Connect with us
Anúncio

E.C. VITÓRIA

Sem triunfos há quatro jogos, Vitória voltou para a zona de rebaixamento

Published

on

Maurícia da Matta / EC Vitória

As quatro derrotas seguidas e a volta para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro fizeram o técnico Paulo Cézar Carpegiani ligar o sinal de alerta no Vitória. Sem pontuar desde o dia nove de setembro, quando venceu o Vasco no Barradão, o Rubro-Negro perdeu a “gordurinha” de quatro pontos que tinha para o Z-4 e viu o seu ambiente ser tomado novamente por pressão. Após a derrota para o Santos na última sexta-feira, os jogadores rubro-negros foram vaiados pelos seus torcedores na saída de campo do Barradão.

A situação delicada do Vitória a dez rodadas do fim do Brasileirão tem feito Carpegiani “quebrar a cabeça” para ajustar a equipe e achar a melhor alternativa para fazer o clube deixar as últimas posições da tabela. Não à toa, desde que assumiu a equipe, há dez rodadas, o treinador não repetiu a escalação titular. Contra o Santos, ele mandou a campo um time com os retornos de Willian Farias e Erick, recuperados de lesão, e também deu nova oportunidade a Rhayner. Apesar de ver evolução no desempenho dos jogadores, o treinador admitiu que nunca teve tanta dificuldade para acertar o time.

– São coisas para você montar uma equipe. Se fizer comparação entre o Santos e nós há uma diferença, é notório, é outro campeonato. Mas temos que enfrentar esse tipo de coisa, enfrentamos o Internacional. O time hoje deu perspectiva, se apresentou melhor, teve mais ousadia, teve mais posse de bola. Talvez aquela agressividade, aquele algo mais ali na frente, a gente consiga… Vamos dar uma pensada, talvez em uma outra situação que seja melhor. Eu nunca tive tanta dificuldade para acertar o time como estou tendo agora, reconheço isso. Mas o jogo de hoje me dá esperança – disse Carpegiani em entrevista coletiva após a partida contra o Santos.

informações do GE

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. VITÓRIA

Pouco aproveitado no Fluminense em 2018, meia Daniel é procurado pelo Vitória

Published

on

O meia Daniel, que disputou poucos jogos pelo Fluminense desde que retornou no meio de 2018, desperta interesse de clubes do futebol brasileiro. Criciúma, Vitória e Oeste, que disputarão a Série B em 2019, procuraram o Tricolor visando obter o jogador de 22 anos por empréstimo.

No Criciúma, Ricardo Rocha, novo assessor de futebol, e Doriva, técnico recém-anunciado, gostariam de contar com o meia na próxima temporada. O clube catarinense e o Vitória fizeram contatos iniciais com o Tricolor.

O Oeste, clube pelo qual Daniel já foi emprestado em três ocasiões e deixou boa impressão, tem as portas abertas para um retorno. Tanto que um novo empréstimo é levantado pelos dirigentes do clube sempre que há conversas com o Tricolor.

O meia teve seu retorno solicitado pelo Fluminense no meio de 2018 devido à carência do elenco em jogadores da posição. Daniel, porém, acabou atuando em apenas seis jogos – um como titular e outros cinco entrando no decorrer da partida.

As chances do meia ser emprestado novamente em 2019 existem, mas dependerão da decisão do novo técnico do Fluminense, que ainda não foi definido. Caso Fernando Diniz seja o escolhido, por exemplo, são grandes as chances do meia permanecer no Tricolor. Os dois trabalharam juntos no Oeste em 2016 e o jogador agrada o treinador.

informações do G1

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Presidente do Vitória não renuncia e projeta 2019 com a base

Published

on

Assumindo total responsabilidade pelo fracasso do Vitória em 2018 – e o consequente rebaixamento para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro -, o presidente do clube, Ricardo David, iniciou a coletiva de imprensa, nesta terça-feira (27/11), pedindo desculpa ao torcedor rubro-negro. “Sou o maior responsável pelo que aconteceu”, disse, garantindo que não deixa o cargo, mesmo sob a ameaça de renúncia coletiva do conselho deliberativo.

Na oportunidade, o dirigente afirmou que um somatório de erros fez o time profissional não obter nenhum sucesso em 2018, inclusive o de não ser mais próximo do conselho. Contudo, para ele, o principal foi não ter “reforçado as verdades do Vitória”, como ter um time competitivo – o que será fundamental no ano que vem. “A série B tem suas características e dificuldades específicas. Ainda nesta semana vamos nos reunir com a CBF e também já estamos buscando algum técnico que conheça essas especificidades”.

TÉCNICO E JOGADORES

Questionado se o ex-treinador do Bahia, Guto Ferreira, seria uma possibilidade, David não descartou a ideia e citou, também, Gilson Kleina como um dos “alvos de análise”. “Um dos maiores erros de clubes que disputam a Série A e já jogaram a Série B é querer  dar o mesmo tratamento para as duas divisões. Não faremos isso”, ponderou.

O atual comandante do Leão, João Burse, que assumiu após a saída de Carpegiani, volta à equipe sub-23 no próximo ano. Esquipe essa que deverá ser a cara do profissional na segunda divisão, com o intuito de fortalecer a base, ainda de acordo com o dirigente.

Em relação aos atuais jogadores, Ricardo David divulgou os que “não fazem parte do planejamento do time em 2019”. São eles: Rhayner, Aderllan, Wallyson, Bryan, André Lima, Lucas e Arouca. Estes dois últimos, inclusive, tiveram suas férias antecipadas e não enfrentam o Palmeiras no domingo (2/12), pela última rodada do Brasileirão. Ambos pertencem ao alviverde.

informações: Aratu OnLine

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

“Não tem o que falar”, comenta Jeferson sobre empate dentro de casa

Published

on

O resultado diante do Grêmio neste domingo (25), no Barradão, colocou o Vitória numa situação complicada. Para se manter na elite do futebol nacional na próxima temporada, o Leão precisa torcer pela derrota da Chapecoense contra o Corinthians, nesta noite, e São Paulo, no próximo fim de semana, além de tirar a diferença no saldo de gol. Em entrevista após o apito final ao canal Premiere FC, o lateral-direito Jeferson comentou a situação.

“Difícil falar, desde o jogo com o Corinthians a gente vem jogando bem, mas o resultado não vem. Só empate, empate, algumas derrotas. Corremos até o final, saímos exaustos. É pedir desculpa, segundo ano do Vitória assim, não tem o que falar. Mas a equipe deu o máximo em todos os jogos, todos somos homens e sabemos da responsabilidade. É erguer a cabeça. E pedir desculpa”

Com o resultado, a equipe comandada por João Burse permaneceu na penúltima posição na tabela de classificação, com 37 pontos – três a menos que o time catarinense. No entanto, o Leão volta a campo no próximo domingo (2), às 16h (horário de Salvador), no Allianz Parque, em São Paulo. O adversário é o Palmeiras, atual campeão da competição.

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região