado grave”, disse o secretário.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Publicidade:

Advertisement

politica

Cajazeiras e Região

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®