Connect with us

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Atendimento em ambulatório e cirurgias eletivas são suspensos em Lauro de Freitas

Published

on

Foto: Edgard Copque

Os atendimentos ambulatoriais e cirurgias eletivas nas unidades da rede municipal de Saúde de Lauro de Freitas foram suspensos pelo prazo de 15 dias. A medida foi divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde através de comunicado que regulamenta o funcionamento das unidades durante o período de pandemia de Coronavírus (Covid-19). Até o momento três casos da doença foram confirmados na cidade e outros 55 estão em investigação.

De acordo com o documento, nas unidades Hospital Municipal Professor Jorge Novis, Complexo Municipal de Saúde, Policlínica Professor Carlos Bastos, Serviço Especializado de Reabilitação Auditiva, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) os atendimentos ambulatoriais estão suspensos pelo prazo determinado, podendo ser ampliado caso haja necessidade. Os serviços odontológicos emergenciais continuam mantidos nas 16 Unidades de Saúde da Família (USF) das 7h às 16h, e Pronto Atendimento Nelson Barros em plantão de 24h.

A medida assegura que serviços essenciais como ambulatório de psiquiatria, gestação de alto risco, doença falciforme, ambulatório de Atenção às Vítimas de Violência Sexual, Centro de Testagem e Aconselhamento, Centro de Referência em Tuberculose e Hanseníase e dispensação de medicamentos na rede continuarão em funcionamento. “Esses atendimentos não podem parar são essenciais sobre pena de sobrecarregar a rede de urgência e emergência e neste momento nossa estratégia é justamente o oposto, tentando reduzir esse fluxo no atendimento emergencial”, explicou o secretário de Saúde (Sesa), Vidigal Cafezeiro.

Entre as ações estratégicas tomadas para conter o avanço do coronavírus no município, a Sesa avalia a possibilidade do Complexo Municipal de Saúde localizado na Itinga entre a UPA e a Upinha, funcionar como centro de triagem. “No local, a equipe fará as primeiras avaliações nos pacientes e encaminhará para a unidade que melhor irá atendê-lo. A intenção é fazer com que nas recepções das unidades não haja aglomerações, um dos critérios que ajudam a conter o vírus”, contou.

O secretário salienta que as unidades de Pronto Atendimento Nelson Barros e Areia Branca, UPA, Upinha e nas USF estão prontas para atender a população e realizar diagnóstico clínico ou laboratorial caso apresente sinais e sintomas aliado ao critério epidemiológico. “É recomendável que em todos os casos de síndrome gripal seja questionado o histórico de viagens. O diagnóstico que levará a realização do exame depende da investigação clínica”, frisou.

Os atendimentos presenciais na Central Municipal de Regulação e nas USFs que são postos reguladores para marcação de consultas e exames estarão suspensos pelo mesmo período. “Os encaminhamentos realizados pelo SISREG (sistema de regulação) serão reagendados assim que for restabelecido o funcionamento. Para pacientes oncológicos e renais crônicos o serviço será mantido através do telefone 3288-3455 e 3288-8652”, acrescentou o coordenador da Regulação, Alan Reis.

Faça um comentário

Publicidade:

Advertisement

politica

Cajazeiras e Região