Connect with us

E.C. BAHIA

ahia empata com o Flu, em Feira, na estreia estadual

Published

on

Na tarde deste domingo (20), com uma equipe jovem, formada por atletas que não atuaram como titulares na última quarta-feira e comandada pelo auxiliar-técnico Cláudio Prates, o Bahia empatou em 0 a 0 com o Fluminense, em Feira de Santa, na estreia do Tricolor pelo Campeonato Baiano 2019.

O time volta a campo agora na quarta-feira (23), quando enfrenta a Juazeirense, às 20h30, na Fonte Nova, pela 2a rodada do Baianão. Já no sábado (26), às 16h, a equipe vai a Recife enfrentar o Santa Cruz, em sua segunda partida pela Copa do Nordeste.

O Esquadrão começou o duelo tentando se acostumar com as condições de jogo. Ventava muito em Feira de Santana, o gramado estava seco e curto, o que fazia a bola ‘correr’ mais do que o normal. Enquanto ‘calibrava’ seus passes e lançamentos, o Bahia pouco criou, mas ao menos também não foi ameaçado pelo adversário.

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Aos 18 minutos, o Fluminense teve a chance de abrir o placar num chute da entrada da área, mas Bambam mandou para fora. Depois do susto, o Esquadrão passou a ter do domínio das ações, com mais posse de bola, rondando sempre a área do Touro.

Assim, o Bahia criou três boas chances de abrir o marcador. Aos 28, Felipinho aproveitou uma sobra na entrada da área, chutou forte de perna esquerda e a bola bateu na rede, pelo lado de fora. Aos 31 foi a vez de Junior Brumado cabecear bonito após cruzamento de Matheus Silva, com o goleiro do Flu salvando com a ponta dos dedos. Aos 44, Felipinho fez jogada individual em contra-ataque e arriscou de fora da área, raspando a trave do time de Feira.

A etapa final começou com um ritmo melhor de jogo, com o Fluminense se arriscando mais e dando um pouco mais de campo para o Bahia atuar. Aos 6, Brumado recebeu cruzamento perfeito de Mayk, mergulhou de peixinho, mas mandou para fora. Aos 11, após falta cobrada por Marco Antônio, Everson obrigou o goleiro do Flu a fazer ótima defesa e, no rebote, Brumado quase marcou, mas a zaga chegou a tempo de cortar.

Aos 24, Rodrigo entrou no lugar de Marco Antônio e o atacante quase marcou logo em seu primeiro lance, aos 31, pela direita, após lançamento de Everson. O chute da entrada da área, contudo, foi fraco e de fácil defesa para o goleiro. Aos 35, pela esquerda, o mesmo Rodrigo cortou dois zagueiros e bateu da entrada da área, mas novamente sem potência.

O Tricolor tentou o gol do triunfo até o fim, mas o placar ficou mesmo no 0 a 0.

O Bahia atuou com: Fernando; Matheus Silva, Everson, Ignácio e Mayk; Luís Fernando, Lepu, Felipinho, Iago (Caique) e Marco Antônio (Rodrigo); Júnior Brumado (Uéslei).

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. BAHIA

FBF define arbitragem do jogo de volta da final entre Bahia e Bahia de Feira

Published

on

A equipe de arbitragem para a decisão do Campeonato Baiano de 2019 está definida. Nesta quarta-feira, a Federação Bahiana de Futebol (FBF) divulgou que Luiz Flávio de Oliveira apita a partida entre Bahia e Bahia de Feira, marcada para domingo, às 16h (de Brasília), na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Luiz Flávio de Oliveira será auxiliado por Paulo de Tarso Bregalda Gussen e José Carlos Oliveira dos Santos.

O árbitro de vídeo (VAR) será Rodrigo Nunes de Sá, do Rio de Janeiro e do quadro da CBF. O carioca terá como assistente de árbitro de vídeo (AVAR) o baiano Elicarlos Franco de Oliveira. Já o supervisor será Sérgio Corrêa, ex-presidente da Comissão de Arbitragem da CBF e atual Coordenador de VAR da entidade.

A primeira partida entre Bahia e Bahia de Feira, realizada no último fim de semana, no Joia da Princesa, em Feira de Santana, terminou empatada em 1 a 1. Assim, o time que vencer neste domingo fica com o título. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

Treinador Roger Machado analisa triunfo e comemora classificação

Published

on

Na estreia do técnico Roger Machado, o Bahia venceu o CRB por 1 a 0, na Fonte Nova, e avançou de fase na Copa do Brasil. Após a partida, o estreante da noite começou falando sobre a mística tricolor.

“As primeiras coisas (que me falaram) quando cheguei era que tínhamos uma torcida calorosa, que ia nos empurrar, e que o Bahia costumava fazer gols nos minutos finais. Não precisa ser todo jogo, né? Porque senão mata a gente do coração. Chegando nesse contexto e sendo agraciado com essa mística a favor da gente, acho que é bom sinal”, disse.

O comandante também fez a análise da equipe na sua primeira partida.

“O jogo se encaminhou como a gente imaginava. Fizemos o gol na jogada menos lucida que criamos, mas que demostrou o ímpeto e a vontade dos jogadores. Aquele momento que a torcida começou a levantar a voz no estádio, foi crucial. Estamos de parabéns, e o torcedor muito mais. Gostei do que vi e saio muito feliz com essa classificação”, declarou.

O treinador também falou sobre observações que fez do grupo nesses primeiros dias no Esquadrão.

“O que deu para observar nesses dias é que temos um grupo qualificado, como todo clube grande, está sempre prospectando reforços, mas que esse grupo qualificado tem que ralar a bunda no chão, jogar com intensidade. O torcedor tem que se ver representado dentro de campo, como foi hoje, o que tenho certeza é que esse grupo vai ser aguerrido até o final. Estou bastante satisfeito pelo contexto geral, por esse grupo que deseja muito fazer história aqui no nosso clube”, afirmou.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

Nos acréscimos, Bahia bate o CRB e avança na Copa do Brasil; Vejas as Fotos

Published

on

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

Na estreia do técnico Roger Machado, a estrela Tricolor brilhou na noite desta terça-feira (9) e o Bahia bateu o CRB por 1 a 0, na Fonte Nova, com um gol de Élton nos acréscimos, garantindo assim uma vaga na 4a fase da Copa do Brasil. O duelo de ida, na semana passada, em Maceió, terminou em 1 a 1.

Fotos: Felipe Oliveira / EC Bahia

O Esquadrão agora espera o sorteio da CBF para conhecer seu próximo adversário no torneio, como jogos previstos para 17 e 24 deste mês. Enquanto isso, neste domingo, em Feira de Santana, o time faz o duelo de ida da final do Baianão contra o Bahia de Feira.

No gramado, com 18 mil torcedores empurrando a equipe e com o adversário em campo apenas para se defender, o Bahia passou a maior parte dos 90 minutos com a posse de bola tentando furar a retranca do CRB. E com a área congestionada, as melhores chances do Tricolor na etapa inicial apareceram em lances de bola parada ou em chutes de longa distância.

O Esquadrão chegou perto com dois ‘balaços’ de Douglas Augusto, aos 2 e aos 22, num chute cruzado e Ramires, aos 43, e numa cabeçada de Arthur Caíke, aos 23. O goleiro Anderson foi ameaçado apenas aos 38, em contra-ataque que terminou com uma finalização que passou rente à trave.

No segundo tempo, o panorama se repetiu, mas com a pressão na Fonte Nova aumentando a cada minuto que se passava. Com Fernandão no lugar de Ramires e coma expulsão de Igor, aos 34, o Tricolor se arriscou mais e quase marcou aos 30 com Douglas Augusto (que recebeu cartão vermelho aos 40), carimbando o travessão em chute da marca do pênalti.

Por um atendimento de ambulância no campo ao atacante Zé Carlos e pela ‘cera’ do CRB, o árbitro deu 10 minutos de acréscimos, e quando todos já esperavam pela disputa de pênaltis, a estrela tricolor brilhou na Fonte Nova. Aos 53, após um bate rebate dentro da área, a zaga do time alagoano cochilou e Élton chutou de biquinho na pequena área, com a bola passando por baixo das pernas do goleiro e entrando devagarzinho no gol, para delírio nas arquibancadas.

O Bahia atuou com Anderson; Nino, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés; Elton, Douglas Augusto, Arthur Caíke (Shaylon), Ramires (Fernandão) e Elber (Artur); Gilberto.

Faça um comentário
Continue Reading
Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região