Connect with us
   

MOBILIDADE

Empresários pedem julgamento do acordo com rodoviários, reunião acontece hoje (14)

Como ainda não entraram em um consenso sobre o reajuste do salário dos rodoviários baianos, o sindicato patronal entrou com um pedido na Justiça de dissídio coletivo, para julgamento desse acordo. A reunião será realizada nesta terça-feira (14/5) a partir das 13h.

De acordo com o diretor do sindicato dos rodoviários, Tiago Ferreira, a expectativa é de que nesse encontro seja apresentada uma proposta considerada “viável’ para os trabalhadores. “Amanhã [quarta-feira] às 15h, é a assembleia permanente. Esperamos que antes disso, seja indicada uma proposta, e se a categoria concordar, a greve será suspensa. Não acontecendo isso, a greve será deflagrada”, disse, ao Aratu On.

Os rodoviários, que rejeitaram as propostas em todas as rodadas de negociação, pedem um reajuste salarial de 8% com o aumento de 15% no tíquete-alimentação.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

MOBILIDADE

ALERTA: Rodoviários anunciam greve para a semana que vem

Os rodoviários decidiram que vão entrar em greve a partir da semana que vem. A informação foi confirmada ao por Fábio Primo, vice-presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia. Segundo ele, a suspensão das atividades ainda não tem data definida. Nesta sexta-feira (10), a classe trabalhadora e o os patrões se reunirão às 10h30, no Ministério do Trabalho e Emprego.

A decisão da suspensão aconteceu nesta quinta-feira (9), após uma reunião do sindicato com a categoria, que ocorreu na quadra de esportes do Ginásio dos Bancários, na região dos Aflitos, em Salvador. Os rodoviários entrarão em greve por conta de um impasse salarial.

Correio*

Faça um comentário
Continue Reading

MOBILIDADE

motoristas de aplicativos prometem greve nesta quarta-feira

Motoristas de aplicativos prometem fazer uma paralisação nesta quarta-feira (8/5), em várias cidades do Brasil, entre elas Salvador, São Paulo e Rio. Eles aderiram a um protesto internacional de motoristas que pedem melhores condições de trabalho. A greve está prevista para terminar às 23h59 desta quarta.

Nesta sexta-feira (10/5), a Uber faz sua oferta pública inicial (IPO) na bolsa de Nova York – e a abertura de capital do aplicativo tem motivado mais queixas entre os trabalhadores. A expectativa é de que as ações sejam avaliadas entre US$ 44 e US$ 50 dólares, levando o valor da empresa para próximo de US$ 90 bilhões.

“A Uber cresceu, se tornou uma empresa bilionária, está entrando na bolsa, mas o motorista, que é a máquina que move esse sistema, está esquecido”, diz Eduardo Lima, presidente da Associação de Motoristas de Aplicativos de São Paulo (Amasp).

Lima espera que 50% dos motoristas de aplicativos do Estado paralisem as atividades. Segundo ele, a proposta é para que os motoristas desliguem, além do aplicativo da Uber, outras plataformas de transporte de passageiros.

A Amasp reivindica aumento da tarifa para R$ 10. “Eles alegam que se aumentar a tarifa, cai a demanda. Mas faz três anos que não temos aumento. O passageiro já deixa até gorjeta”, diz Lima. Outra reivindicação é para aumentar a transparência nos casos de exclusão de motoristas dos aplicativos.

Segundo Lima, associações de outros Estados do Brasil como Rio, Pernambuco, Bahia, Minas Gerais, Tocantins, Espírito Santo e Ceará também convocaram os motoristas para a greve desta quarta-feira.

No Rio, o presidente de uma das entidades, a Associação de Motoristas Particulares Autônomos do Rio de Janeiro (Ampa-RJ), diz que a convocação também é para que os motoristas desliguem os aplicativos por 24 horas. “Não estamos sugerindo carreata”, avisa Denis Moura. Segundo ele, será respeitado o direito de motoristas que optarem por trabalhar.

“Colocamos não como uma imposição. Acreditamos que 50% vá aderir”, diz ele, que também pede aumento da tarifa. “Com a quantidade gigantesca de desempregados, a Uber tem mão-de-obra muito farta”. No Estado do Rio, diz, são cerca de 100 mil carros de aplicativos. “Mais do que transportar, economizamos o tempo das pessoas, mas não temos respeito das empresas de aplicativo.” Procurada por e-mail, a Uber não havia respondido.

 

informações AratuOn

Faça um comentário
Continue Reading

MOBILIDADE

Expansão do metrô até a Barra é debatida na Seplan; Veja

A expansão da linha 1 do Sistema Metroviário de Salvador até o bairro da Barra foi debatida nesta terça-feira (7), durante reunião entre o secretário estadual do Planejamento, Walter Pinheiro, e o diretor-presidente da Companhia de Transportes da Bahia (CTB), José Eduardo Ribeiro Copello. Estudos preliminares apontam que o novo trecho poderá ter aproximadamente três quilômetros de extensão, com até quatro estações subterrâneas em São Raimundo (Politeama), Campo Grande, Graça e Barra.
Walter Pinheiro destacou que estudos elaborados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), órgão vinculado à Seplan, apontam para uma estimativa de fluxo de 117.720 passageiros por dia no novo trecho, num sistema que registrou a marca de 370 mil usuários por dia neste mês de maio.
“O estudo da SEI demonstra, claramente, que há um deslocamento enorme de pessoas de diversas regiões da cidade com ônibus, num fluxo para uma região que tem uma grande densidade demográfica e concentração de atividades econômicas em hotéis, clínicas, universidades, hospitais, restaurantes, escolas, shoppings. Enfim, uma movimentação imensa de pessoas e uma baixa qualidade na oferta de transporte, o que implica um tempo maior de deslocamento para os trabalhadores que saem de outras áreas da cidade para aquela região”, afirmou o secretário do Planejamento, ressaltando que somente nos hospitais das Clínicas e Português são mais de 16 mil funcionários
Pinheiro acrescentou que o projeto vai demandar o aprofundamento de estudos por demanda e o detalhamento de estudo técnico de engenharia, incluindo alternativas de traçado. “É bom lembrar que hoje o maior movimento de pessoas de Salvador não é para as cidades da região metropolitana, é um movimento aqui dentro. Então, na realidade, o metrô tem a responsabilidade e o princípio básico de fazer o transporte de massa, mas também de tirar veículos da rua para, de uma vez por todas, também resolver um problema seríssimo de transporte na cidade”, completou.
O diretor-presidente da CTB avaliou positivamente a reunião. “Foi uma reunião de prospecção e de busca de habilidade de mais um trecho, uma expansão do metrô que pode significar mais um passo, melhorando a mobilidade urbana para a população de Salvador e região metropolitana e, sem dúvidas, abre-se perspectivas de ampliação desse projeto”, disse Copello.
Faça um comentário
Continue Reading
Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região