Connect with us

FALA MUNICÍPIOS

Campanha Nacional de Multivacinação foi iniciada nesta sexta-feira (1) em Lauro de Freitas

Published

on

Foto: Maína Diniz

A Secretaria Municipal de Saúde (SESA) de Lauro de Freitas iniciou, nesta sexta-feira (1º), a Campanha Nacional de Multivacinação, voltada à vacinação ou atualização do esquema vacinal de crianças e adolescentes com menos de 15 anos. As vacinas disponibilizadas para o público previnem contra 28 doenças, a exemplo de difteria, tétano, febre amarela, sarampo, caxumba, rubéola, hepatite, poliomielite, febre amarela, entre outras.

Clarice de Jesus Santos, mãe da pequena Miriam, de apenas um ano de idade, foi cedo a uma das Unidades de Saúde da Família (USFs) do município, para garantir que a caderneta de vacinação da filha permaneça atualizada. “Vim trazer ela para dar a vacina de um ano, para não ficar como algumas mães que acabam não completando a vacinação dos filhos. Às vezes dá pena, mas temos que dar a vacina, para não prejudicar a criança nem a gente”, declarou Clarice.

De acordo com a Vigilância Epidemiológica da SESA, durante a campanha são oferecidas a este público todas as vacinas que compõem o Calendário Nacional de Vacinação da Criança e do Adolescente, permitindo a atualização e o aumento da cobertura vacinal, o que contribui para o controle das doenças imunopreveníveis. A mãe Natália Santos de Jesus sempre está atenta à saúde da filha e neste ano não foi diferente.

“Para não deixar que nossos filhos fiquem doentes, nada melhor do que a vacina, por isso sempre fico atenta às datas de vacinação para proteger a saúde de minha filha”, ressaltou Natália, mãe de Ketelin Santos de Jesus, de apenas três meses de idade. A Campanha Nacional de Multivacinação segue até o dia 29 de outubro nas 16 USFs do município, das 8h às 16h. É necessária a apresentação de caderneta de vacinação e documento de identificação.

Contraindicações

Crianças ou adolescentes que estiverem apresentando quadros febris ou uso de corticóides por mais de 14 dias devem adiar a atualização da caderneta. Gestantes e puérperas também devem informar sobre a condição. De acordo com o Ministério da Saúde, não é necessário intervalo de 14 dias entre a dose da COVID-19 e as demais vacinas.

Vacinas disponíveis

Para crianças: BCG; Hepatite B; Poliomielite 1,2,3 (VIP – inativada); Poliomielite 1 e 3 (VOP – atenuada); Rotavírus humano G1P1 (VRH); DTP+Hib+HB (Penta); Pneumocócica 10-valentes; Meningocócica C (conjugada); Febre Amarela (Atenuada); Sarampo, Caxumba, Rubéola (SCR); Sarampo, Caxumba, Rubéola e Varicela (SCRV); Hepatite A (HA); Difteria, Tétano, Pertussis (DTP); Difteria, Tétano (dT); Papilomavírus humano (HPV); Varicela, pneumocócica 23-valente (Pncc 23*) vacina indicada para população indígena a partir dos cinco anos de idade.

Para adolescentes: Hepatite B (HB recombinante); Difteria, Tétano (dT); Febre amarela (Atenuada) ; Sarampo, Caxumba e Rubéola (SCR); Papilomavírus humano (HPV); Meningocócica ACWY (conjugada); Pneumocócica 23-valente (Pncc 23) vacina indicada para população indígena.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement
error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®