Connect with us

Uma sala de aula contextualizada no século 21, na qual o conteúdo pedagógico é associado à tecnologia digital, por meio de chromebooks conectados à internet de alta velocidade. Esta tem sido a realidade dos estudantes da Escola Professor Luiz Fernando Macedo Costa, no bairro de Águas Claras, em Salvador, que já estão assistindo aulas com o uso de tecnologias digitais graças ao projeto e-Nova Educação, lançado no dia 4 deste mês, resultado de uma parceria da Secretaria de Educação do Estado com o Google for Education.

“Esta tecnologia é uma ferramenta que vem fortalecer o eixo pedagógico das escolas, pois o pedagógico é o objetivo central e o tecnológico é o auxiliar. O resultado desta parceria com o Google é a plataforma, a forma como você se interliga, acessa e pratica, mas o conteúdo é, inclusive, de baianos e baianas. No ano passado, nós lançamos a nossa plataforma com 6.580 conteúdos e, agora, por exemplo, estamos vendo várias escolas que têm experiências que são gestadas a partir da criatividade, do envolvimento e, principalmente, da inter-relação e esta parceria é para permitir isso”, afirma secretárioestadual da Educação, Walter Pinheiro.

Em fase piloto desde 2017, o projeto e-Nova Educação faz parte do dia a dia de estudantes e professores de 20 escolas de Ensino Médio de 11 municípios baianos – Salvador, Feira de Santana, Mata de São João, Camaçari, Lauro de Freitas, Jequié, Vitória da Conquista, Ilhéus, Itabuna, Senhor do Bonfim e Luís Eduardo Magalhães, nas mais variadas modalidades de ensino. Até o mês de julho, a meta é chegar a 536 unidades escolares. O conteúdo, aplicado de forma diversa, é acessado por meio de chromebooks, aparelho semelhante a um notebook, criado pelo Google, que funciona totalmente baseado na WEB.

Foto: Claudionor Junior/Educação

Na Escola Professor Luiz Fernando Macedo Costa, o e-Nova Educação está empolgando professores e estudantes. Na aula de Língua Inglesa, por exemplo, com o uso dos chromebooks, os conteúdos são trabalhados de forma mais dinâmica, por meio de vídeos, filme, música e textos. As estudantes Andressa Figueiredo e Beatriz Lima, ambas com 12 anos e cursando o 8º ano, falam sobre a nova motivação em sala de aula. “Estou achando muito legal esta experiência de estudar com o auxílio do chromebook, porque a gente pesquisa os conteúdos de forma mais curiosa e pode aprofundar nos assuntos pelos vídeos e outros textos”, diz Andressa. Já Beatriz  afirma estar “achando tudo muito interessante, mais estimulante porque os assuntos que os professores abordam a gente pode pesquisar, com a ajuda de outros textos, além de vídeos e fotos”.

Também animada com as novas possibilidades de aprendizado, Helenice Santos Reis, 11, 6º ano, ressalta que o chromebook é uma maneira lúdica de aprender. “Estou achando muito bom esse projeto, porque a gente absorve os conteúdos de uma forma mais divertida. Com isso, sinto mais empolgação para fazer as atividades escolares”.
O professor de Língua Inglesa, Arleme Muniz Cotrim, considera que o e-Nova chega para revolucionar o processo de ensino e aprendizagem em sala de aula.

“O projeto oportuniza mais facilidade no acesso aos conteúdos pedagógicos, contribuindo para melhorar a qualidade de ensino. Usamos os chromebooks não somente para executar atividades escolares, a exemplo de trabalhar a pronúncia das palavras através de um vídeo, mas também como uma ferramenta recreativa, a exemplo de jogos por meio dos quais determinado conteúdo é abordado de forma lúdica. Percebo que o interesse dos alunos pelas aulas aumentou em 80%”, enfatiza o docente.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

EDUCAÇÃO

Procon fiscaliza escolas particulares na Operação Volta às Aulas

Published

on

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), órgão da Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), iniciou, nesta semana, a Operação Volta às Aulas, com a fiscalização de instituições particulares de ensino. O objetivo é apurar a legalidade dos reajustes aplicados e os materiais escolares solicitados. No ato fiscalizatório, os agentes do órgão verificam a disponibilização da planilha de custo ao consumidor, o seu conteúdo e as respectivas justificativas para o aumento da mensalidade, se houver.

O Procon realiza ainda a vistoria das listas de materiais escolares exigidos e o plano de execução didático pedagógico, que deverá, obrigatoriamente, acompanhar a lista de material escolar. No final de 2018, o órgão se reuniu com o Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA) e o Sindicato das Escolas Particulares para realizar uma capacitação aos empresários do ramo. O objetivo do encontro foi contribuir para o entendimento da legislação vigente e impedir que abusos sejam praticados contra consumidores.

Para o diretor de Fiscalização do Procon, Iratan Vilas Boas, a fiscalização é importante para coibir abusos e punir os maus fornecedores. “Após a ampla campanha educativa realizada com as escolas, chegou a hora de verificar o cumprimento dos direitos do consumidor, coibindo as práticas abusivas e punindo os infratores”, afirmou. Os fornecedores autuados responderão a processos administrativos e poderão pagar multas de até R$ 6 milhões, de acordo com a infração praticada, porte da empresa, reincidência e outros aspectos

Faça um comentário
Continue Reading

EDUCAÇÃO

Começa dia 22 de janeiro a matrícula na rede estadual de ensino

Published

on

O calendário de matrícula para o ano letivo da rede estadual de 2019 começa na terça-feira (22) e prossegue até o dia 29 deste mês. O primeiro dia será destinado à transferência dos estudantes da rede estadual. O processo será feito presencialmente em qualquer unidade escolar ou pela internet pelo Portal da Educação. Para fazer a transferência, via internet, o estudante deverá utilizar o Código de Matrícula, que ele recebeu na sua escola de origem, ou se dirigir a qualquer escola estadual. O mesmo vale para o estudante cuja escola de origem não oferecerá a série subsequente.

Já na quarta (23) e na quinta (24), a matrícula será para os concluintes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental das redes municipais de ensino. A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio da rede estadual e via internet para os alunos da capital baiana e de mais 59 municípios, conforme lista abaixo e disponível no Portal da Educação. “Dobramos o número de municípios participantes do processo de matrícula via web, em relação à matrícula do ano passado, quando tivemos somente 26 cidades”, destaca a diretora de Atendimento da Rede Escolar, Eliana Carvalho.

Na sexta-feira (25), a matrícula será para os novos alunos do Ensino Fundamental vindos da rede particular de ensino ou de outros Estados e que passarão a integrar a rede estadual. O processo será feito somente presencialmente, em qualquer escola estadual. Já a segunda (28) e a terça (29) serão reservadas para os novos estudantes do Ensino Médio que vêm da rede particular ou de outros Estados. A matrícula, neste caso, também só poderá ser feita presencialmente, em qualquer colégio da rede, e se dará nas diferentes modalidades, como exemplo Educação Profissional e Educação de Jovens e Adultos.

Por fim, os estudantes com necessidade especial (deficiência, transtorno global do desenvolvimento e/ou altas habilidades/superdotação, com ou sem diagnóstico comprovado) que fizeram a inscrição na pré-matrícula, no mês de novembro, deverão comparecer à unidade escolar indicada no cadastro no dia 31 (quinta-feira) para a entrega da documentação exigida para a consolidação do processo.

Documentação 

Para a efetivação da matrícula, deverão ser apresentados na unidade escolar os seguintes documentos: original do Histórico Escolar ou do Atestado de Escolaridade (que deve ser substituído pelo original do Histórico Escolar em até 30 dias); original e cópia da Cédula de Identidade ou Certidão de Nascimento; original e cópia do CPF; original e cópia legível com data recente do comprovante de residência (água, luz, telefone fixo ou móvel, gás encanado, Internet, contrato de aluguel, IPTU e cartão de crédito ou TV por assinatura). Neste ano, se tornou obrigatória a apresentação da original e cópia da Carteira de Vacinação para estudantes com até 18 anos.

O ano letivo de 2019 começará no dia 11 de fevereiro e se encerrará no dia 16 de dezembro, totalizando uma carga horária mínima de 800 horas, distribuídas em 200 dias de efetivo trabalho escolar, excluído o tempo reservado à avaliação fina.

Faça um comentário
Continue Reading

EDUCAÇÃO

Cursinho preparatório da UFBA para Enem abre vagas para alunos da rede pública

Published

on

O Pré-Vestibular Social na UFBA (Pré-Vest) abriu inscrições para novos alunos da rede pública de ensino interessados nos cursos extensivos do ano letivo de 2019, focado no modelo ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) de avaliação. São oferecidas 110 vagas com ingresso imediato e outras 50 para cadastro reserva.

As inscrições devem ser feitas até 15 de janeiro (terça-feira), através do site da Sympla. Apesar do curso ser gratuito, sem nenhum custo para ter acesso ao plano de ensino, os interessados devem pagar pela taxa de inscrição que custa R$ 12.

Após a inscrição e o pagamento, os participantes deverão ir ao Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia, em Ondina, nos dias 14 e 15 de janeiro, das 8h às 18, para a entrega dos documentos [veja lista abaixo]. Eles também vão passar por entrevista presencial.

O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 11 de fevereiro, no site do cursinho.

O Pré-Vestibular Social é formado por estudantes de diversas áreas de conhecimento e cursos de graduação e pós-graduação da UFBA. As aulas serão voltadas para as áreas da Ciências Humanas e suas tecnologias; Ciências Naturais e suastecnologias; Linguagens, Códigos e suas tecnologias; Matemática e suas tecnologias e Redação.

O estudante do curso participará de aulas realizadas em sala e monitorias. Oaluno também poderá participar de atividades extras, realizadas aos fins de semana, como práticas que envolvem a assessoria dos setores pedagógico e/ou psicológico do projeto; semanas culturais, projetos interdisciplinares, simulados, aulões, revisões e avaliações individuais constantes ao longo do período letivo.

Participantes deverão ir presencialmente ao Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia, em Ondina, nos dias 14 e 15 de janeiro, das 08h às 18, para a entrega dos documentos — Foto: Reprodução / Edital UFBA

INFORMAÇÕES DO G1

Faça um comentário
Continue Reading

Cajazeiras e Região