Connect with us

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Segundo gripário começa a funcionar na UPA de Paripe

Published

on

Fotos: Valter Pontes/Secom

Salvador ganhou, nesta quarta-feira (01), mais um gripário – o segundo instalado pela Prefeitura neste período de pandemia para tratamento específico dos casos de síndromes gripais. Construída na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Paripe, a estrutura foi entregue nesta tarde pelo prefeito ACM Neto, que estava acompanhado do vice Bruno Reis e do titular da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Leo Prates.

Durante a entrega, o prefeito ressaltou que a estrutura foi montada provisoriamente para atender aos pacientes com algum tipo de síndrome respiratória, principalmente com a Covid-19. “Nós já entregamos um módulo como esse nos Barris e o próximo será aberto nos próximos dias, anexo à UPA de Pirajá. Isso tudo vai nos permitir, nesse período da pandemia, aumentar mais de 30% a nossa capacidade de atendimento nas unidades de urgência e emergência na cidade”.

Com a entrega, ACM Neto reafirmou a preocupação da gestão municipal com a região do Subúrbio. “É claro que o fato de trazer mais uma estrutura para o Subúrbio indica a preocupação com essa região da cidade. Nós já tivemos medidas de restrição em Plataforma, Periperi, Paripe e agora na Fazenda Coutos e Coutos. Não dá para descansar, existe um número de óbitos grande aqui no Subúrbio e é por isso que nós estamos aqui entregando esse gripário e vamos continuar todo esse esforço para ampliar a assistência à saúde na nossa capital”.

Funcionamento – O módulo exclusivo terá atendimento 24 horas, todos os dias da semana. A unidade conta com dez leitos de observação, dois de estabilização para os casos de agravamento do quadro clínico, e uma sala de aplicação de medicamentos, com cinco poltronas. O espaço será gerido pela Organização Instituto de Gestão e Humanização (IGH), que já atua na gestão da UPA de Paripe desde maio do ano passado.

O módulo gripal teve um investimento de aproximadamente R$ 3,4 milhões e conta com 75 profissionais de saúde, sendo 14 médicos intensivistas plantonistas, dois médicos diaristas, 13 enfermeiros, 20 técnicos de enfermagem, quatro maqueiros e quatro auxiliares de farmácia, entre outros.

Os pacientes atendidos no módulo terão acesso aos procedimentos já realizados na UPA de Paripe, tais como exames de raio-x, laboratoriais e eletrocardiograma, além da atividade médica, de enfermagem e de farmácia. A unidade contará ainda com o suporte de uma ambulância durante 24 horas para retaguarda de pacientes regulados.

“A gente faz a separação: essa estrutura temporária atende quem está com as infecções respiratórias e a UPA atende a todo o restante das doenças, as não respiratórias. Com isso, aumentamos em 50% a capacidade dessa unidade e também em 50% a quantidade de profissionais. Esse esforço é importante, já que a UPA é a porta de entrada para os pacientes que agravam”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Leo Prates.

Outras estruturas – Essa é a segunda estrutura provisória entregue em uma UPA para atendimento voltado a pacientes com sintomas das síndromes gripais e da Covid-19. A primeira foi inaugurada em maio na UPA Vale dos Barris.  

Com essa implantação, os leitos de observação da UPA de Paripe foram ampliados em 68%, passando de 25 para 37, e a sala vermelha para estabilização de pacientes críticos, que antes tinha quatro leitos, agora tem seis, todos com ventiladores pulmonares.

Para reforçar o atendimento de casos suspeitos de coronavírus, a Prefeitura pretende ampliar o número de leitos da rede de urgência e emergência municipal em 30%, passando de 308 para 397. A ampliação deve ocorrer nas UPAs de Valéria e Pirajá, além da região da Liberdade e das ilhas pertencentes a Salvador.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement

Publicidade:

Advertisement

politica

Cajazeiras e Região

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®