Connect with us
 

SAÚDE

Arbovirose: Saiba o que é e como evitá-la

Published

on

Foto: Freepik

As arboviroses são doenças causadas por vírus geralmente transmitidos através de mosquitos, como o Aedes aegypti. Elas são geradas em ambiente silvestre, mas nos últimos anos se tornou comum também nas áreas urbanas do Brasil. As mais conhecidas arboviroses são a dengue, zika vírus e chikungunya.

Nos meses de junho e julho é esperado que os índices desses agravos cresçam, por conta da mudança climática que ocorre em grande parte do país, incluindo Salvador. O aumento de chuvas na cidade e, consequentemente, os focos de água parada existentes em diversas residências, faz com que os mosquitos transmissores desses vírus se proliferem. A situação é alarmante e por isso a Secretaria Municipal de Saúde conscientiza a população sobre essas doenças, quais os seus sintomas e como se prevenir delas:

Dengue
Sendo a mais conhecida pelas pessoas, a dengue é uma doença febril aguda, de causa viral e, dependendo dos fatores envolvidos, pode se apresentar das seguintes formas:
• Forma benigna, similar à gripe;
• Com sinais de alarme, mais grave, caracterizada por alterações da coagulação sanguínea;
• Grave, forma raríssima, mas que pode levar à morte, se não houver atendimento rápido e especializado.
Ela já é considerada um problema nacional de saúde, por sua alta perpetuação em clima tropical vigente em nosso país.

Principais sintomas
• Febre alta;
• Dor de cabeça;
• Fraqueza, moleza corporal;
• Dores musculares, nas juntas e atrás dos olhos;
• Vermelhidão no corpo (exantema);
• Coceira.
Anorexia, náuseas, vômitos e diarreia não volumosa podem estar presentes, mas são menos frequentes.

Zika vírus
Seu nome vem da floresta Zika, localizada na Uganda, onde foi identificada. Até então desconhecida, a doença chegou ao país e se alastrou facilmente, entre 2015 e 2016. Utilizando também como portador da doença o mosquito transmissor da dengue, atualmente o zika vírus já é um problema não sazonal, ou seja, que não acontece em períodos, como é comum com agravos vindos de outras regiões.

Sintomas
• Dor de cabeça;
• Febre baixa;
• Dores leves nas articulações;
• Manchas vermelhas na pele, coceira e vermelhidão nos olhos.
Outros sintomas menos frequentes são inchaço no corpo, dor de garganta, tosse e vômitos. Em geral, a evolução da doença é benigna e os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias. Entretanto, a dor nas articulações pode persistir por aproximadamente um mês. Formas graves são raras, mas quando ocorrem podem, de forma excepcional, levar à morte.

Chikungunya
Sendo também uma doença viral transmitida pela Aedes aegypti e Aedes albopictus, a febre chikungunya começou a circular no Brasil em 2014. Para aqueles que se infectam com o agravo, é comum apresentar febre alta de início rápido, dores intensas nas articulações dos pés e mãos, além de dedos, tornozelos e pulsos. Pode ocorrer ainda dor de cabeça, dores nos músculos e manchas vermelhas na pele. Os sintomas iniciam entre dois e doze dias após a picada do mosquito.
Mas, atenção: quem se contaminou uma vez, não há a possibilidade de ter novamente. A pessoa que tem chikungunya fica imune pelo resto da vida.

E como se prevenir?
Todas essas arboviroses tem algo em comum: a mesma forma de prevenção. Para evitar as três doenças é necessário combater os focos de água suja e parada. Isso pode ser feito mantendo a limpeza nas casas, evitando acúmulo em embalagens, copos, garrafas, pneus, recipientes para flores e plantas, lixeiras, caixas d’água, entre outros.
Assim, a chance dos vírus se alastrarem caem e o índice de transmissão, também. No entanto, caso apresente quaisquer destes sintomas trazidos acima, procure uma unidade de saúde para realizar o diagnóstico e obter a devida orientação e atendimento.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement