Connect with us

SAÚDE

Bruno Reis divulga etapas do plano de vacinação em Salvador

Published

on

Reprodução/Redes Sociais

Na manhã desta terça-feira, 12, o prefeito Bruno Reis (DEM) anunciou as etapas do Plano Municipal de Imunização contra o coronavírus em Salvador. Bruno sinalizou que a capital baiana terá 23 centros de vacinação, nove drive-thrus e 506 boxes com capacidade de aplicar 15 mil doses por hora na cidade, com o objetivo de atingir 100 mil por dia. Com isso, a prefeitura estima que serão necessárias 570 mil doses para imunizar os 4 grupos prioritários.

O prefeito explicou as especificidades do plano criado por Salvador: “O Ministério da Saúde considera três fases, mas nós teremos quatro fases. Estamos fazendo articulações políticas para que os profissionais que estão na quarta fase possam se incluir nas demais fases tendo em vista os serviços essenciais que eles realizam”, informou.

Na primeira fase serão vacinados os quatro grupos prioritários, sendo eles: trabalhadores de saúde, pessoas com mais de 75 anos, pessoas com mais de 60 anos que vivem em instituições de longa permanência como asilos e instituições psiquiátricas, indígenas e povos/comunidades ribeirinhas. A segunda fase incluirá pessoas de 60 a 74 anos. 

A terceira fase englobará pessoas com comorbidades crônicas, transplantados e obesidade. Por fim, a quarta fase, incluída pela prefeitura, servirá para imunização dos trabalhadores de educação, pessoas com deficiência severa, membros das forças e salvamento, funcionários do sistema carcerário, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores de carga e população carcerária.

Estima-se que na primeira fase serão 65 mil doses para idosos acima de 75 anos e 103 mil para os trabalhadores de saúde. Na segunda fase serão 185 mil doses para idosos de 60 a 74 anos, e na terceira prevê-se que 149 mil pessoas com comorbidades serão imunizadas.

Na quarta fase, que é a mais abrangente de todas, estima-se 29,5 mil doses para professores, 16 mil para as forças de segurança e salvamento, 3,5 mil para os funcionários do sistema carcerário, 10,5 mil para trabalhadores do transporte coletivo, 3,2 mil para os transportadores de carga e 4,3 mil para a população carcerária e jovens sob medidas socioeducativas.

Centros de vacinação e os drive-thrus terão um local delimitado para entrada de pessoas ou de veículos e outro para a saída. Esses centros terão áreas para a triagem e uma sala de apoio. Além disso, a vacinação ocorrerá em instituições que abrigam idosos e hospitais, assim como acontecerá em domicílios, quando necessário, e para a população de rua. 

 

Programação das etapas de imunização em Salvador:

 

Faça um comentário

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Agentes de endemias vão realizar ação especial contra Aedes Aegypti

Published

on

Foto: Reprodução

Os agentes de combate às endemias da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vão atuar nesta quarta (27) e quinta-feira (28), na retirada de 650 armadilhas contra o Aedes aegypti. O material foi colocado em diversos bairros dos Distritos Sanitários de São Caetano, Brotas e Subúrbio Ferroviário, em Salvador.

A mobilização acontece a partir das 7h30. A ação permite que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realize um levantamento apurado para analisar a infestação do mosquito e evitar a proliferação de doenças na cidade, com atividades preventivas como a visita domiciliar para eliminar e tratar os focos.

“Nossos agentes de combate às endemias vão verificar, no intervalo de sete dias, a existência do mosquito Aedes, visando analisar o percentual de positividade e a quantidade de ovos do mosquitos nas localidades onde estão instaladas estas armadilhas. O CCZ segue uma programação para instalar esse material em todas as regiões da cidade”, explicou a subgerente de arboviroses do CCZ, Cristina Guimarães.

Na capital baiana, houve uma redução de 96% nos casos notificados de dengue, em seguida de 94% nas ocorrências de chikugunya e 91% para zika. Os dados correspondem ao mês de janeiro de 2020, comparado com 2021.

“Nesse período de verão, em especial, quando as chuvas acontecem de forma rápida e o calor é constante, a eclosão dos ovos e formação das larvas ocorre de forma mais rápida. Qualquer inservível jogado ao chão pode servir como criadouro do mosquito. Por isso, é importante a parceria da população em contribuir com o trabalho do CCZ para a redução do índice de infestação em nossa cidade”, alertou Cristina.sa

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Profissionais da atenção básica são primeiros a receber doses da AstraZeneca em Lauro de Freitas

Published

on

Foto: Rafael Magno

A sensação de felicidade ao ser vacinada foi descrita por Vânia Ferreira, primeira profissional da saúde de Lauro de Freitas a receber a dose do imunizante produzido pela Oxford/AstraZeneca, nesta segunda-feira (25). “Dever cumprido. Estamos na luta e começamos bem. Estou feliz porque para ajudar o outro, precisamos estar preparados, vacinados”, disse a técnica em enfermagem da Unidade de Saúde da Família Santa Bárbara, na Itinga.

Para dar continuidade ao plano de vacinação dos grupos prioritários, após receber o novo lote de 1.320 doses da vacina contra a Covid-19, neste domingo (24), a Prefeitura Municipal precisou fazer adaptações na logística devido à quantidade de dez doses em cada frasco do novo imunizante. Agora, a vacinação está sendo feita em grupos de dez pessoas. Fabricado no Instituto Serum, na Índia, a vantagem da nova vacina é que a segunda dose pode ser aplicada entre 90 a 120 dias, como afirma a prefeita Moema Gramacho.

“O prazo maior da AstraZeneca nos permite vacinar 1.320 pessoas sem precisar guardar para a segunda dose. Estamos nos esforçando para fazer com maior agilidade possível. Quanto antes tivermos o maior número de pessoas vacinadas, melhor, porque diminuiremos a possibilidade de contaminação. Iniciamos a vacinação desse novo lote aqui no posto Santa Bárbara, com a vacinação de dez profissionais, entre enfermeira, agente comunitário e auxiliares de serviços gerais. Ou seja, estamos vacinando todos os trabalhadores de saúde, em especial os que estão na linha de frente”, disse Moema.

De acordo último balanço de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (SESA), 1.447 pessoas, entre profissionais da Saúde que atuam na linha de frente da Covid-19 e idosos que vivem em instituições de longa permanência, já foram vacinados. Com as duas remessas de vacinas recebidas, Coronavac e AstraZeneca, o município de Lauro de Freitas soma 2.960 doses para imunização até o momento. Segundo o secretário municipal de Saúde, Augusto César, esse dado ainda não atinge o estimado pelo Ministério de Saúde para os grupos da primeira fase.

Quem também vibrou de felicidade ao ser imunizada foi Luciana Brito, agente comunitária da USF Santa Bárbara. “Ontem quando eu soube que seria vacinada, cheguei a sonhar com esse momento. Bateu uma ansiedade porque estamos nessa luta há um bom tempo. Como agente, eu sempre oriento a população de que o uso da máscara é importante, que devemos manter os hábitos de higiene, como lavar as mãos. A vacina chegou e logo estaremos nos relacionando como era antes, com comemorações”, conclamou.

Faça um comentário
Continue Reading

SAÚDE

COVID-19: Cajazeiras é o quarto distrito com mais incidência de casos

Published

on

Reprodução

O prefeito Bruno Reis apresentou ontem, 25, o resultado do inquérito epidemiológico da Covid-19 em Salvador, feito pela Secretaria Municipal de Saúde junto com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e de acordo com os dados divulgados, 20% da população soteropolitana já teve contato com a doença. Os dados foram anunciados em entrevista coletiva na plataforma Zoom, e contou com a presença da vice e secretária de Governo, Ana Paula Matos, e o secretário municipal de saúde, Leo Prates. 

A pesquisa foi iniciada em novembro do ano passado com a realização de soroinquéritos nos doze distritos sanitários da capital baiana. O objetivo foi estimar a porcentagem de soteropolitanos com anticorpos para a Sars-Cov-2, além de avaliar a duração desses anticorpos na população estudada, determinar o percentual de infeccões assintomáticas ou subclínicas e analisar se aspectos sociais e demográficos, além de condições de saúde, são fatores de risco.

As primeiras observações apontam que os distritos com mais incidência de casos foram Itapagipe e Liberdade – ambos com 29% da população positivada -, seguidos por São Caetano (26%), Cajazeiras (25%), Itapuã (22%), Boca do Rio (21%), Cabula (19%), Pau da Lima (17%), Brotas (16%), Centro Histórico (15%), Barra/Rio Vermelho (12%) e Subúrbio (9%). Além dos exames, os cidadãos também responderam a questionários abordandos aspectos sociais. 

“Desde a chegada da pandemia sentimos a necessidade de ter a quantidade de pessoas que haviam contraído o coronavírus em Salvador. A ocupação de leitos e o número de óbitos diários, até então, sempre foram os dados que nortearam as nossas decisões. Só que não tínhamos uma base de amostragem da cidade toda”, informou Bruno Reis.

Segundo o democrata, esse inquérito servirá como mais um indicador para auxiliar a administração municipal na implantação de medidas de enfrentamente ao coronavírus. “É como uma pesquisa que foi feita para chegar o mais próximo da realidade do número de pessoas infectadas pela doença” completou.

Ações aplicativas

Tendo base no resultado preliminar do estudo, a prefeitura decidiu pela manutenção dos decretos que determinam medidas restritivas em algumas atividades comerciais de bares e restaurantes em Itapuã e Rio Vermelho, assim como a prorrogação do fechamento de cinemas, teatros e casas de espetáculos. Essas ações serão prorrogadas até o dia 9 de fevereiro. Além disso, Bruno anunciou que não tem necessidade, neste primeiro momento, de suspender outras atividades. 

Outra conclusão tirada pelo inquérito é sobre a possibilidade de imunidade de rebanho em Salvador. Por ter o percentual de apenas 20% da população infectada, a capital baiana segue distante do índice para alcançá-la. 

Isso porque a imunidade coletiva acontece quando uma porcentagem significativa de pessoas – entre 70% a 80% da população – fica imune a uma doença transmissível. Neste caso, mesmo aqueles que não foram infectados ficam protegidos, porque a população com imunidade serve como um obstáculo para a transmissão. 

Situação atual

O prefeito também apresentou dados em relação ao avanço do coronavírus na cidade:  “A capital baiana amanheceu com 67% de ocupação dos leitos de UTI. Ontem (24), quase todos os pacientes da UPAs foram encaminhados a hospitais de campanha. A média móvel de número de óbitos cresceu – eram quatro, cinco por dia, e agora aumentou para 11”, declarou. Ele reforçou a necessidade da população manter os cuidados sanitários para conter a disseminação da doença, como uso de máscara e higienização das mãos. 

Por fim, ele acrescentou que serão abertos mais dez novos leitos no Hospital Santa Clara, no Itaigara, e que a prefeitura permanece investindo na ampliação da testagem para população, através das unidades de saúde, unidades de urgência e emergência, e nos bairros da cidade sujeitos às medidas de proteção à vida. 

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®