Connect with us

E.C. VITÓRIA

Vitória finaliza treinamento no Barradão e viaja nesta sexta (10) para Porto Alegre (RS)

Published

on

Fotos: Maurícia da Matta / EC Vitória

O Vitória finalizou na manhã desta sexta-feira (10) o último treinamento em solo baiano antes do duelo diante do Grêmio, próximo domingo (12), em Porto Alegre, às 19h, na Arena Grêmio. O elenco viaja ainda hoje para a capital gaúcha, onde tem mais um treino marcado para sábado (11), pela manhã.

O dia começou com um aquecimento, sob o comando do preparador físico Lucas Itaberaba. Os atletas trabalharam confrontos individuais, desenvolvendo jogadas individuais, drible e desarme. Depois, o técnico interino João Burse promoveu um coletivo, focando nas jogadas ofensivas. O treino foi finalizado com fundamentos e chutes a gol.

Os atletas Rhayer e Guilherme iniciaram hoje a fase de transição, ainda controlado, assim como Juninho. Willian Farias fez trabalho físico na academia, como musculação e corrida. Para o duelo, apenas Arouca está fora, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

 

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. VITÓRIA

Neilton avalia má fase e nega corpo mole: “Não estou de sacanagem”

Published

on

Neilton foi o principal jogador do Vitória no primeiro semestre da temporada. Foram 18 gols marcados até a pausa para a Copa do Mundo. E foi justamente após o Mundial que a fase do atacante virou. Desde julho, ele balançou as redes apenas uma vez em 11 partidas realizadas.

No último sábado, mais uma vez Neilton teve atuação apagada. Na derrota para o Ceará, no Castelão, o jogador rubro-negro contribuiu pouco e acabou substituído no segundo tempo, por André Lima. Na saída de campo, ele comentou a fase ruim, com sete jogos sem marcar, e negou fazer corpo mole.

– Jogador vive de fase. Se você for ver, no Brasil, o jogador que vive um ano em boa fase é difícil. Talvez não tenha no Brasil. Entendo minha fase, mas tenho que ser respeitado pelo que fiz esse ano, ano passado, quando ajudei a equipe da melhor forma possível. Estou trabalhando, me dedicando, para que essa fase passe rápido, para que eu volte a marcar e dê alegria ao torcedor. Entendo que estão chateados, não estou rendendo o esperando, mas não estou de sacanagem. Estou trabalhando para render bem de novo – comentou Neilton para a rádio Metrópole, de Salvador.

A fase do atacante também gerou questionamentos para o técnico Paulo Cézar Carpegiani. O treinador admitiu que Neilton não vive um bom momento, mas pontuou que não possui um substituto com características parecidas para promover mudanças na formação titular.

– Quem é que eu tenho? O problema é que muitas vezes não é só o Neilton. Tem um ou outro jogador que não está bem fisicamente. Dificuldade que a gente ainda tem. Estou esperando o Luan, vai levar um pouco de tempo. Há uma escassez de jogadores que poderiam ser a solução. Hoje vou parabenizar a equipe adversária. Foi melhor. Precisamos buscar soluções. Estou olhando as categorias de base. Precisamos encontrar soluções para apresentar um futebol como apresentamos em casa, forte, competitivo. Hoje deixamos a desejar sobre todos os aspectos.

Na última vez que atuou no Barradão, Neilton deixou o gramado vaiado pelo torcedor. No próximo domingo, ele jogará novamente diante do torcedor rubro-negro. A partida será contra o Botafogo, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Zaga volta a falhar e Vitória perde por 2×0 para o Ceará

Published

on

(Moysés Suzart / EC Vitória)

O rubro-negro tropeçou diante do Ceará, neste sábado (15), na Arena Castelão, em Fortaleza (CE), pelo Campeonato Brasileiro da Série A.

Os donos da casa venceram por 2 a 0, gols de Calyson e Samuel. O Vitória tem 29 pontos no Brasileirão e volta a jogar no domingo (23), às 18h, no Barradão, contra o Botafogo.

FICHA TÉCNICA

Ceará 2×0 Vitória (Campeonato Brasileiro / 25ª rodada)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data: 15/09/2018, às 16h
Arbitragem: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza, auxiliado por Anderson José de Moraes Coelho e Bruno Salgado Rizo (tri paulista)

A série invicta de quatro jogos do Vitória na Série A teve fim nesta sábado (15), justamente num jogo que o Leão não podia perder. Diante do Ceará, no Castelão, levou 2×0 de um adversário direto contra o Z4.

Além do resultado, é de lamentar a atuação da defesa rubro-negra, que comemorava não sofrer gol há quatro jogos. Os dois gols do Vozão vieram em falhas de marcação, sobretudo da lateral esquerda.

Mesmo com a derrota, o Leão não tem chances de ir para a zona de rebaixamento. Termina este sábado em 12º, com 29 pontos, quatro a frente da degola. O rubro-negro pode cair até 16º a depender dos resultados deste domingo (16).

No próximo domingo (23), às 18h, o Vitória joga em casa, contra o Botafogo, pela 26ª rodada da Série A.

Desfalques pesaram

Todo mundo já sabia que os desfalques de Lucas Ribeiro e Erick fariam falta. Eles tiveram contribuição decisiva na fase invicta de quatro jogos do Leão: o primeiro, garantindo segurança à zaga e o outro fazendo gol de três pontos.

Diante do Ceará, Carpegiani apostou em Aderllan para a defesa e no lateral esquerdo Bryan como ponta. Pois foi numa péssima atuação – coletiva, mas especialmente desta dupla – que o Vitória levou dois gols.

A marcação, que vinha tão bem, falhou gravemente em dois lances da etapa inicial. Na primeira, saiu gol. Aos 27 minutos, o Vitória tinha uma saída de bola até simples de ser feita, mas Meli forçou um passe longo para a esquerda.

Fabiano, que vinha revezando com Bryan na subida ao ataque – ambos são laterais – não entendeu o passe. Samuel Xavier dominou fácil e avançou com total liberdade, nas costas de Bryan. Ele cruzou. Aderllan e Ramon viram a bola passar e bater na barriga de Calyson, no segundo pau, para abrir o placar.

Aos 45, outra falha. Felipe Jonatan cruzou da esquerda, a bola passou por Aderllan, que nada fez, e Leandro Carvalho no segundo pau, ganhou na corrida de Bryna. O atacante perdeu chance claríssima de ampliar.

Mas não dá para individualizar os erros. O Vitória vinha mal como um todo, muito diferente daquele time dos últimos quatro jogos. Neilton, apagado, não conseguia dar sequência às jogadas. O Leão não deu um chute sequer a gol na primeira etapa.

Apesar do placar, o Vitória voltou displicente para o segundo tempo. O segundo gol começou numa falta mal batida por Bryan. Com a dupla de zaga na área, ele cobrou curto, abrindo o contra-ataque para o Ceará.

Jeferson até que conseguiu anular o contra-ataque. Na sequência, Bryan teve oportunidade de dominar a bola, mas tentou matar no peito e a entregou de volta ao adversário, que girou para o lado direito do ataque. Samuel Xavier recebeu por ali aos três minutos e, de dentro da área, fez um golaço de primeira.

Falar do que aconteceu nos minutos seguintes é até desnecessário. É só dizer que Arthur perdeu um gol cara a cara com o goleiro aos 23 e acertou o travessão aos 27. O placar podia ser até maior.

O Leão ainda colocou a bola na trave duas vezes, com Léo Ceará aos 16, chutando de fora da área, e Fabiano aos 30, após cobrança de escanteio. Ainda assim, a reação nunca pareceu estar ao alcance.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Com gol de Erick e uma expulsão, Vitória bate o Vasco no Barradão

Published

on

Num duelo contra a zona de rebaixamento, melhor para o Vitória, que venceu o Vasco neste domingo à noite e subiu duas posições na tabela do Campeonato Brasileiro. No Barradão, com gol do atacante Erick e com muito pouca inspiração, o Rubro-Negro fez 1 a 0 e derrotou o desesperado Vasco.

PRIMEIRO TEMPO

Fica até difícil escrever alguma coisa sobre os primeiros 45 minutos no Barradão. Em uma noite de pouca (ou nenhuma) inspiração, Vitória e Vasco não criaram absolutamente nada na etapa inicial. As duas equipes, pressionadas pela parte de baixo da tabela do Campeonato Brasileiro, erravam passes no meio de campo e não faziam o suficiente para furar o bloqueio adversário. Resumindo: um dos piores primeiros tempos da competição.

SEGUNDO TEMPO

Aí, sim, tivemos jogo! Justamente pela necessidade de vencer, as duas equipes foram ao ataque com mais empenho e se abriram mais. O Vasco foi quem chegou com perigo antes: Pikachu, de cabeça e depois de direita já dentro da área, deu trabalho para o goleiro Ronaldo. A resposta, porém, foi fatal para os cruz-maltinos. Os donos da casa chegaram com velocidade ao ataque e garantiram a vitória com o gol de Erick.

Depois disso, o Vasco foi com tudo para o ataque e ainda criou mais duas ótimas chances. Primeiro, Ramon tocou para trás e Marrony desperdiçou já na pequena área. Na sequência, Léo Gomes desviou para o próprio gol e contou com uma ótima defesa do goleiro Ronaldo para que o Vitória não desperdiçasse os três pontos.

CONFUSÃO

Depois do gol de Erick, Yago Pikachu e Lucas Ribeiro trocaram xingamentos e foram expulsos pelo árbitro da partida. A confusão, porém, não parou dentro de campo. Jogadores reservas dos dois times foram para o vestiário tentar apartar a discussão. Até a Polícia Militar foi chamada para intervir.

SITUAÇÃO NA TABELA

Com o resultado positivo, o Vitória chega a 29 pontos e se afasta da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro: está em 12º lugar. Já o Vasco segue em situação delicada, com 24 pontos, em 16º lugar, empatado com Sport e Ceará – só está à frente nos critérios de desempate.

Clique aqui e veja a tabela do Brasileirão!

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região