Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Novo Camelódromo é inaugurado na Calçada

Published

on

O comércio popular ganhou mais um incentivo na capital baiana com o camelódromo da Calçada. O equipamento foi inaugurado na manhã de hoje (20) pelo prefeito ACM Neto, pelo vice Bruno Reis e pelo secretário municipal de Ordem Pública, Felipe Lucas. O investimento feito pelo município no local fi de R$210 mil, beneficiando dezenas de ambulantes.

Fotos: Max Haack/Secom

Os comerciantes de rua foram contemplados com bancas desmontáveis, contendo coberturas que garantem o isolamento térmico, para protegê-los do sol e da chuva, dando mais conforto e comodidade a esses profissionais e seus clientes.

“É muito melhor ter os soteropolitanos na ruas lutando pra conseguir sustentar suas famílias do que desempregados. Por isso, a Prefeitura tem se sensibilizado em procurar saber as intervenções que podemos fazer pra melhorar a vida de quem busca o sustento nas ruas  A crise econômica no Brasil, que promoveu o desemprego e deixou de gerar trabalho de carteira assinada, só não é mais grave graças ao mercado informal”, discursou ACM Neto.

“O que estamos fazendo em locais como a Avenida Sete de Setembro e aqui na Calçada são provas do compromisso que temos para construir conjuntamente uma solução que atendesse a todos, dando dignidade e condições de trabalho as milhares de pessoas que sobrevivem do comércio informal, de forma organizada”, acrescentou o prefeito, que solicitou à Semop que estudasse a possibilidade de abrigar ambulantes também no final de linha da Calçada.

Capacidade – O novo camelódromo tem capacidade para abrigar 75 barracas, com antigos e novos comerciantes, em uma área coberta de 450 metros quadrados. O espaço para o comércio popular ganhou paisagismo, iluminação e pavimentação, com implantação de piso intertravado numa área de 500 metros quadrados.

“Esse camelódromo é o melhor e mais bonito de toda a cidade. Aqui temos uma estrutura metálica isotérmica. Ela tem um camada de isopor pra absorver o calor. Era uma das principais demandas levantadas pelos ambulantes  Esse camelódromo garante a possibilidade de melhor fluxo pra as pessoas poderem transitar melhor. E temos esse modelo de barraca que atende tanto a quem vende fruta quanto quem vende roupa”, disse Felipe Lucas. O secretário afirmou que os ambulantes da Calçada estavam abandonados há 21 anos pelo poder público. “A tônica da atual gestão é cuidar e proteger”, declarou.

Valdir santos, 56, trabalha no local há sete anos como ambulante, vendendo ferramentas e utensílios domésticos, aprovou a nova estrutura. “Aqui era muito desorganizado. Fora que tinha muito rato que ficava andando entre as barracas. Agora, a situação é outra. Temos uma estrutura coberta. Não iremos mais enfrentar o sol quente na cabeça”.

 

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Publicidade:

Advertisement

politica

Cajazeiras e Região