Connect with us

POLÍTICA

Ataque e internação de Bolsonaro criam cenário inédito na eleição

Published

on

A eleição presidencial de 2018 está sendo marcada por dois fatos inéditos na história brasileira: pela primeira vez um postulante ao Palácio do Planalto foi gravemente ferido em atentado e, em consequência disso, um dos nomes aptos a constar da cédula eleitoral é o de um candidato que se encontra hospitalizado, sem previsão de alta e sem condições físicas, segundo seus próprios aliados, de fazer  campanha, nas ruas e nas redes sociais, neste primeiro turno. Também não se sabe se ele estará apto a participar ativamente do segundo turno, caso chegue lá.

Atual líder das pesquisas de intenção de voto, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) completa uma semana de internação em UTI, depois de ter passado nesse período por duas cirurgias de urgência. Após a  segunda operação, ocorrida na última quarta-feira (12), Bolsonaro – que está tomando analgésicos, antibióticos e não pode comer -, foi proibido pelos médicos de receber visitas e até de conversar.

No início da internação no Albert Einstein, os políticos estavam se revezando no hospital e o paciente, mesmo debilitado, posou para fotos e chegou a gravar vídeos. Os médicos já informaram também que Bolsonaro, que sofreu uma colostomia, terá de passar, daqui a dois ou três meses, por uma terceira e mais completa cirurgia no intestino. O candidato foi esfaqueado no último dia 6 em Juiz de Fora (MG), quando participava de ato público.

Prejuízos

O candidato vive hoje uma situação dramática – e não prevista na legislação eleitoral – que obriga seus apoiadores do PSL e do PRTB a repensar o xadrez político. Eles têm se esforçado para dizer que não estão paralisados. A coordenação de campanha de Bolsonaro avisou que retoma hoje (14) os compromissos de campanha.

O presidente do PSL em São Paulo, Major Olímpio, destacou uma agenda de viagens no interior do estado, com roteiros programados para cinco cidades –  Assis, Marília, Ourinhos, Santa Cruz do Rio Pardo e Bauru, no noroeste paulista.

“A evolução do Bolsonaro é muito satisfatória, mas não existe prognóstico para o tempo de recuperação. Há prejuízos para campanha, pois nem eu, o general Mourão [vice na chapa] e o Eduardo Bolsonaro [um dos filhos] temos a capacidade de levar milhares de pessoas para as ruas, como era a característica do Jair Bolsonaro. Mas vamos levar esta mensagem”, destacou Olímpio, na quinta-feira em São Paulo.

O dirigente afirmou ainda que pretende “casar” as agendas com a presença do candidato a vice na chapa de Bolsonaro, até para “levar a imagem de coesão absoluta do partido”.

Vice

Olímpio negou que exista mal-estar pelo pedido do vice em querer substituir Bolsonaro nos próximos debates eleitorais. O PRTB chegou a anunciar na quarta-feira, dia em que Bolsonaro piorou, que iria consultar o TSE para que o general Mourão pudesse ir a debates na TV.

“O Jair está impossibilitado, então houve a disposição do general Mourão em substituí-lo, o que seria muito bom. Mas, depende do TSE e da organização dos debates”, lembrou Olímpio. O PRTB anunciou que o candidato a vice também vai fazer campanha em São Paulo no início da semana que vem, em companhia de candidatos do PRTB no estado.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

POLÍTICA

Aumento da tarifa de ônibus na mira da Comissão de Transporte

Published

on

Em reunião na tarde de terça-feira (12), na sala Antônio Lima, a Comissão de Transporte definiu a primeiras atuações do ano. Conforme a pauta, o colegiado pretende apresentar requerimentos exigindo a verificação da planilha de custos do setor, junto à Secretaria de Mobilidade (Semob), além de solicitar o estudo de viabilidade técnica que justifique o aumento da tarifa dos ônibus municipais.

Durante a apresentação de pautas, o vereador Kiki Bispo (PTB) sugeriu cobrar posicionamento da ViaBahia sobre a falta de ações estruturais na BR-324, trecho da capital. O vereador Sabá (PV) lembrou da necessidade de implantação do Ônibus Social para atender as camadas mais carentes. Já o vereador Joceval Rodrigues (PPS) chamou a atenção de a Câmara precisar ser informada pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) diante de intervenções realizadas na cidade, a exemplo de desapropriações em áreas com obras relacionadas à mobilidade.

“Foi uma reunião com propostas e discussões sobre os interesses da mobilidade urbana de Salvador”, destacou Hélio Ferreira (PCdoB), presidente da Comissão.
Os vereadores Toinho Carolino (Podemos) e Alexandre Aleluia (DEM) também participaram da reunião.

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Novo secretário da Semop promete estreitar diálogo com ambulantes

Published

on

O secretário municipal de Ordem Pública, Felipe Lucas, reservou esta quarta-feira (6) para conhecer setores, funcionários e gestores na sede do órgão, na BR-324. Também aproveitou a agenda interna para ter um bate-papo com o antecessor, Marcus Passos, e alinhar os compromissos da pasta nesse período de transição. “Na verdade, a ideia hoje é tentar internalizar o máximo de conteúdo possível para manipular as informações e gerar resultados ou soluções necessárias”, disse.

De acordo com o recém-empossado titular da Semop, a prioridade será dar continuidade ao trabalho feito pela pasta nos últimos anos, alinhando com a atual gestão ações inovadoras que possam trazer impactos para a melhoria da qualidade de vida dos soteropolitanos. Ele também promete estreitar ainda mais o diálogo com ambulantes e entidades que representam trabalhadores do comércio informal.

“Vou buscar conversar com os ambulantes, feirantes, camelôs e as associações. Atravessamos uma crise nacional econômica que, de fato, afeta a nossa cidade, embora a Prefeitura vem fazendo um trabalho que vai na contramão de tudo o que acontece no país. Muitas pessoas sofreram com desemprego mas, junto com as dificuldades, surgiu a  necessidade de se buscar alternativas também. Os ambulantes precisam gerar receita para sua sobrevivência”, disse ele, revelando que as ações de ordenamento da Semop terão “olhar clínico” em prol do bem social de todos os cidadãos.

O secretário também afirmou dedicar esse primeiro momento para canalizar toda a energia para conhecer problemas, soluções e o trabalho preventivo que precisa ser feito. “Trabalhamos com o dia a dia e cotidiano das pessoas. São questões que mexem com a vida da população, como limpeza da cidade, vagas de cemitério, Salvamar, Guarda Municipal. Portanto é necessário um olhar atento e, sobretudo, que seja 360 graus, porque a gente tem que cuidar e observar o que acontece nos 163 bairros da cidade. Não podemos ter um olhar parcelado”, acrescentou Lucas.

Outra meta à frente da pasta é trabalhar para que as entregas que estão em curso, a exemplos das requalificações dos mercados municipais (Periperi, Itapuã e Nacs de Itapuã), sejam feitas sem atrasos e prejuízos. O secretário ainda disse que outro primeiro desafio à vista é o Carnaval, que começa oficialmente na última quinta-feira deste mês (28). “É a maior festa popular do planeta. São milhões de pessoas envolvidas. Logo, o trabalho que a gestão municipal precisa desempenhar visa garantir a segurança e qualidade da festa”, finalizou.

Faça um comentário
Continue Reading

POLÍTICA

Conheça o perfil dos novos secretários municipais

Published

on

O prefeito ACM Neto anunciou na manhã de hoje (05), em coletiva no Palácio Thomé de Souza, os novos integrantes do primeiro escalão da gestão municipal. Confira abaixo o perfil dos novos titulares do secretariado municipal.

Bruno Reis – Secretaria de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra)

Formado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (Ucsal), com pós-graduação em Gestão pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), além de mestrado em Desenvolvimento e Gestão Social pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Bruno Reis é o atual vice-prefeito da cidade, eleito em 2016 junto com ACM Neto. Já foi assessor da Câmara de Vereadores, da Câmara Federal (ao lado de ACM Neto, quando o atual prefeito era deputado) e exerceu por duas vezes o mandato na Assembleia Legislativa da Bahia, tendo recebido prêmios de destaque parlamentar pela imprensa e exercido a função de líder da oposição. Já foi também secretário municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza no primeiro mandato da atual gestão municipal, trabalhando na elaboração e desenvolvimento de programas importantes, como o Primeiro Passo.

 

Leonardo Prates – Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza (Semps)

Mais conhecido como Leo Prates, é engenheiro eletricista por formação, com pós-graduação em Administração pela Universidade Federal da Bahia (Ufba). Foi vereador de 2013 a 2019, exercendo, durante o mandato, a presidência da Câmara Municipal no biênio 2017/2018. Em 2018, foi eleito deputado estadual, se licenciado para assumir a Semps. Antes, Leo Prates já tinha grande militância partidária, inclusive atuando como secretário-geral do Diretório Central do Estudantes da Ufba. Foi assessor de ACM Neto quando o prefeito era deputado federal.

 

Rogéria Pereira dos Santos – Políticas para as Mulheres, Infância e Juventude (SPMJ)

Advogada, foi eleita vereadora de Salvador para a legislatura que começou em 2017 e segue até 2021, se licenciando do cargo para assumir a nova função, a convite do prefeito ACM Neto. Possui MBA em Administração Pública, pós-graduação em Política de Assistência Social, além de ser radialista. Foi ativista humanitária na África por 14 anos, com auxílio direto e indireto a mais de 20 mil pessoas. Elabora e coordena projetos sociais e milita em prol dos direitos humanos, inclusive das mulheres, crianças e adolescentes.

 

Felipe Lucas – Ordem Pública (Semop)

É formado em administração, com MBA e curso de extensão em Toronto, no Canadá. Foi eleito vereador em 2016, se licenciando do cargo para assumir a secretaria a convite do prefeito ACM Neto. Fez carreira na iniciativa privada, quando recebeu o convite para ingressar na vida pública e assumir a chefia de gabinete da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em Recife e Brasília. Em 2012, foi nomeado chefe de gabinete da então Secretaria Municipal de Infraestrutura, Habitação e Defesa Civil, que tinha Paulo Fontana como secretário, ajudando na elaboração e desenvolvimento de projetos importantes como o Casa Legal e o Morar Melhor. É conhecido por incentivar eventos esportivos e atletas em início de carreira.

 

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região