Connect with us
Anúncio

ESPORTE

‘Uma das mais importantes da carreira’, diz Aldo após vitória no UFC

Published

on

Após vencer o norte-americano Jeremy Stephens por nocaute na noite do último sábado (28), o lutador brasileiro José Aldo voltou a respirar aliviado no UFC. O duelo foi disputado no UFC Calgary, no Canadá e encerrou um jejum de dois anos sem triunfos do ex-campeão peso-pena.

Durante entrevista coletiva após a luta, Aldo considerou a vitória uma das mais importantes da carreira. “Estava todo mundo querendo saber como eu iria me portar. Mostrei meu valor, mostrei daquilo que sou capaz. Era uma pressão grande, e eu sabia que tudo dependia de mim”, afirmou.

Com um soco na linha da cintura ainda no primeiro round, José Aldo aproveitou a queda do adversário e foi para cima para finalizar a luta com uma sequência de socos. Em seguida, o árbitro finalizou a luta por nocaute técnico.

“Vim de duas derrotas, tinha perdido o cinturão, logo em seguida tive a revanche e não fui feliz. Estava me sentindo pressionado. Graças a Deus tenho uma equipe maravilhosa, que me dá o suporte necessário para eu voltar e vencer. Fiquei bem feliz pelo apoio e pelo carinho que recebi dos meus amigos de treino”, disse.

No ano passado, Aldo perdeu para Max Holloway em disputa pelo cinturão e antes disso, em 2015, sofreu uma dura derrota ao perder para Conor McGregor em poucos segundos no octógono.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

ESPORTE

Gari atleta dá dicas para fazer boa prova na Maratona Cidade de Salvador 2018

Published

on

A pouco mais de um mês da Maratona Cidade de Salvador 2018, Luciano Carvalho, de 33 anos, o atleta gari, dá dicas para fazer uma boa prova no dia 23 de setembro. Há sete anos, a corrida faz parte da vida dele. Mas foi na primeira edição do evento, no ano passado, que ele conquistou o primeiro lugar, na categoria (21k), colocação que lhe rendeu a premiação de R$ 3 mil.

Gari, Carvalho se dedica a limpar as ruas da Barra, bairro onde atua. Nem mesmo o trabalho cansativo esgota o ânimo do profissional, que tira entre 2h e 2h30 diárias para treinar, com direito a um dia de descanso durante a semana para relaxar a musculatura. O rapaz garante que come de tudo um pouco, de maneira moderada, mas o que não pode faltar é o feijão e a farinha. “Se não tiver farinha, eu fico louco”, brinca.

Para ele, treino constante, com o apoio de um educador físico, boas horas de sono, hidratação e pensamento positivo são ações importantes para a realização de uma boa competição. “Eu sempre penso na vitória, isso me motiva. Quando não ganho, agradeço e reconheço que foi uma oportunidade para que outros ganhassem”, afirma.

A conquista da meia maratona na edição passada o motivou a disputar os 42k esse ano, distância que ele encara como um desafio prazeroso. “Eu estou confiante, vai ser um momento de autoconhecimento. Desde que comecei a correr, passei a ter muito mais disposição. O esporte é essencial para a vida e eu incentivo todos a praticar. Inclusive, muitos me dizem que começaram a correr depois que viram o meu exemplo”, conta.

Treino – Educador físico e especialista em treinamento desportivo, Elquisson Castro diz que a primeira orientação para quem vai fazer os 42 quilômetros da prova é ter noção da distância que irá correr. O segundo passo é procurar um profissional especializado em atletismo que possa guiar o participante no trajeto.

O acompanhamento de uma equipe multidisciplinar, composta por nutricionista, cardiologista e psicólogo também é importante. “Iniciantes costumam fazer a prova em um tempo de 5h, em média, por isso o aspecto psicológico pesa muito. Às vezes, o esportista nem está cansado, mas sente vontade de parar, de desistir da prova”, afirma Castro.

Outra dica importante, segundo ele, é respeitar as etapas. É desaconselhável para quem nunca correu se programar para os 42k, distância para a qual a recomendação é de treino de seis a oito meses para que não ocorra qualquer tipo de lesão. O preparo também envolve a prática de outros exercícios no dia livre, que podem ser musculação, pilates ou RPG, dentre outros.

Dia da prova – Para o dia da prova, o preparador físico recomenda hidratar bastante, principalmente porque Salvador é uma cidade quente. Também é necessário evitar roupas escuras e tênis preto, porque absorvem a luz solar e a transformam em calor. Óculos escuros também ajudam a proteger dos raios solares, bem como o protetor solar, boné e camisas. O uso de GPS, para checar a distância e a velocidade ideal, fica a cargo do esportista.

Alimentação – Todos os nutrientes são importantes para o atleta, mas o combustível-chave para uma boa performance, segundo a nutricionista Ana Kelly Amaral, são os carboidratos, presentes em frutas, hortaliças, pães, massas e raízes. Em seguida, vêm as gorduras e proteínas, necessárias para a recuperação muscular e reparação dos tecidos.

Noventa minutos antes do alongamento ou da atividade física complementar, o ideal é ingerir carboidratos, cerais e raízes, como aveia, aipim, batata doce, inhame e pães. Trinta minutos antes da corrida, durante os treinos, é indicada a ingestão de suplemento nutricional a base de carboidrato em pó ou frutas como pera e banana.

Nesse momento que antecede a corrida, o consumo de alimentos gordurosos e ricos em proteína deve ser evitado, por proporcionar uma digestão mais lenta, o que pode resultar em desconforto gástrico. Durante as corridas com distância maior que 10k ou com tempo superior a 60 minutos, Ana Kelly sugere repor o carboidrato a cada hora, por meio da ingestão de alimentos como rapadura, banana-passa, uva-passa, mel ou suplementos indicados.

Hidratação – Trinta minutos antes da prova é indicado ingerir entre 250ml a 300ml de água. Durante a prova, a média de ingestão deve ser em torno de 500ml por hora, desde que respeite a tolerância. “É preferível água pura ou até mesmo com carboidrato em pó diluído, se o atleta preferir. Após a prova, pode ingerir água de coco, água, isotônicos ou sucos naturais”, acrescenta a nutricionista.

A hidratação insuficiente pode causar redução da força muscular, aumento do risco de cãibras e hipertermia e, consequentemente, a queda no desempenho. Para prevenir a desidratação é necessário repor líquido antes, durante e após o exercício físico.

Competição – Com largada e chegada no Farol da Barra, a Maratona Cidade de Salvador 2018 terá a maior premiação do país, com a distribuição de R$ 163 mil aos vencedores. Já inserida no calendário oficial das corridas de rua do país, a competição abrange as modalidades de 5k, 10k, 21k (Meia Maratona) e 42k (Maratona). Quem participar da categoria 42k terá o resultado catalogado no Ranking Brasileiro de Maratonas.

Os maratonistas que ficarem em primeiro lugar na Categoria Geral Masculina e Feminina levam para casa R$22 mil. A segunda colocação leva R$11 mil; a terceira, R$9 mil; e a quarta e quinta posições levam R$7 mil e R$5 mil, respectivamente.

Para os que competem na Meia Maratona, os prêmios são de R$ 8,5 mil para o 1° lugar; R$ 5,5 mil para o 2° lugar; R$ 3,5 mil para o 3° lugar; R$ 2,5 mil para 4° lugar; e R$ 1,5 mil para o 5° lugar.  Para o 1° lugar Feminino e Masculino dos 5k e 10k, o prêmio em dinheiro será de R$ 1 mil.

O regulamento completo, os mapas com os percursos e as inscrições estão disponíveis no site www.maratonasalvador.com.br. As inscrições estão limitadas ao número máximo de 7 mil participantes.

Faça um comentário
Continue Reading

ESPORTE

Sem Neymar, Fifa divulga 10 concorrentes ao prêmio de melhor do mundo…

Published

on

Sem a presença de Neymar na lista, a Fifa divulgou nesta terça-feira (24) os 10 jogadores que vão concorrer ao prêmio “The Best” de melhor do mundo. O vencedor será conhecido em cerimônia no dia 24 de setembro, em Londres….

Nenhum brasileiro está entre os selecionados. Concorrem ao prêmio;

Cristiano Ronaldo (ex-Real Madrid, atual Juventus)
Kevin De Bruyne (Manchester City)
Antoine Griezmann (Atlético de Madri),
Eden Hazard (Chelsea)
Harry Kane (Totenham)
Kylian Mbappé (PSG)
Lionel Messi (Barcelona)
Luka Modric (Real Madrid)
Mohamed Salah (Liverpool
Raphael Varane (Real Madrid)

Todos disputaram a Copa do Mundo da Rússia, e três deles foram campeões: Mbappé, Griezmann e Varane.

A lista de 10 nomes foi definida por votação de 13 especialistas escolhidos pela Fifa, entre eles os brasileiros Ronaldo, Kaká e Carlos Alberto Parreira. Fabio Capello e Lotthar Mathaus, críticos do brasileiro ao longo da Copa, também estavam no grupo.

O período compreendido para análise da performance de cada jogador é de 3 de julho de 2017 até 15 de julho de 2018, data da decisão da Copa do Mundo da Rússia.

A votação para a escolha do melhor entre os 10 começa na terça-feira e se encerra no dia 10 de agosto. Os três finalistas serão divulgados no começo de setembro.

Faça um comentário
Continue Reading

ESPORTE

Dinamarca bate Peru em novo jogo; Guerrero passa em branco

Published

on

Foto Globo.com

Em sua volta à Copa do Mundo após 36 anos, o Peru contou com o apoio de sua torcida, maioria absoluta em Saransk. Teve um pênalti dado pelo VAR (que o são-paulino Cueva desperdiçou). E foi melhor na maior parte do jogo. Mas acabou sendo derrotado pela Dinamarca por 1 a 0, gol de Poulsen. O flamenguista Guerrero entrou aos 17 minutos do segundo tempo e deu nova dinâmica ao time peruano e quase marcou um golaço de calcanhar.

COMO FICA E O QUE VEM POR AÍ

A Dinamarca empata com a França na liderança do Grupo C com três pontos, mas os franceses levam vantagem nos gols marcados, já que venceram a Austrália por 2 a 1. A segunda rodada do Grupo C será disputada na quinta-feira. A Austrália encara a Dinamarca às 9h (de Brasília) em Samara. Já a França pega o Peru em Ecaterimburgo, às 12h.

OLHA O VAR AÍ!

Aos 43 minutos do primeiro tempo, o VAR entrou novamente em ação, mudando a decisão do árbitro Bakary Gassama, de Gâmbia (o mesmo que se enrolou com o VAR na Copa das Confederações no ano passado). Em disputa com Poulsen, Cueva caiu na área e ficou pedindo pênalti, mas o juiz nada marcou. Após quase meio minuto, Gassama paralisou o jogo para acionar o recurso do VAR. E então decidiu por dar o pênalti. Na cobrança, porém, Cueva isolou. O são-paulino pegou muito mal na bola e mandou por cima do gol. Ele saiu de campo chorando para o intervalo, amparado por todos os seus companheiros, especialmente Paolo Guerrero.

PRIMEIRO TEMPO

Empurrado pela sua torcida, maioria absoluta no estádio de Saransk, o Peru começou melhor, pressionando a Dinamarca. Carrillo, aberto pela direita, era disparado o jogador mais perigoso em campo, com suas jogadas em velocidade. A partir dos 20 minutos, porém, a Dinamarca passou a controlar as ações do jogo, ficando mais com a bola – terminou o primeiro tempo com 59% de posse. As melhores chances dos dinamarqueses, porém, foram em jogadas de bola parada – em escanteios para os grandalhões Poulsen (1,93m), Jorgensen (1,94m) e Christensen (1,92m), ou de falta, com Eriksen. No final, porém, quem teve a melhor oportunidade foi o Peru, no pênalti que Cueva sofreu e isolou.

Guerrero consola Cueva após pênalti perdido pelo Peru contra a Dinamarca (Foto: Max Rossi/Reuters)

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região