Connect with us
Anúncio

POLÍTICA

Rui Costa, do PT, é reeleito governador da Bahia

Published

on

Rui Costa, do PT, foi reeleito em primeiro turno, neste domingo (7), governador do estado da Bahia para os próximos quatro anos.

Com 99,43% das urnas apuradas, o petista tinha 5.061.957 votos, o que correspondia a 75,45% dos votos válidos. O segundo colocado, Zé Ronaldo (DEM), tinha 1.496.482 votos, ou 22,30% dos votos válidos.

“Quero dedicar essa vitória a Deus, ao povo da Bahia e a minha mãe e a meu pai, onde eles estiverem. Essa Vitória é pra vocês dois, que formaram todos os meus valores para eu chegar aqui. Sei que vocês estão orgulhosos de ver alguém que nasceu na favela chegar até aqui e receber esse carinho da Bahia”, disse o governador logo após chegar para comemoração no bairro do Rio Vermelho, em Salvador.

A reeleição faz com que Costa, eleito pela primeira vez para o governo do estado em 2014, na eleição para a sucessão do também petista Jaques Wagner (que governou também por dois mandatos), permaneça no cargo até 2022. Com isso, o PT se consolida no comando do executivo estadual por 16 anos consecutivos.

Rui Costa dos Santos, de 55 anos, nasceu no bairro da Liberdade, em Salvador, no dia 18 de janeiro de 1963. O pai, Clóvis dos Santos, era metalúrgico, enquanto a mãe, a dona de casa Maria Luzia, ajudava a pagar as contas vendendo doces e fazendo faxina. Rui foi o segundo filho do casal.

A vida política começou no Polo Petroquímico de Camaçari, região metropolitana de Salvador, na década de 1980, quando, após entrar para o sindicato dos trabalhadores, passou a frequentar assembleias e a criticar as condições de trabalho da fábrica. Em 1982, se filiou ao Partido dos Trabalhadores — foi um dos primeiros integrantes do PT e uma das principais lideranças responsáveis pela organização do diretório do partido na Bahia.

Reeleito governador da Bahia, Rui Costa chega para comemoração no Rio Vermelho, em Salvador — Foto: Itana Alencar/G1

Após concluir o curso de instrumentação da Escola Técnica Federal (atual IFBA), ingressou no curso de ciências sociais da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em 1983, influenciado pela efervescência do movimento sindical no Brasil, mas não se graduou, porque os horários de estudo se chocavam com os de trabalho. Anos depois, em 1993, decidiu retomar os estudos e mudar de curso. Ingressar em economia, também pela UFBA, área em que hoje é formado.

Em 1995, perdeu a mãe, que havia sido diagnosticada com câncer de mama. Dois anos depois, viveu um momento de alegria, quando nasceu o seu segundo filho, Caio — a primeira filha, Aline, nasceu em 1986.

Em 2000, foi suplente de vereador na capital baiana e, em 2004, foi eleito vereador da cidade com o maior número de votos da bancada petista. Sete anos depois, em janeiro de 2007, foi convidado pelo então governador da Bahia, Jaques Wagner, Rui assumiu a Secretaria de Relações Institucionais (Serin).

Em 2010, se elegeu como o deputado federal mais votado do PT Bahia (e em 3º lugar no estado, entre todos os candidatos eleitos), com 212.157 votos. Em 2012, se licenciou do cargo de deputado e assumiu a chefia da Casa Civil do estado, no segundo mandato de Jaques Wagner como governador.

No mesmo ano, Rui se casou com Aline Peixoto, atual primeira-dama da Bahia, com quem tem duas filhas, Marina e Malu. Em 2014, ele se elegeu governador do Estado da Bahia com 3,5 milhões de votos.

Reeleito governador da Bahia, Rui Costa faz comemoração no bairro do Rio Vermelho, em Salvador — Foto: Itana Alencar/G1

Campanha

Durante a campanha, iniciada no dia 16 de agosto, quando passou a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, como comícios, carreatas, distribuição de material gráfico e propaganda na internet, Rui passou por 144 dos 417 municípios do estado, segundo a assessoria dele.

A campanha foi encerrada no sábado (8), quando esteve junto com o candidato à presidência Fernando Haddad em Feira de Santana, segundo maior cidade do estado, a 100 km da capital.

O petista foi muito criticado durante a campanha por seus adversários por conta, entre outros pontos, da política de segurança pública, em decorrência dos índices de violência no estado, da saúde, sobretudo por causa da fila para vagas na central da regulação, e da educação, sobretudo depois de o MEC (Ministério da Educação) divulgar que o ensino médio do estado ficou em último lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Rui Costa — Foto: Jordan Veloso/G1

Apesar das críticas, Rui apareceu liderando todas as pesquisas de intenção de voto divulgadas pelo Ibope. No levantamento feito um dia antes das eleições, por exemplo, Rui apareceu com 77% dos votos válidos.

Ainda durante a campanha, Rui culpou a crise e a falta de apoio federal por promessas do primeiro mandato não cumpridas e prometeu, entre outras coisas, ampliar o contingente da polícia no estado, construir 600 quadras esportivas, laboratórios e biblioteca, para viabilizar o ensino integral nas escolas, expandir para todas as instituições de ensino os cursos profissionalizantes, pra reduzir o desemprego, e avançar na regionalização da saúde, construindo hospitais e serviços de alta complexidade no interior do estado.

Apuração na Bahia

Atualização em 21h20 com 86% das urnas apuradas

Rui Costa (PT): 75,71% (4.370.082 votos)
Zé Ronaldo (DEM): 21, 99% (1.269.197 votos)
Marcos Mendes (PSOL): 0,69% (39.626 votos)
João Henrique (PRTB): 0,59% (33.991 votos)
João Santana (MDB): 0,50% (29.009 votos)
Célia Sacramento (Rede): 0,48% (27.631 votos)
Orlando Andrade (PCo): 0,05% (2.609 votos)

informações do G1

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

POLÍTICA

PF cumpre mandado de busca em investigação de ameaça a Bolsonaro

Published

on

A Polícia Federal cumpre na manhã de hoje (13), no Rio de Janeiro, um mandado de busca e apreensão expedido pela 7ª Vara Federal Criminal do estado, com o objetivo de identificar o autor de postagens com ameaças de morte do então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

A ação ocorre no bairro Maracanã, na zona norte da cidade. O investigado, segundo nota da Polícia Federal, é um homem de 23 anos, cuja identidade não foi revelada.

Segundo as informações da PF, ele insultou ainda o vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão.

A diligência da Polícia Federal tem como objetivo também identificar outras pessoas que “eventualmente estejam envolvidas na prática delituosa, bem como materializar outras condutas criminosas do investigado”.

A pena do crime citado prevista na Lei de Segurança Nacional é de reclusão, de 1 a 4 anos.

Faça um comentário
Continue Reading

POLÍTICA

Militares apresentam a Bolsonaro situação da segurança nos estados

Published

on

Um grupo de 15 militares apresentou hoje (11) ao presidente eleito, Jair Bolsonaro, a situação da segurança nos estados do país. A informação foi passada pelo presidente do Conselho Nacional dos Comandantes Gerais da Polícia Militar, Marco Antônio Nunes. Segundo ele, Bolsonaro deixou claro o interesse de resolver, especialmente, a situação de Roraima. O encontro, que teve também a presença do vice-presidente eleito, general Hamilton Mourão, ocorreu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, nesta manhã.

“O comandante de Roraima estava presente e conversou um pouco. Ele [Bolsonaro] demonstrou interesse em resolver a situação no estado”, afirmou Nunes. “Viemos confirmar o apoio que as corporações sempre deram ao presidente eleito e conversamos sobre pautas da segurança pública que são importantes principalmente para a sociedade”, acrescentou. De acordo com ele, o conselho que representa mais de 600 mil homens em todo o país, reuniu informações de estratégias e experiências das corporações para apresentar à equipe de transição.

A expectativa do grupo é levar o mesmo estudo ao futuro ministro da Justiça e Segurança, Sergio Moro. Ainda não há data acertada para o encontro. Sobre mudanças do sistema de Previdência da categoria, Nunes afirmou que o assunto será tratado quando o Congresso Nacional se debruçar na questão.

“Vamos levar nossa realidade ao Congresso Nacional: como é nosso trabalho, as características, a idade média de vida dos policiais, o dia a dia e como contribuem em cada estado”, afirmou.

Bolsonaro se reúne com o governador eleito de Santa Catarina, Carlos Moisés da Silva (PSL), um dos seus principais aliados. Durante a campanha eleitoral, Moisés, que é coronel do Corpo de Bombeiros, não era apontado como favorito. Porém, venceu as eleições.

Faça um comentário
Continue Reading

POLÍTICA

Rui Costa firma acordo com base para Nelson Leal ser novo presidente da AL-BA

Published

on

O governador do estado Rui Costa (PT) selou acordo de apoio ao deputado estadual Nelson Leal (PP) para a presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA). O acordo foi firmado em reunião realizada com integrantes da base aliada nesta segunda-feira (3/12).

Em seu perfil oficial no Twitter, Rui afirmou estar contente e disse que teve a “felicidade de participar de um acordo histórico”.

Veja:

 

Depois, desejou “sucesso” ao também deputado estadual Adolfo Menezes (PSD), já indicado para presidir o Legislativo no biênio 2021/22. “Estamos todos focados em um único objetivo: superar as consequências de uma das maiores crises econômicas da história do país com muito trabalho e seriedade”, comentou na rede social.

A vice-presidência da AL-BA ficará com o deputado estadual Alex Lima (PSB), que estava na disputa pela presidência. Já a liderança do governo, atualmente ocupada por Zé Neto (PT), ficará com Rosemberg Pinto, do mesmo partido, pré-candidato à presidência da Assembleia Legislativa.

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região