Connect with us

CAJAZEIRAS E REGIÃO

COVID-19: Anvisa divulga orientações para vacinação em farmácias

Published

on

vacina
Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou nesta segunda-feira (11) orientações para a realização de testes rápidos para a investigação de infecção pelo novo coronavírus em farmácias. A publicação prevê ainda recomendações para realização de vacinação em farmácias, caso estejam incluídas nas estratégias de campanhas de vacinação do Ministério da Saúde.

O documento é destinado às farmácias e aos serviços de saúde, públicos e privados, que têm permissão para a realização dos testes. A Nota Técnica aborda a execução de testes rápidos, bem como as medidas de prevenção que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos.

Segundo a Anvisa, a orientação se aplica a toda a equipe da farmácia para minimizar o risco de exposição ao vírus para os clientes durante a pandemia da covid-19.

“Como parte do sistema de saúde, as farmácias desempenham um papel importante na dispensação e fornecimento de medicamentos, administração de medicamentos, incluindo as vacinas e serviços de saúde ao público. É importante garantir a função contínua das farmácias durante a pandemia da covid-19. Durante a pandemia, a equipe da farmácia pode minimizar o risco de exposição ao vírus que causa o covid-19 e reduzir o risco para os clientes usando os princípios de prevenção e controle de infecções e distanciamento social”, argumenta a Nota Técnica.

A agência reguladora recomenda o uso de testes para pesquisa de antígeno viral, por exemplo, do tipo RT-PCR e TR-Ag, para diagnosticar infecção aguda. Além disso, informa que não é recomendado o uso de testes rápidos para diagnosticar infecção aguda. O documento ressalta que os resultados do teste rápido não devem ser usados isoladamente para determinar, por exemplo, se alguém pode voltar ao trabalho.

Infraestrutura

A Anvisa orienta que as farmácias que oferecem o exame por meio de coleta de amostra do trato respiratório superior, como as realizadas por meio de swab, sigam recomendações de biossegurança em relação à infraestrutura.

O documento orienta como s farmácias tenham separação física dos corredores de acesso; portas de acesso dupla com fechamento automático; ar de exaustão não recirculante e fluxo de ar negativo.
Segundo a publicação, além de medidas de contenção aos riscos primários, causados aos trabalhadores que lidam com estes agentes, que incluem a autoinoculação, a ingestão e a exposição aos aerossóis infecciosos, para a sala em que será realizada a coleta, devem ser mais enfatizadas as barreiras primárias (equipamentos de segurança) e secundárias (soluções físicas) para que sejam também protegidos os funcionários de áreas contíguas, a comunidade e o meio ambiente contra a exposição aos aerossóis potencialmente infecciosos.

Vacinação

A publicação prevê recomendações para realização de vacinação em farmácias, caso estejam incluídas nas estratégias de campanhas do Ministério da Saúde. A Nota ressalta que os estabelecimentos precisam assegurar requisitos mínimos para garantir a segurança e qualidade, na conservação, aplicação e no monitoramento das vacinas da campanha, bem como, a segurança do vacinado e a dos profissionais de saúde envolvidos.

“Neste quesito, de forma temporária e excepcional, as determinações sanitárias relacionadas à estrutura física podem ser flexibilizadas para as farmácias privadas durante este período da pandemia”.

Edição: Valéria Aguiar

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Bahia recebe lote com 119.500 doses da vacina de Oxford

Published

on

Foto: Fernando Vivas/GOVBA

Um novo lote de vacinas contra a Covid-19 chegou à Bahia às 10h40 deste domingo (24). Desta vez, 119.500 doses do imunizante desenvolvido pela universidade de Oxford, em parceria com a biofarmacêutica AstraZeneca, desembarcaram no aeroporto internacional de Salvador, de onde seguiram para a sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer). A distribuição para as cidades do interior terá início a partir das 14h de hoje.

Uma vez que a segunda dose da vacina de Oxford pode ser tomada em até 90 dias, o Estado vai adotar a estratégia de usar todas as vacinas que chegaram neste domingo, como explicou o titular da Secretaria da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas. “Por possuir resposta imunológica precoce ampla, garantindo que se possa esticar o prazo de aplicação da segunda dose para 90 a 120 dias à frente, isso permitirá que apliquemos todas as doses sem que seja preciso guardar 50%, como ocorreu com a CoronaVac”, detalhou o secretário.

No Graer, foi montada uma estrutura para recebimento e armazenamento temporário de vacinas, que conta com refrigeradores e, também, com os cuidados de técnicos da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). É neste local que é feita a contagem e a separação para viabilizar o envio de doses para todo o território estadual.

A chegada do novo lote acontece após a liberação da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é responsável pela análise e etiquetamento das duas milhões de doses importadas do Instituto Serum da Índia, um dos centros produtores da vacina de Oxford-AstraZeneca. Já o envio para os estados brasileiros foi feito pelo Ministério da Saúde.

Vacinação na Bahia

A imunização contra o novo coronavírus já foi iniciada em todos os 417 municípios baianos e as primeiras pessoas vacinadas receberam o imunizante Coronavac, que chegou na última segunda-feira (18), em um lote de 376.600 doses. Esta é a vacina desenvolvida pela dupla formada pelo Instituto Butantã e pela empresa chinesa Sinovac Biotech.

Como o Brasil vai imunizar a população com vacinas fabricadas por laboratórios diferentes e com indicações de uso igualmente diferentes, é o cartão de vacinação que vai garantir que a segunda dose aplicada seja a mesma que a primeira e no prazo determinado.

Caso tenha perdido o cartão, o cidadão receberá um novo cartão com a indicação de qual vacina contra a Covid-19 recebeu.

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Hospital do Subúrbio inicia vacinação de profissionais contra a Covid-19

Published

on

Foto: Divulgação

Os profissionais de saúde do Hospital do Subúrbio (HS) que trabalham na linha de frente contra a Covid-19 começaram a ser vacinados nesta quinta-feira (21). Nesse primeiro momento, a previsão é de que 979 trabalhadores sejam vacinados, o que traz esperança e ânimo à equipe.

“É um alívio grande depois de meses na linha de frente e agora poder ter esperança e retornar à rotina de trabalho com maior segurança. É o início de um novo ciclo”, afirmou o coordenador médico da UTI Covid, Valmário Cruz, o primeiro profissional do hospital a receber a vacina.

A técnica de enfermagem Silvânia Cruz da Boa Morte não conseguia disfarçar a ansiedade, minutos antes de tomar a vacina. “A ansiedade está demais. Estou suando frio. E ser uma das primeiras a ser vacinada é uma glória”, disse.

De acordo com o Serviço de Medicina do Trabalho do HS, desde o início da pandemia, 536 profissionais do hospital foram infectados pela Covid-19. Nesse período, a equipe perdeu dois colegas – um enfermeiro e uma auxiliar de Higienização – em decorrência de complicações da doença.

Para o diretor técnico do HS, Rogério Palmeira, o momento é de otimismo. “Recebemos as vacinas com alegria e esperança. Desde maio, atendemos pacientes com Covid. Contamos com um grande número de leitos e um volume grande de funcionários, então o risco é muito elevado. Como a vacina oferece proteção de 100% para casos graves, traz um alívio para os profissionais”, destacou.

O diretor também lembrou a dificuldade inicial de recrutamento de pessoas para trabalhar nas unidades Covid, no começo da pandemia, diante do risco de infecção por uma doença nova e com alto índice de mortalidade.

O HS possui 178 leitos exclusivos para atendimento a pacientes com Covid-19, sendo 118 leitos de UTI e 60 de internação (enfermaria). Os profissionais que receberão a vacina nesta fase inicial atuam no Hospital de Campanha, UTI Covid e Enfermarias específicas para os pacientes com Covid-19.

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Prefeitura acelera pavimentação de ruas mesmo em tempos de pandemia

Published

on

Foto: Foto:Edgard Copque

Vinte e três ruas de Lauro de Freitas estão recebendo obras de drenagem e pavimentação asfáltica ou piso intertravado, passeio com acessibilidade e outros serviços em diversos bairros neste início de ano. O volume de intervenções, executado com recursos próprios, de contrapartida ou convênio, faz parte de um amplo programa de melhoria urbana que já contemplou mais de 100 vias nos últimos dois anos.

Apesar do cenário de pandemia que paralisou frentes de desenvolvimento socioeconômico, a Prefeitura de Lauro de Freitas concluiu obras que impactam na mobilidade e qualidade de vida da população. A Rua Elvira S. do Nascimento, na poligonal de cinco vias do Jardim Santa Bárbara, em Itinga, é um dos exemplos de obra executada com recursos do PAC Itinga.

As melhorias chegaram a bairros como Areia Branca, Recreio Ipitanga, Itinga, Buraquinho, Caji, Jambeiro, Portão, Ipitanga, Vida Nova, Centro e Pitangueiras.
No bairro de Portão, a Prefeitura segue com a execução das Ruas Félix de Araújo, José Carlos Souza, Edson Cunha e Neuza Alves Noronha com recursos creditados pelo Programa de Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento-FINISA.

Com recursos desse programa em Lauro de Freitas estão previstas pavimentação asfáltica de 45 ruas em 15 bairros da cidade, além de investimento na macrodrenagem do canal da Avenida Brigadeiro Mário Epinghaus, em execução.

Morador de uma das transversais da Elvira Santos, na Itinga, o motorista João Miguel destaca a mudança no cenário da localidade. “Passo aqui todos os dias, a minha rua ainda está no bairro, mas a pavimentação desse trecho já melhora nossa vida, deixa a rua mais bonita e valoriza nossos imóveis”.

Vias como a São João de Baixo e de Cima, Nossa Senhora de Cima e de Baixo, no Jardim Tropical, e mais dez em outras localidades, estão programadas para serem iniciadas em breve. Demais ruas do total de 104 contempladas em Lauro de Freitas estão em fase de licitação ou aguardam reprogramação dos recursos junto à Caixa Econômica Federal. As obras são executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (SEINFRA).

Confira as 23 ruas que estão com obras em andamento: 

1ª TRAVESSA ALTO DO CAIC (CAJI)
2ª TRAVESSA ALTO DO CAIC (CAJI)
3ª TRAVESSA ALTO DO CAIC (CAJI)
ALTO DO CAIC
FICO (JAMBEIRO)
SETE (JAMBEIRO)
JORGE CARNEIRO DE AZEVEDO (BURAQUINHO)
ANTONIO L. DE OLIVEIRA (BURAQUINHO)
TRECHO DA VINICIUS DE MORAES (BURAQUINHO)
JORGE AMADO (BURAQUINHO)
FELIX DE ARAUJO (PORTÃO)
JOSÉ CARLOS SOUZA (PORTÃO)
EDSON CUNHA (PORTÃO)
NEUZA ALVES NORONHA(PORTÃO)
PAULO REIS DOS SANTOS (XANGÔ OXALÁ)
MILTON P. GOMES (XANGÔ OXALÁ)
JOANA D’ARC ((JARDIM TALAYA – ITINGA)
HERALDO (JARDIM MARIA ANTONIETA – ITINGA)
MILTON COELHO DE CIMA (JARDIM MARIA ANTONIETA – ITINGA)
MILTON COLEHO DE BAIXO (JARDIM MARIA ANTONIETA – ITINGA)
BAIANA (JARDIM TALISMÃ – ITINGA)
JORGE B. DOS SANTOS (JARDIM TALISMÃ – ITINGA)
RUI WALTER DE OLIVEIRA EM ANDAMENTO (JARDIM TALISMÃ – ITINGA)

 

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®