Connect with us
Anúncio

E.C. VITÓRIA

Bryan diz assimilar trabalho de Burse e projeta correção de erros da equipe

Embora pertença ao Cruzeiro, lateral está livre para atuar domingo. Partida está marcada 16h (de Brasília), no Barradão

Published

on

ntre a derrota para o Atlético-PR na última rodada, até o confronto contra o Cruzeiro no próximo domingo, no Barradão, o Vitória teve em seu planejamento seis dias para treinos. Tempo para se adaptar à saída de Vagner Mancini, ter os primeiros contatos com o técnico interino João Burse e corrigir questões táticas e técnicas. Mas tudo em passe de mágica. Contra a equipe mineira, o Vitória tem a necessidade de vencer para virar a página da má fase.

Um dos quesitos para correção é o setor defensivo. No Brasileirão o Vitória já teve a meta vazada 31 vezes. A pior marca entre os clubes da Série A. Em coletiva na tarde desta sexta-feira, o lateral Bryan revelou que, entre tantas correções, João Burse focou nos ajustes a serem feitos no setor de marcação. Segundo o jogador, a missão do elenco é entender e mudar a postura.

Lateral espera que Vitória se imponha diante do Cruzeiro (Foto: Maurícia da Matta / EC Vitória / Divulgação)

– Ele já passou algumas ideias, uma forma diferente de marcar. Acho que cada um tem que entender que pode dar mais. A marcação cai mais nos zagueiros e nos laterais, que eu também faço parte dentro da linha de quatro. Os atacantes, os meias, todo mundo ajudar e entender uma ideia que a gente precisa parar de tomar gols em excesso. E saber que lá na frente tem qualidade para fazer o gol. Se a gente começar o jogo e não tomar gol, as chances de sair com a vitória são enormes. A gente precisa disso nesse momento. No domingo, com a torcida, essa parte nova agora, nessa nova fase, já poder continuar bem em casa, porque temos feito bons jogos em casa, e sair com a vitória, que é importante – disse.

E o trabalho de João Burse pode ter uma ajuda significante de Bryan. O lateral atua pelo Vitória, mas pertence ao clube mineiro. A passagem pelo Cruzeiro é uma arma para ao Leão, já que Bryan conhece algumas características particulares do adversário.

– Eles acabaram de jogar na quarta. É um jogo que todo mundo gosta de ver. Tem a característica individual de alguns atletas, vou passando também, a forma que o Cruzeiro joga. O pouco que eu conheço, o que eu puder passar, vou passar para o treinador. Qualquer informação que seja benéfica para a gente é bem-vinda.

Embora pertença à Raposa, Bryan está livre para entrar em campo pelo Vitória, neste domingo. Deixando a antiga casa para trás, o lateral espera ajudar o Leão a chegar ao resultado positivo.

– O Cruzeiro tem essa filosofia, não costuma colocar cláusula em contrato de empréstimo. Isso é bom. É estranho, vai ser a primeira vez que, durante o empréstimo, vou enfrentar o clube. Há seis meses eu estava lá treinando, iniciei o ano lá. A cabeça está no Vitória. Desde que cheguei aqui estou focado aqui, espero fazer um bom jogo domingo, vou dar a vida, porque não pode ser diferente. Espero sair vitorioso.

O Leão está na 14ª posição, com 18 pontos ganhos. O confronto de domingo, no Barradão, está marcado para às 16h (horário de Brasília), valendo a 17ª rodada.

Confira o restante da coletiva com Bryan:

Marcar gol e comemorar?
– Vou comemorar. Principalmente meus gols, para minha família, filhos, esposa, mãe. Se eu fizer, comemoro. Mas quero o mais importante, é sair vitorioso, com boa atuação e boa vitória.

Aplicações de João Burse?
– No primeiro dia, não tivemos contato direto com ele, quem tinha jogado fez mais recuperação. Para os atletas que não atuaram, ele já passou a ideia dele. No outro dia, ele mostrou um vídeo de como ele gosta e pensa. Claro que ainda tem a ideia do time que Mancini jogava, mas ele apresentou a forma dele, o jeito dele, a forma que ele entende o futebol. O nosso time tem a característica… Principalmente precisamos parar de tomar gols em excesso. Ele já mostrou isso para a gente, como vamos conduzir o jogo no domingo. No dia a dia, ele tem mostrado cada vez mais seu estilo. A gente tem que dar apoio a ele, abraçar a causa, acreditar nele, se unir, para que domingo a gente faça um grande jogo e dar força pra ele. É um profissional excelente. É assimilar rápido para chegar no domingo bem.

Consertar erros?
– Quem não se incomoda com isso tem o pensamento errado. No dia a dia, a gente trabalha para poder minimizar os erros, para, no jogo, a concentração estar em cima, sabendo que não pode errar, que tem que tirar a bola, parar com esses gols que a gente vem tomando, para chegar no jogo sem tomar gols e chegar na frente e fazer.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement

E.C. VITÓRIA

Presidente do Vitória não renuncia e projeta 2019 com a base

Published

on

Assumindo total responsabilidade pelo fracasso do Vitória em 2018 – e o consequente rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro -, o presidente do clube, Ricardo David, iniciou a coletiva de imprensa, nesta terça-feira (27/11), pedindo desculpa ao torcedor rubro-negro. “Sou o maior responsável pelo que aconteceu”, disse, garantindo que não deixa o cargo, mesmo sob a ameaça de renúncia coletiva do conselho deliberativo.

Na oportunidade, o dirigente afirmou que um somatório de erros fez o time profissional não obter nenhum sucesso em 2018, inclusive o de não ser mais próximo do conselho. Contudo, para ele, o principal foi não ter “reforçado as verdades do Vitória”, como ter um time competitivo – o que será fundamental no ano que vem. “A série B tem suas características e dificuldades específicas. Ainda nesta semana vamos nos reunir com a CBF e também já estamos buscando algum técnico que conheça essas especificidades”.

TÉCNICO E JOGADORES

Questionado se o ex-treinador do Bahia, Guto Ferreira, seria uma possibilidade, David não descartou a ideia e citou, também, Gilson Kleina como um dos “alvos de análise”. “Um dos maiores erros de clubes que disputam a Série A e já jogaram a Série B é querer  dar o mesmo tratamento para as duas divisões. Não faremos isso”, ponderou.

O atual comandante do Leão, João Burse, que assumiu após a saída de Carpegiani, volta à equipe sub-23 no próximo ano. Esquipe essa que deverá ser a cara do profissional na segunda divisão, com o intuito de fortalecer a base, ainda de acordo com o dirigente.

Em relação aos atuais jogadores, Ricardo David divulgou os que “não fazem parte do planejamento do time em 2019”. São eles: Rhayner, Aderllan, Wallyson, Bryan, André Lima, Lucas e Arouca. Estes dois últimos, inclusive, tiveram suas férias antecipadas e não enfrentam o Palmeiras no domingo (2/12), pela última rodada do Brasileirão. Ambos pertencem ao alviverde.

informações: Aratu OnLine

Faça um comentário

Continue Reading

E.C. VITÓRIA

“Não tem o que falar”, comenta Jeferson sobre empate dentro de casa

Published

on

O resultado diante do Grêmio neste domingo (25), no Barradão, colocou o Vitória numa situação complicada. Para se manter na elite do futebol nacional na próxima temporada, o Leão precisa torcer pela derrota da Chapecoense contra o Corinthians, nesta noite, e São Paulo, no próximo fim de semana, além de tirar a diferença no saldo de gol. Em entrevista após o apito final ao canal Premiere FC, o lateral-direito Jeferson comentou a situação.

“Difícil falar, desde o jogo com o Corinthians a gente vem jogando bem, mas o resultado não vem. Só empate, empate, algumas derrotas. Corremos até o final, saímos exaustos. É pedir desculpa, segundo ano do Vitória assim, não tem o que falar. Mas a equipe deu o máximo em todos os jogos, todos somos homens e sabemos da responsabilidade. É erguer a cabeça. E pedir desculpa”

Com o resultado, a equipe comandada por João Burse permaneceu na penúltima posição na tabela de classificação, com 37 pontos – três a menos que o time catarinense. No entanto, o Leão volta a campo no próximo domingo (2), às 16h (horário de Salvador), no Allianz Parque, em São Paulo. O adversário é o Palmeiras, atual campeão da competição.

Faça um comentário

Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Vitória pode ser rebaixado no domingo; risco de queda é de 97%

Published

on

O Vitória não conseguiu vencer o Cruzeiro no Mineirão, e a rodada complicou ainda mais a luta da equipe rubro-negra para deixar o Z-4 do Campeonato Brasileiro. Na última quinta-feira, os rivais diretos venceram e abriram vantagem para o clube baiano, que pdoe ser rebaixado para a Série B no próximo domingo, dia em que encara o Grêmio no Barradão, às 16h (de Salvador), pela penúltima rodada da Série A.

Com 36 pontos, o Vitória ocupa a penúltima colocação da tabela. A Chapecoense, primeiro time fora do Z-4, tem quatro pontos a mais que o Rubro-Negro.

Para evitar o rebaixamento no fim de semana, o Vitória precisa vencer o Grêmio e torcer por tropeços de Chapecoense, Ceará, Vasco ou Fluminense, equipes que estão fora do Z-4 e ainda podem ser alcançadas nas duas rodadas restantes.

Se empatar a partida de domingo, o Vitória dependerá de uma derrota da Chapecoense na partida contra o Corinthians, em São Paulo, e de um tropeço do Sport, que visita o São Paulo, para se manter com chances de escapar da degola. Uma derrota no Barradão rebaixa o time treinado por João Burse.

Segundo o matemático Tristão Garcia, o Vitória tem 97% de risco de rebaixamento. O time baiano acumula sete rodadas sem triunfos, mais de um mês de jejum de vitórias. A última vez que o Rubro-Negro saiu de campo com três pontos foi na partida contra a Chapecoense, em outubro, pela 29ª rodada.

Faça um comentário

Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região