Connect with us

E.C. VITÓRIA

Z-4: Yago avalia situação delicada do Vitória no Brasileirão

Published

on

As quatro derrotas seguidas e a queda para a 18ª colocação, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, pressionam o Vitória. Em situação delicada na competição, o Rubro-Negro tem a obrigação de conseguir um bom resultado diante da Chapecoense, adversário do próximo domingo, em Chapecó, para não se distanciar ainda mais da saída do Z-4. Rival direto, a Chape é o primeiro clube fora da zona perigosa, com apenas dois pontos à frente da equipe baiana.

O momento complicado do Vitória resultou, logicamente, em cobrança entre os jogadores. Pelo menos é isso que garante o meia Yago, escolhido para conceder entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira. Segundo Yago, a série de derrotas tem atrapalhado até o sono do grupo.

– Nosso grupo se cobra bastante, porque não aceita as derrotas. Uma coisa é perder e achar que está tudo bem. Outra coisa se indignar com a derrota, como tem acontecido. A gente nem tem dormido direito. E a gente não quer isso. A gente espera que isso possa acontecer o mais rápido possível – disse o meia rubro-negro.

Yago conta a cobrança ocorre entre os próprios jogadores. Situação que o meia acredita não causar atrito no grupo, mas ajuda a corrigir erros cometidos dentro do campo.

– Ser amigo não é concordar com tudo que o outro faz. É cobrar, querer que ele seja melhor cada vez mais. A amizade tem que ser essa, não a de passar a mão. Nosso grupo tem essa amizade e liberdade de cobrar e tem se cobrado nos jogos e treinamentos.

E se tratando de cobrança, o técnico Paulo Cézar Carpegiani tem mostrado isso ao longo dos treinamentos. Yago diz que compreende as broncas do treinador, já que o Rubro-Negro não se pode mais dar ao luxo de errar.

– Ele tem passado situações que têm ocorrido nos jogos, nessa série de derrotas que a gente passou. Ele tem tentado mostrar que a gente precisa ficar mais atento. Até porque não tem mais tempo de errar ou lamentar. Tem que errar o mínimo possível para conseguir os resultados.

Durante a coletiva, Yago também foi questionado sobre uma possível gratificação dada pela diretoria do Vitória caso o clube consiga se livrar do rebaixamento. Ele afirma que a diretoria não tratou do assunto com os jogadores, mas o grupo está focado em tirar o clube dessa situação independentemente de qualquer gratificação.

– Não foi falado nada. Até porque, quando está dentro de campo, esquece qualquer coisa. A gente quer o melhor para o Vitória, porque sabe da responsabilidade que é vestir essa camisa. Só o fato de usar essa camisa é uma responsabilidade enorme. A diretoria não falou nada, os jogadores também não falaram nada a respeito, porque estamos nos cobrando e nós temos que dar a resposta.

Com Yago em campo, o Vitória enfrenta a Chapecoense às 11h deste domingo (horário de Brasília). Para este jogo, Carpegiani não vai poder contar com o zagueiro Lucas Ribeiro (convocado para a Seleção Brasileira Sub-20) e com o atacante Rhayner (suspenso). Por outro lado, Neilton e Léo Gomes voltam a ficar à disposição após desfalcar o time na última rodada

Confira outros trechos da entrevista coletiva do meia Yago:

Riscos contra a Chapecoense
– Acho que, como todo jogo decisivo, tem o seu lado emocional, preparação. A gente está tratando esse jogo como decisivo. Temos que sair de Salvador com alerta ligado. Confronto direto, jogo de seis pontos. Nosso grupo está preparado, tratando esse jogo como merece ser tratado.

Jogo às 11h
– Muda porque não é normal. São poucos jogos 11h. Muda um pouco a rotina de acordar mais cedo, se preparar melhor, tomar café reforçado. E jogando no Nordeste a temperatura é maior. Creio que em Chapecó o clima não vai estar tão quente assim.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement

E.C. VITÓRIA

Em casa, Vitória goleia Jequié por 4 a 0 pelo Campeonato Baiano

Published

on

O Leão rugiu alto nesta quarta-feira (6) e goleou o Jequié por 4 a 0, no Barradão, pela quarta rodada do Campeonato Baiano. Os gols foram de Yago (2), Jeferson e Léo Ceará.

O Vitória dominou a partida do início ao fim e abriu o placar com gol de Yago, após belo lançamento de Erick aos 22 minutos da etapa inicial. Jeferson, aos 28 minutos, ampliou. Na segunda etapa, Léo Ceará e Yago transformaram o bom triunfo em goleada.

O resultado mantém o Vitória invicto no Baianão, dividindo a liderança com o Bahia de Feira, com os mesmos dez pontos.

O próximo jogo do Rubro-Negro será justamente contra o Bahia de Feira e valerá a liderança isolada do estadual. O jogo será neste domingo (10), às 16h, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana..

FICHA TÉCNICA
Vitória 4×0 Jequié (Campeonato Baiano / 4ª rodada)
Local: Barradão, em Salvador
Data: 06/02/2019, às 19h30
Árbitro: Diego Pombo, auxiliado por Alessandro Rocha Matos  e Carlos Vidal Pereira de Oliveira
Gols: Yago (2), Jeferson e Léo Ceará, para o Vitória.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

itória x Jacuipense: ingressos para a partida desta quinta estão à venda

Published

on

O Vitória abriu a venda de ingressos para o jogo contra o Jacuipense, marcado para a próxima quinta-feira, no Barradão, pela terceira rodada do Campeonato Baiano. Nesta segunda-feira, o torcedor rubro-negro pode adquirir o ingressos pela internet. A partir de terça começa a venda em pontos físicos. O jogo está marcado para as 20h30 (horário de Salvador).

O ingresso mais barato, para a arquibancada, custa R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia). O bilhete para o setor de cadeiras custa R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). Crianças com até 12 anos não pagam ingresso.

Programação

Segunda-feira
Internet: das 10h de segunda-feira até às 16h de quinta-feira (31);

Terça-feira
Loja Oficial no Barradão (9h às 18h), Shopping Capemi (9h30 às 18h30), Shopping Lapa (11h às 19h) e Shopping Paralela (11h às 19h).

Quarta-feira
Loja Oficial no Barradão (9h às 18h), Shopping Capemi (9h30 às 18h30), Shopping Lapa (11h às 19h) e Shopping Paralela (11h às 19h).

Quinta-feira:
Bilheteria do Barradão (10h às 21h) e Shopping Capemi (9h às 18h)

Valores

Arquibancada: R$ 30 (inteira); R$ 15 (meia); cadeira: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia).

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Edcarlos lamenta venda de Lucas Ribeiro, mas diz compreender decisão

Published

on

Foto: Maurícia da Matta/Divulgação/EC Vitória

O Vitória vendeu o seu zagueiro titular e principal revelação na última temporada para o Hoffenheim, da Alemanha. Nesta segunda-feira, o clube confirmou a transferência de Lucas Ribeiro no que garante ser, apesar de não divulgar os valores, a maior venda de um jogador de futebol nordestino. Lucas, que tem 20 anos, está com a Seleção Brasileira em disputa do Sul-Americano Sub-20 e não entrar mais em campo pelo Vitória em 2019.

Antes mesmo de confirmar a venda, o clube se virava com a ausência de Lucas para montar o seu sistema defensivo. Na equipe principal, Edcarlos e Thales formam a dupla de zaga titular do técnico Marcelo Chamusca. O primeiro deles foi o autor dos dois gols que deram o triunfo ao Vitória sobre o Jacobina, no último domingo.

Escolhido para conceder entrevista coletiva nesta segunda, Edcarlos lamentou a saída de Lucas Ribeiro, mas mostrou compreender a decisão do defensor.

– É a realização profissional do atleta. Apesar que poderia ter jogado mais vezes aqui, ter feito história. Feliz por outro lado porque é a independência financeira dele, pra família, isso é importante – disse Edcarlos.

Os dois gols de Edcarlos contra o Jacobina fizeram o zagueiro se redimir no jogo, já que foi dele o contra que abriu o placar. O zagueiro acredita que o vento dificultou o trabalho no lance, mas também exaltou a postura da equipe após o gol sofrido.

– Acontece. A bola foi batida, o vento estava muito forte, perdi um pouco o time da subida, infelizmente a bola foi para trás. Procurar valorizar o equilíbrio da equipe. A equipe se postou muito bem depois do gol, continuou tentando jogar, como havia frisado. Felizmente fui abençoado com os dois gols.

O Vitória volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Jacuipense, no Barradão, às 20h30 (horário de Salvador).

Confira outros trechos da entrevista coletiva de Edcarlos:

Trabalho psicológico

– A gente tem que estar a todo tempo trabalhando a parte psicológica. Dependemos da cabeça até mais do que das pernas. Se estivermos bem na cabeça, sabemos que temos condições de fazer melhores apresentações. Muitas vezes não dá tempo de treinar, é mais na conversa mesmo.

Apoio da torcida

– A torcida vai ser de suma importância para a gente esse ano. Estamos vivendo ano de reconstrução, muitos jogadores novos chegando, de muito caráter, muita vontade de querer vencer. Avalio que o torcedor caminha de acordo com nós jogadores. A partir do momento que perceberem a gente se doando, vão abraçar e caminhar junto com a gente de uma maneira mais intensa.

INFORMAÇÕES DO GE

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região