Connect with us
 

SAÚDE

ALERTA: Salvador vive ‘descontrole epidemiológico’ Diz Leo Prates

Published

on

Foto: Arquivo pessoal

O novo ano chegou e com ele uma aceleração dos casos de Covid-19 em Salvador. Assim como o Brasil e o mundo, a capital baiana vive uma explosão de novos casos após meses de contenção da pandemia.

“Pelo fator RT, já estamos numa fase de descontrole epidemiológico. Estamos com RT acima de 1, e é a primeira vez depois de muito tempo que nosso fator RT passa de 1. Isso significa que a doença está em aceleração”, disse o secretário de saúde Léo Prates.

O fator RT indica a transmissibilidade das infecções. O nível atual está em 1,1, o que significa que cada uma pessoa infectada pode transmitir para mais de uma. Segundo Prates, a tendência é de piora até o fim de janeiro.

A expectativa de todo Brasil, de outros estados, é de uma aceleração da pandemia no final de janeiro, principalmente com a ômicron”, disse.

O secretário ainda apontou os atrasados na vacinação como algo que causa preocupação. “É um fator preocupante. A doença em aceleração pode ser um problema gerado pela população. 411 mil não foram tomar sua terceira dose e mais de 200 mil que não tomaram a segunda dose”, falou.

Além disso, a aceleração dos casos pode fazer com que quadros graves e mortes voltem a subir. “A gente pode ter um nível de agravamento e óbitos que nunca tivemos, porque nosso buraco de vacinação nunca esteve tão grande”, explicou o secretário.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement