Connect with us

POLÍTICA

Luiz Carlos comemora regulamentação do Participatório Municipal da Juventude

Published

on

Foto: ASCOM

Na manhã desta segunda-feira (7), a prefeitura de Salvador regulamentou a Lei 9542/2020, que cria o Participatório Municipal da Juventude. O vereador licenciado, atual secretário municipal de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra) e autor da proposição que deu origem à lei, Luiz Carlos de Souza, participou da assinatura do decreto, no Palácio Thomé de Souza, e comemorou a conquista.

Foto: ASCOM

O Participatório reunirá, periodicamente, 40 estudantes da rede pública das dez Regiões Administrativas das Prefeituras-Bairro da cidade, para discussão e troca de informações sobre as problemáticas que afetam a juventude soteropolitana.

Cada região será representada por quatro estudantes, com mandato de um ano cada, não estando vedada a sua participação por mais um ano, caso seja reeleito.

Luiz Carlos destacou que trabalha em prol dos jovens há 22 anos, por entender que esta é a parte mais vulnerável da sociedade.

Ele frisou que desde seu ingresso no legislativo soteropolitano também participou da criação do Conselho Municipal da Juventude (COMJUV), mas ressaltou que diferentemente do Conselho, o Participatório amplia o debate para os bairros.

“O Participatório dá protagonismo aos jovens, que serão ouvidos e criarão suas próprias políticas públicas. Por isso, hoje é uma data histórica, memorável, que marca a construção de ações e programas por meio da escuta ativa de quem vive o processo”, afirmou Luiz Carlos.

O prefeito Bruno Reis lembrou que a Lei foi aprovada e sancionada no ano passado e destacou que o Participatório é mais um espaço de discussão e formulação de propostas para a juventude do município.

Já a secretária Municipal de Políticas para Mulheres, Infância e Juventude, Fernanda Lordelo, disse que “o Participatório vai ampliar a voz dos jovens na cidade, emponderá-los e transformá-los em lideranças”.

Gustavo Mercês, presidente do COMJUV, pontuou que a pandemia têm sido dura para os jovens, mas que por meio do Participatório eles serão ouvidos e vão participar ativamente das ações de retomada criadas pela prefeitura.

Também participaram do ato a vice-prefeita Ana Paula Matos, o secretário Municipal da Educação, Marcelo Oliveira, o diretor de Políticas para Juventude, Euvaldo Júnior, além do pastor Murilo Rodrigues, coordenador da Força Jovem Universal Bahia (FJU-BA).

Funcionamento

Integra as ações do Participatório a realização de palestras, seminários e oficinas, com o objetivo de preparar os jovens para uma atuação política e cidadã mais responsável. O processo de escolha dos estudantes que vão integrar o Participatório ficará a cargo da Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Além dos estudantes, o Participatório contará também com uma mesa diretora composta por três membros, sendo um presidente, um vice-presidente e um secretário (a), indicados pelo Conselho Municipal de Juventude (COMJUV).

Faça um comentário
Advertisement
error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®