Connect with us

LAURO DE FREITAS

Estudantes da rede municipal de Lauro de Freitas voltam às aulas com transmissão pela TV Kirimurê

Published

on

Foto: Rafael Magno

Cerca de 25 mil estudantes da rede municipal de Lauro de Freitas retornaram às atividades remotas, nesta segunda-feira (1o), com aulas transmitidas pela TV Kirimurê, no canal 10.3 da tevê digital aberta para toda a população do município.

Aluna do 4º ano do Centro Educacional Municipal Fênix, a pequena Sophia Ketlyn Brito, 10 anos, seguiu o ritual do primeiro dia como se fosse para a escola. Acordou cedo, vestiu a farda, mas a aula inicial da última unidade do ano letivo 2020 foi em frente à televisão de casa.

Os dias que antecederam a exibição de estreia foram recheados de expectativa, contou a mãe da estudante, Darivalda Santos Sá, 29 anos. “Desde que foi informado que as aulas seriam pela televisão, ela passou a acordar cedo todo dia para não perder o conteúdo”, disse.

Segundo a mãe, a família nem precisou sintonizar o aparelho para o canal 10.3, que foi atualizado automaticamente pela própria televisão. A turma de Sophia estava com aula marcada no horário das 8h30 às 9h, mas ela ainda acompanhou a aula do grupo anterior.

“Eu gostei muito do conteúdo, dessa iniciativa da Prefeitura e da Secretaria de Educação, para as crianças não ficarem para trás”, avaliou. “A ideia de passar a aula na tevê é boa, pois nem todo mundo tem internet. Até a pequena, de 4 anos, assistiu as aulas”, concluiu.

Em paralelo às aulas televisionadas, os estudantes receberão cadernos de atividades elaborados pela equipe da Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (Semed), para que as unidades escolares possam acompanhar o desenvolvimento dos alunos em relação ao conteúdo veiculado.

As aulas são transmitidas de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h, das 14h às 17h e das 19h às 21h, com conteúdo gratuito elaborado pelo projeto Vamos Aprender, uma parceria técnica entre gestores de educação, instituições da sociedade civil e de aprendizagem remota de todo o Brasil.

Aula inaugural

A abertura do calendário 2020/2021 foi marcada por uma live com a prefeita Moema Gramacho, a secretária municipal de Educação, Vânia Galvão, o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, e a coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Alessandra Assis.

Durante a exibição, que teve mais de quatro mil visualizações, a prefeita parabenizou todos os profissionais da educação pelo esforço conjunto. “Agradeço também a compreensão das famílias por entenderem a necessidade de continuarmos com as aulas remotas”, disse a prefeita.

A prefeita também anunciou a entrega de tablets aos estudantes e professores, com acesso à internet, como mais uma ferramenta para o ensino remoto do ano letivo 2021, a partir de maio. “Começamos com a TV Kirimurê, mas o município está se preparando da melhor forma possível”, garantiu.

Titular da Semed, a secretária Vânia Galvão abriu a fala com a leitura do poema A Inconstância dos Bens do Mundo, do baiano Gregório de Matos. A gestora ressaltou que o ensino remoto surge da necessidade de preservar as vidas das pessoas, neste momento de alta dos casos de Covid-19.

“É uma cultura nova, que está se tentando implementar no município, com aulas por televisão aberta. Foi a forma que encontramos, neste momento, de fazer chegar as nossas aulas aos nossos alunos e alunas. É preciso paciência, pois a situação atinge todo o Brasil”, argumentou a secretária.

O secretário Jerônimo Rodrigues destacou a importância da retomada das atividades em Lauro de Freitas, falou sobre colaboração do Estado com os municípios e dos novos desafios impostos à educação por causa da pandemia do novo coronavírus.

“Temos muitos prejuízos contabilizados na aprendizagem dos estudantes, por causa da pandemia, mas quero parabenizar o esforço feito pela secretaria, professores e estudantes. A prefeitura tem feito seu dever de casa, não por obrigação, mas por amor à educação”, afirmou o secretário.

Para a coordenadora do Fórum Estadual de Educação, Alessandra Assis, a mobilização do Município pela educação é constante. “Lauro de Freitas tem um esforço permanente de valorização da educação, dos profissionais, para oferecer a melhor escola possível aos 28 mil estudantes da rede”, observa.

Faça um comentário
Advertisement

publicidade

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®