Connect with us

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Obras de requalificação da Rua São Cristóvão estão 20% concluídas

As obras de macrodrenagem e pavimentação na região da Avenida São Cristóvão, uma das principais vias de acesso ao Aeroporto e Litoral Norte, já estão cerca de 20% concluídas, dentro da proposta de requalificação de um quilômetro da via. Uma das transversais, a 1ª Travessa 3 de Maio, está com mais da metade das obras concluída – 53% do total. Na travessa serão requalificados mais 650 metros.

Realizadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), as intervenções têm como objetivo solucionar definitivamente os transtornos causados por alagamentos, buracos no asfalto e piso irregular.

Além disso, serão promovidos serviços como a colocação de piso intertravado, instalação de ciclovias na via central e iluminação de LED para melhorar a qualidade de vidas da comunidade e dos transeuntes.

Com investimento superior a R$9,9 milhões, a ordem de serviço foi assinada em janeiro último e as obras tiveram início imediato. Com duração de 12 meses, a previsão para conclusão e entrega está prevista para dezembro deste ano.

A região contava com um sistema de macrodrenagem antigo e insuficiente para atender as demandas do local. Resultado: constantes alagamentos no período chuvoso. Para resolver o problema, o projeto determina a criação de mais dois canais para melhor escoamento da água da chuva.

Binário – Outra grande ação realizada pela Prefeitura na área de mobilidade em São Cristóvão é a criação de um binário viário. A medida possibilitou o sentido único na Avenida Aliomar Baleeiro (sentido shopping) e retorno pelas ruas Lauro de Freitas e 3 de Maio, sentido Estrada Velha do Aeroporto, melhorando a fluidez do tráfego na região.

O projeto, desenvolvido pela Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) e executado pela Sucop, também englobou a requalificação asfáltica destas vias, além de implantação de sinalização horizontal e vertical. O investimento foi de R$424 mil.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Jovens da BCS Itinga vão apresentar espetáculo teatral em Minas Gerais

O grupo de teatro ‘Junto e Misturado’, da Base Comunitária de Segurança (BCS) de Itinga, em Lauro de Freitas, ensaia um novo espetáculo. A peça ‘A rede – Memórias Compartilhadas’, que aborda as mudanças provocadas pelas redes sociais na atualidade, será apresentada no Festival de Teatro, de 25 de outubro até 1º de novembro, em Minas Gerais.
A companhia já realizou seis peças. Entre elas, a ‘Tati Búfala’, que discute temáticas como o bullying e racismo, e a ‘Fecha os Olhos’, destinado ao público infantil. Licenciado em Teatro, o idealizador do grupo da BCS Itinga, soldado PM Luide Prins, explica que a iniciativa surgiu em 2014, com o propósito de levar a filosofia das artes cênicas para os jovens com idades de 15 a 19 anos. “O teatro é um instrumento de reflexão e autoconhecimento”, afirma.
Diversos jovens tiveram a oportunidade de participar dos espetáculos promovidos pela BCS, a exemplo de estudante Robert Oliveira, 16 anos, que já integrou o Festival Estudantil de Teatro (Feto), em Belo Horizonte. “Conheci muitas pessoas, que me ajudaram no projeto, e o palco me fez ser a pessoa que me tornei hoje”, destaca o jovem.
O ‘Junto e Misturado’ faz parte do projeto Vidas em Cena, que oferece aulas gratuitas de iniciação teatral, na BCS Itinga, ministradas por policiais com formação em artes cênicas.
Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Obras de macrodrenagem nos rios Ipitanga e Joanes avançam

Uma obra com concepção inovadora e que promete diminuir significativamente os alagamentos em Lauro de Freitas e alguns bairros de Salvador, melhorando a vida de 157 mil pessoas. É isso que o Governo do Estado vem realizando, por meio da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), com o projeto de Macrodrenagem do Joanes-Ipitanga.
Enquanto as obras avançam, com investimento da ordem de R$ 170 milhões, oriundos do PAC II, do governo federal, as comunidades do entorno são acompanhadas pela equipe social da Conder e do Consórcio Ipitanga. Além de acompanhar as obras a partir de comissões, as famílias têm realizado cursos profissionalizantes e atividades culturais e de educação ambiental para garantir o desenvolvimento comunitário.
A macrodrenagem vai evitar as enchentes, que prejudicam os moradores do entorno dos rios em época de chuva. A ideia é reter a água em seis reservatórios com capacidade de quase 1,5 milhão de metros cúbicos, dando vazão à água de forma controlada e paulatina, sem causar alagamentos.
“Já tenho muito tempo trabalhando em obras civis, de esgotamento e de drenagem. Nunca tinha participado de um projeto dessa envergadura e com esse conceito de acumulação. É uma coisa nova e que, pelo que se vê em outros lugares e países, realmente funciona”, comenta o coordenador das obras de macrodrenagem da Conder, Jorge Lima.
Os reservatórios, com solo permeável, além de cumprirem a função de drenagem, também serão espaços de convívio e lazer para a população. Nas cotas mais altas e menos sujeitas aos alagamentos temporários, serão instalados equipamentos como quadras, ciclovia e pistas de patinação, entre outros.
Segundo trecho 
No segundo trecho da intervenção, a partir da segunda ponte da Estrada do Coco, vai haver desassoreamento da calha do Joanes-Ipitanga, para garantir que as águas cheguem ao mar sem obstáculos. Em paralelo, serão construídos nove canais que ajudarão os córregos afluentes a drenarem de forma mais eficiente as águas da chuva para os reservatórios.
A entrega de três reservatórios e três canais está prevista para o início de 2020. “Quando todo o sistema estiver funcionando, teremos mais controle das águas das chuvas que atingem as áreas mais densamente povoadas. Então os alagamentos devem reduzir significativamente”, avalia Jorge Lima.
O coordenador também pontua que, para cumprir a contento a função, a intervenção precisa que a calha esteja sempre desobstruída, com atenção especial a algumas pontes e adutoras da Embasa que podem barrar o fluxo de água. Por isso, a parceria com a prefeitura de Lauro de Freitas é fundamental, já que o poder público municipal será o responsável pela manutenção, após a entrega da obra.
Projeto Técnico Social
Enquanto os benefícios da intervenção não chegam, as famílias das comunidades do entorno têm sido envolvidas em uma série de atividades que procuram mobilizar e comunicar os moradores sobre as obras e seu andamento, além de fortalecer a organização comunitária, a educação ambiental e geração de renda. Na quarta (18), por exemplo, foi concluído um curso de formação de 40 horas de técnicas de grafite, voltado a jovens e crianças. Na quinta-feira (19), um curso de especialização para manicures.
Moradora do Jardim das Margaridas, Julia Santos, 12 anos, é uma das beneficiárias. Ela participou as oficinas de grafite para aprimorar suas técnicas de desenho. “Aprendi mais sobre sombreamento, como fazer as letras e usar o spray. Com esse aprimoramento, mais para a frente, talvez eu consiga ganhar dinheiro”. Já Pablo Albuquerque Cruz, de 13 anos, aponta que vai sentir orgulho quando passar no local onde pintaram um painel com a temática ‘Meio Ambiente’.
Joelson Ferreira, 39, mobilizador do curso e integrante da cena hip hop de Lauro de Freitas, ressalta o valor da arte educação. “É de fundamental importância porque pode transformar a vida das pessoas. Esses meninos começam a ter mais noção de artes plásticas e da cultura hip hop e poderão investir nisso”, explica.
Para o mês de outubro estão previstas oficinas sobre coleta seletiva, amarração de turbantes e maquiagem para pele negra, além de uma palestra sobre qualificação profissional voltada para jovens que buscam o primeiro emprego. Outras informações podem ser obtidas no escritório social do projeto, na Rua Valentina dos Santos, Quadra E, N° 1, em Itinga, Lauro de Freitas, ou pelo telefone 3252-2171. A equipe do setor social da Conder também está disponível no local.
Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Musa Cajazeiras 2019 irá concorrer Miss Brasil em dezembro; Veja o vídeo

Da periferia para o mundo, moradora do Bairro de Castelo Branco, Kelly Cristina, tem vinte e dois anos e é atual Musa Cajazeiras e campeã do Miss Bahia 2019

Há quatro anos Kelly já realizava alguns trabalhos na área participou de editoriais de moda para One Studio Fotografias, Monica garrido e Studio Alberto Alves Monica garrido (que trabalha com pigmentação natural para tecidos) Studio Alberto Alves Stilist de moda e Hair End Makeup Artistic mas foi somente no ano passado que ela passou ser uma Modelo agenciada.

Foto: Fala Cajazeiras

Kelly já participou do Beleza Black 2018, este ano foi a primeira vez que ela participou do Musa Cajazeiras a sua grande incentivadora foi Anny Fagundes, Kelly competiu com outras candidatas e foi eleita Musa Cajazieras 2019.

Em seguida, Kelly foi selecionada para participar do miss Bahia e agora se prepara para ir concorrer no Miss Brasil em dezembro deste ano. A rotina da jovem é bastante corrida, além de cuidar do corpo com exercícios e disciplina na alimentação acompanhada do Seu nutricionista Marcelo Oliveira , ela estuda, trabalha com design de sobrancelha e é maquiadora a Modelo também enfrenta algumas dificuldades como a falta de apoio por parte dos empresários locais.

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região