Connect with us
Anúncio

E.C. VITÓRIA

Neilton comenta busca por novo técnico e espera por fim de oscilação do Vitória

Published

on

Neilton espera que novo treinador ajude a equipe a melhorar desempenho na Série A (Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória / Divulgação)

Vitória completa nesta quarta-feira o terceiro dia sem um técnico. A diretoria rubro-negra ainda busca um substituto para Vagner Mancini, demitido no último domingo, após o time baiano ser goleado pelo Atlético-PR, na Arena da Baixada. Até o momento, não há definição sobre o alvo escolhido para assumir a equipe, que ocupa a 14ª colocação da Série A, com 18 pontos.

Titular absoluto com Vagner Mancini e principal jogador do clube no primeiro semestre, Neilton pediu paciência para que a diretoria do Vitória consiga contratar um profissional que recupere o time. Enquanto o anúncio de um novo treinador não é realizado, João Burse, técnico do Sub-23, comanda o elenco de forma interina.

– A gente vem mantendo o trabalho no dia a dia. O João [Burse] está de interino, ajudando nossa equipe da melhor maneira possível. Vem passando novas ideias, ideias dele. A gente está procurando adaptar rapidamente para o jogo contra o Cruzeiro. Em relação ao novo treinador, deixa a diretoria resolver com paciência. Se for para trazer, que traga alguém que realmente queira nos ajudar a sair dessa situação. Deixa a diretoria trabalhar com paciência para trazer o melhor técnico para nos ajudar.

Um dos desafios do novo treinador será o de acabar com a oscilação do time. O Vitória não consegue manter uma regularidade de atuações, o que impacta diretamente nos resultados. Após 16 rodadas, o Rubro-Negro ainda não emplacou uma sequência de triunfos.

– A gente se cobra muito por isso. A gente tem total consciência disso. Faz um bom jogo, depois oscila, faz outro bom jogo, oscila de novo. Estamos procurando esse equilíbrio. Estamos nos cobrando bastante para manter o mesmo nível. A gente tem que tomar uma decisão sobre o que queremos na competição. E o que a gente quer é manter o mesmo padrão durante os jogos, não oscilar muito. Isso atrapalha nossa equipe. Podíamos estar em uma situação mais agradável no campeonato. Não estamos por causa dessa situação. Estamos buscando um equilíbrio para que possamos buscar coisas maiores no campeonato – avaliou Neilton.

O Vitória encara o Cruzeiro no próximo domingo, equipe que Neilton conhece bem. Ele defendeu a equipe mineira entre 2014 e 2015. Diante de um adversário que está na primeira metade da tabela de classificação, o atacante avisa que o Rubro-Negro precisará tomar certos cuidados.

– O Cruzeiro é uma equipe bem qualificada. A gente tem que tomar muito cuidado. Assisti ao jogo contra o Santos, fora de casa, venceram jogando bem. Temos que tomar cuidado, mas vamos ver o que o João [Burse] tem para passar para a gente. Se acha que temos que pressionar ou ficar um pouco atrás, para que a gente possa estar preparado – concluiu o atacante rubro-negro.

A partida entre Vitória e Cruzeiro está marcada para 16h. Os ingressos estão à venda.

Confira outras declarações de Neilton:

Ambiente na Toca do Leão

– O ambiente aqui é bem agradável. Sou suspeito para falar. Cheguei ano passado e o ambiente não estava muito bom. Depois de um tempo foi melhorando. Hoje está muito bom, somos todos amigos, gostamos um do outro, brincamos um com o outro. Isso faz a diferença. Temos que nos cobrar na hora que precisamos nos cobrar. Sabemos que estamos devendo e estamos nos cobrando por isso. Precisamos vencer os jogos para permanecer com um ambiente agradável, que fica melhor para todo mundo trabalhar. Aqui tem um dos melhores ambientes dos clubes que trabalhei. Ambiente é muito bom, tanto funcionários quanto jogadores. Espero que a gente possa levar esse ambiente para dentro de campo para conseguir bons resultados.

Promessa para a torcida

– A gente vai se empenhar, se entregar bastante. Vamos procurar corrigir o que foi feito nos últimos resultados. Daqui para frente conquistar bons resultados para ter uma identidade, vencer. Diferente do que aconteceu no ano passado, vencer dentro de casa. O torcedor pode esperar empenho e dedicação.

informações do G1

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. VITÓRIA

Presidente do Vitória não renuncia e projeta 2019 com a base

Published

on

Assumindo total responsabilidade pelo fracasso do Vitória em 2018 – e o consequente rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro -, o presidente do clube, Ricardo David, iniciou a coletiva de imprensa, nesta terça-feira (27/11), pedindo desculpa ao torcedor rubro-negro. “Sou o maior responsável pelo que aconteceu”, disse, garantindo que não deixa o cargo, mesmo sob a ameaça de renúncia coletiva do conselho deliberativo.

Na oportunidade, o dirigente afirmou que um somatório de erros fez o time profissional não obter nenhum sucesso em 2018, inclusive o de não ser mais próximo do conselho. Contudo, para ele, o principal foi não ter “reforçado as verdades do Vitória”, como ter um time competitivo – o que será fundamental no ano que vem. “A série B tem suas características e dificuldades específicas. Ainda nesta semana vamos nos reunir com a CBF e também já estamos buscando algum técnico que conheça essas especificidades”.

TÉCNICO E JOGADORES

Questionado se o ex-treinador do Bahia, Guto Ferreira, seria uma possibilidade, David não descartou a ideia e citou, também, Gilson Kleina como um dos “alvos de análise”. “Um dos maiores erros de clubes que disputam a Série A e já jogaram a Série B é querer  dar o mesmo tratamento para as duas divisões. Não faremos isso”, ponderou.

O atual comandante do Leão, João Burse, que assumiu após a saída de Carpegiani, volta à equipe sub-23 no próximo ano. Esquipe essa que deverá ser a cara do profissional na segunda divisão, com o intuito de fortalecer a base, ainda de acordo com o dirigente.

Em relação aos atuais jogadores, Ricardo David divulgou os que “não fazem parte do planejamento do time em 2019”. São eles: Rhayner, Aderllan, Wallyson, Bryan, André Lima, Lucas e Arouca. Estes dois últimos, inclusive, tiveram suas férias antecipadas e não enfrentam o Palmeiras no domingo (2/12), pela última rodada do Brasileirão. Ambos pertencem ao alviverde.

informações: Aratu OnLine

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

“Não tem o que falar”, comenta Jeferson sobre empate dentro de casa

Published

on

O resultado diante do Grêmio neste domingo (25), no Barradão, colocou o Vitória numa situação complicada. Para se manter na elite do futebol nacional na próxima temporada, o Leão precisa torcer pela derrota da Chapecoense contra o Corinthians, nesta noite, e São Paulo, no próximo fim de semana, além de tirar a diferença no saldo de gol. Em entrevista após o apito final ao canal Premiere FC, o lateral-direito Jeferson comentou a situação.

“Difícil falar, desde o jogo com o Corinthians a gente vem jogando bem, mas o resultado não vem. Só empate, empate, algumas derrotas. Corremos até o final, saímos exaustos. É pedir desculpa, segundo ano do Vitória assim, não tem o que falar. Mas a equipe deu o máximo em todos os jogos, todos somos homens e sabemos da responsabilidade. É erguer a cabeça. E pedir desculpa”

Com o resultado, a equipe comandada por João Burse permaneceu na penúltima posição na tabela de classificação, com 37 pontos – três a menos que o time catarinense. No entanto, o Leão volta a campo no próximo domingo (2), às 16h (horário de Salvador), no Allianz Parque, em São Paulo. O adversário é o Palmeiras, atual campeão da competição.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Vitória pode ser rebaixado no domingo; risco de queda é de 97%

Published

on

O Vitória não conseguiu vencer o Cruzeiro no Mineirão, e a rodada complicou ainda mais a luta da equipe rubro-negra para deixar o Z-4 do Campeonato Brasileiro. Na última quinta-feira, os rivais diretos venceram e abriram vantagem para o clube baiano, que pdoe ser rebaixado para a Série B no próximo domingo, dia em que encara o Grêmio no Barradão, às 16h (de Salvador), pela penúltima rodada da Série A.

Com 36 pontos, o Vitória ocupa a penúltima colocação da tabela. A Chapecoense, primeiro time fora do Z-4, tem quatro pontos a mais que o Rubro-Negro.

Para evitar o rebaixamento no fim de semana, o Vitória precisa vencer o Grêmio e torcer por tropeços de Chapecoense, Ceará, Vasco ou Fluminense, equipes que estão fora do Z-4 e ainda podem ser alcançadas nas duas rodadas restantes.

Se empatar a partida de domingo, o Vitória dependerá de uma derrota da Chapecoense na partida contra o Corinthians, em São Paulo, e de um tropeço do Sport, que visita o São Paulo, para se manter com chances de escapar da degola. Uma derrota no Barradão rebaixa o time treinado por João Burse.

Segundo o matemático Tristão Garcia, o Vitória tem 97% de risco de rebaixamento. O time baiano acumula sete rodadas sem triunfos, mais de um mês de jejum de vitórias. A última vez que o Rubro-Negro saiu de campo com três pontos foi na partida contra a Chapecoense, em outubro, pela 29ª rodada.

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região