Connect with us

E.C. BAHIA

Perto da ‘estreia’, Anderson vê mudanças com bons olhos

O goleiro Anderson terá a sua primeira oportunidade de começar uma partida oficial na temporada de 2019. Ele, nesta terça-feira (29), foi quem sentou na cadeira da sala de imprensa e falou sobre a expectativa para o jogo desta quarta (30), na Fonte Nova, diante da equipe do Bahia de Feira.

“O Enderson fala que não tem titular. Por isso que ele está rodando a equipe. Isso aí a gente tem que respeitar a equipe do Bahia de Feira, jogar bem e botar um trevo na cabeça dele. É isso que ele gosta, ganha bem para não dormir [risos]. Tem que jogar bem, e ele pensar em quem vai colocar no Ba-Vi”, respondeu.

Anderson, como de costume, aproveitou o final da atividade desta terça e treinou cobranças de faltas. Na coletiva ele também comentou sobre essa novidade: “Treino bastante. Sempre que os caras treinam deixo eles baterem primeiro. O Shaylon, Flávio, Guilherme. Depois vou ali e bato. A gente vai se aprimorando. O futebol exige o goleiro ser técnico, batendo falta, saindo jogando. O futebol está evoluindo”, disse.

Com o planejamento adotado pelo clube, abrindo espaço para utilização de quase todo elenco profissional, quase todos os atletas já tiveram ou terão uma oportunidade de atuar no primeiro semestre. Anderson, um dos mais experientes do grupo, gosta da ideia e revelou o teor das conversas com atletas mais novos.

“Digo para os mais novos que toda vez que visto a camisa do Bahia é como um aniversário, uma honra para mim. Falei para eles que lembro quando vim aqui há quatro temporadas, que falei que ia fazer três meses, mas parecia que tinha quatro anos. Fiz e quero fazer mais. E isso se faz com jogos”, concluiu.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. BAHIA

Análise: Roger Machado elogiou partida do Bahia no RS

Na entrevista coletiva após o empate com o Grêmio, o técnico Roger Machado fez questão de elogiar a partida do Bahia. O treinador fez uma análise do confronto e comemorou a forma que o Esquadrão atuou.

“Uma decisão de dois tempos… de 180 minutos. Acho que nós iniciamos bem. Empatar fora contra o Grêmio nunca é fácil. Vencê-los aqui, a gente sabe que é bastante difícil. Com nossa força máxima, com jogadores que a gente sabe que, do meio para frente, manejam muito bem a bola e têm vitória pessoal. Nós fizemos um jogo equilibrado. No intervalo, nas orientações, eu elogiei muita coisa, com exceção daquele momento de desatenção numa bola parada, em que o Jean Pyerre achou o Everton nas costas da nossa linha, e que originou o pênalti. Mas que a gente circulasse um pouco mais a bola com tranquilidade, fizesse a bola bater nos corredores, não desejasse acabar a jogada pelo mesmo lado que a gente iniciava a nossa transição. E a gente fez um segundo tempo que talvez nos permitisse até mesmo ter um resultado melhor. Saio satisfeito, mas sabendo que não tem nada decidido, que a outra partida jogada em casa, com apoio da torcida, vai ser muito dura. Mas seguimos motivados e confiantes depois desse empate em Porto Alegre”, falou.

Roger também falou sobre os reforços que estão chegando no elenco. O técnico elogiou a postura do Bahia e afirmou que os jogadores vêm para somar na equipe.

“Clube grande está sempre projetando reforços. Muitos são contratados. Alguns têm contrato mais curto, com possibilidade de renovação; outros, contratos mais longos, casos de compra. Mas não projetamos só o amanhã, pensamos na próxima temporada, porque é necessário que a gente se antecipe ao mercado. Porque, quando você precisa de peça de reposição, você paga muito caro pela necessidade. Os jogadores que estão vindo vêm para agregar qualidade, elevar o nível de competitividade. Isso nos dá a certeza de que podemos evoluir como equipe. E não tem ninguém acomodado no grupo, porque a competitividade é grande no grupo”, comentou.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

1×1: Bahia empata com Grêmio, decisão na próxima quarta (17)

O primeiro duelo das quartas de final da Copa do Brasil terminou empatado. Jogando em Porto Alegre-RS, Grêmio e Bahia empataram em 1 a 1 na noite desta quarta-feira (10). Para avançar de fase, o Esquadrão precisa vencer o adversário por qualquer placar na próxima quarta (17), às 19h15, na Fonte Nova.

A primeira etapa começou bastante equilibrada, com as duas equipes marcando forte, sem as defesas darem muita chance aos ataques.

Logo aos 22 minutos o técnico Roger Machado foi obrigado a mudar a equipe. O lateral Nino Paraíba sentiu dores no pé esquerdo e foi substituído por Flávio.

A primeira grande chance da partida foi do Bahia. Élber recebeu pela esquerda e tocou para Eric Ramires na entrada da área. O meia girou e bateu colocado, mas a bola raspou a trave e saiu.

Porém, o Grêmio que abriu o placar aos 47 minutos. Everton foi lançado, invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Douglas. Pênalti, que ele mesmo bateu e converteu.

Mesmo levando o resultado adverso para o intervalo, o Bahia não se abateu e logo no início do segundo tempo empatou o jogo.

Artur cobrou escanteio, Moisés desviou no primeiro pau e a bola sobrou para Gilberto completar de cabeça, igualando o marcador na Arena do Grêmio.

Aos 27, o meio-campista Guerra estreou com a camisa do Bahia, entrando no lugar de Eric Ramires.

Aos 33, quase a equipe azul, vermelha e branca vira o placar. Artur recebeu belo lançamento pela direita, driblou Cortez e bateu de pé esquerdo. O goleiro Paulo Victor fez bela defesa, espalmando para escanteio.

Na última substituição, o técnico Roger Machado colocou Fernandão no lugar de Gilberto.

A melhor chance do jogo aconteceu aos 43, quando Artur arrancou pela direita, passou por Kannemann, invadiu a área, mas chutou para fora.

O Bahia foi a campo com Douglas, Nino (Flávio), Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Elton e Eric Ramires (Guerra); Artur, Élber e Gilberto (Fernandão).

Nesta quinta (11) a delegação retorna para Salvador e o grupo será liberado.

Na sexta (12), a equipe realiza o último treino para enfrentar o Santos, pelo Campeonato Brasileiro, no próximo sábado (13), às 19h, no estádio de Pituaçu.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

Douglas fala sobre o duelo desta quarta diante do Grêmio

Provavelmente, na noite desta quarta-feira (10), pelas quartas de final da Copa do Brasil, o Tricolor de Aço vai enfrentar um Grêmio bem diferente daquele derrotado, em Pituaçu, pelo Brasileirão.

O goleiro Douglas, nesta terça-feira (9), já em Porto Alegre, falou sobre a força do adversário jogando em casa e reafirmou o conhecimento sobre cada atleta do Grêmio.

“Nosso time, ou a maioria dele, já jogou junto ou contra quem estará do outro lado. Nosso time conhece bem cada atleta deles. Será um time forte, que joga para frente, e nos preparamos bem para este jogo duro”, disse.

Bem diferente da capital baiana, a cidade de Porto Alegre está com temperaturas baixas. Douglas, que nasceu no Rio Grande do Sul, brincou sobre o clima da cidade, no entanto, não acredita que isso vá influenciar dentro das quatro linhas.

“Está uma temperatura agradável. Acredito que os baianos trouxeram calor para cá, já que hoje o dia tá legal, e não acredito que isso vá pesar no jogo. Clima tá bom e estamos prontos para um grande jogo”, garantiu.

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Anúncio
Advertisement

politica

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região