Connect with us

FALA MUNICÍPIOS

Emoção e esperança marcam vacinação contra covid-19 para pessoas com 38 anos ou mais em Lauro de Freitas

Published

on

A terapeuta Andreza Baeta não escondeu a emoção em receber a primeira dose da vacina que protege contra a covid-19. Ela é uma das 3.301 pessoas na faixa etária de 38 anos ou mais que receberam a primeira dose em Lauro de Freitas nesta quarta-feira (21).  O município avança no calendário de imunização seguindo o critério da ordem cronológica.  “A gente lutou muito até aqui. Eu tive essa doença por três vezes, fui entubada e quase morri. Hoje comemoro minha vitória”, disse chorando.

A vacinação aconteceu simultaneamente das 8h às 16h nos quatro drives – Ginásio de Esportes do Aracuí, Terminal Rodoviário em Portão, Colégio Municipal 2 de Julho na Itinga, Escola Esfinge em Areia Branca e mais a Unime no Centro. Mesmo com muito medo da agulhada, a dona de casa Soraia Maria de Jesus, 39 anos, tomou coragem e foi se vacinar. “Eu tenho muito medo desde criança, mas tenho que enfrentar isso por mim e por todos. A vacina é muito importante para todos nós”, falou acompanhada da amiga e vizinha que foi se vacinar junto com ela.

Completando seis meses do início da vacina contra o covid-19, Lauro de Freitas é o município que segue imunizando mais rapidamente na Região Metropolitana de Salvador e, atualmente, mais de 55% do público adulto que reside na cidade recebeu ao menos a primeira dose da vacina. De acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa), até esta quarta-feira, 86.353 pessoas já haviam iniciado o processo de imunização ou recebido a dose única da Janssen.

Em 2020 o município registrou nove óbitos de pessoas com idade entre 37 a 40 anos. Em 2021 esse número subiu para 17 mortes na mesma faixa etária. “A vacina nos ajuda no controle da pandemia. Mesmo após a imunização, não podemos deixar os cuidados, é necessário respeitar as medidas de proteção coletiva e individual, usar máscara, higienizar as mãos, evitar aglomeração”, afirma o coordenador da Vigilância Epidemiológica da Sesa, Daniel Assis.

Faça um comentário
Advertisement
error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®