Connect with us

E.C. VITÓRIA

Z-4: Yago avalia situação delicada do Vitória no Brasileirão

Published

on

As quatro derrotas seguidas e a queda para a 18ª colocação, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, pressionam o Vitória. Em situação delicada na competição, o Rubro-Negro tem a obrigação de conseguir um bom resultado diante da Chapecoense, adversário do próximo domingo, em Chapecó, para não se distanciar ainda mais da saída do Z-4. Rival direto, a Chape é o primeiro clube fora da zona perigosa, com apenas dois pontos à frente da equipe baiana.

O momento complicado do Vitória resultou, logicamente, em cobrança entre os jogadores. Pelo menos é isso que garante o meia Yago, escolhido para conceder entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira. Segundo Yago, a série de derrotas tem atrapalhado até o sono do grupo.

– Nosso grupo se cobra bastante, porque não aceita as derrotas. Uma coisa é perder e achar que está tudo bem. Outra coisa se indignar com a derrota, como tem acontecido. A gente nem tem dormido direito. E a gente não quer isso. A gente espera que isso possa acontecer o mais rápido possível – disse o meia rubro-negro.

Yago conta a cobrança ocorre entre os próprios jogadores. Situação que o meia acredita não causar atrito no grupo, mas ajuda a corrigir erros cometidos dentro do campo.

– Ser amigo não é concordar com tudo que o outro faz. É cobrar, querer que ele seja melhor cada vez mais. A amizade tem que ser essa, não a de passar a mão. Nosso grupo tem essa amizade e liberdade de cobrar e tem se cobrado nos jogos e treinamentos.

E se tratando de cobrança, o técnico Paulo Cézar Carpegiani tem mostrado isso ao longo dos treinamentos. Yago diz que compreende as broncas do treinador, já que o Rubro-Negro não se pode mais dar ao luxo de errar.

– Ele tem passado situações que têm ocorrido nos jogos, nessa série de derrotas que a gente passou. Ele tem tentado mostrar que a gente precisa ficar mais atento. Até porque não tem mais tempo de errar ou lamentar. Tem que errar o mínimo possível para conseguir os resultados.

Durante a coletiva, Yago também foi questionado sobre uma possível gratificação dada pela diretoria do Vitória caso o clube consiga se livrar do rebaixamento. Ele afirma que a diretoria não tratou do assunto com os jogadores, mas o grupo está focado em tirar o clube dessa situação independentemente de qualquer gratificação.

– Não foi falado nada. Até porque, quando está dentro de campo, esquece qualquer coisa. A gente quer o melhor para o Vitória, porque sabe da responsabilidade que é vestir essa camisa. Só o fato de usar essa camisa é uma responsabilidade enorme. A diretoria não falou nada, os jogadores também não falaram nada a respeito, porque estamos nos cobrando e nós temos que dar a resposta.

Com Yago em campo, o Vitória enfrenta a Chapecoense às 11h deste domingo (horário de Brasília). Para este jogo, Carpegiani não vai poder contar com o zagueiro Lucas Ribeiro (convocado para a Seleção Brasileira Sub-20) e com o atacante Rhayner (suspenso). Por outro lado, Neilton e Léo Gomes voltam a ficar à disposição após desfalcar o time na última rodada

Confira outros trechos da entrevista coletiva do meia Yago:

Riscos contra a Chapecoense
– Acho que, como todo jogo decisivo, tem o seu lado emocional, preparação. A gente está tratando esse jogo como decisivo. Temos que sair de Salvador com alerta ligado. Confronto direto, jogo de seis pontos. Nosso grupo está preparado, tratando esse jogo como merece ser tratado.

Jogo às 11h
– Muda porque não é normal. São poucos jogos 11h. Muda um pouco a rotina de acordar mais cedo, se preparar melhor, tomar café reforçado. E jogando no Nordeste a temperatura é maior. Creio que em Chapecó o clima não vai estar tão quente assim.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement

E.C. VITÓRIA

Vitória vence a Chapecoense por 1 a 0 e deixa o Z4

Published

on

O Leão rugiu alto na manhã deste domingo (14). Com gol de Lucas Fernandes, o Vitória venceu a Chapecoense por 1 a 0, na Arena Condá, em Chapecó (SC), pelo Campeonato Brasileiro da Série A.

O Vitória fez um excelente primeiro tempo, sendo superior dentro da casa da Chapecoense. O gol da vitória foi marcado aos 37 minutos do primeiro tempo. O atacante Erick tentou chutar, acertou a marcação e acabou ficando com a sobra. Erick, então, cruzou e encontrou Lucas Fernandes livre na área para balançar as redes de cabeça.

O resultado tirou o rubro-negro do Z4 do campeonato. O próximo jogo do Vitória será no domingo (21), contra o Corinthians, no Barradão, também pelo Brasileirão da Série A.

 

FICHA TÉCNICA
Chapecoense 0x1 Vitória (Campeonato Brasileiro – 29ª rodada)
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data: 14/10/2018, às 11h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden, auxiliado por  Jorge Eduardo Bernadi  e Rafael da Silva Alves (trio gaúcho)
Gol: Lucas Fernandes, para o Vitória

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Erick relata busca de Carpegiani por “time ideal”

Published

on

O técnico Paulo Cézar Carpegiani trabalha para encontrar a melhor formação para enfrentar a Chapecoense, em partida marcada para este domingo, pelo Campeonato Brasileiro. Em entrevista concedida logo após a derrota para o Santos, na última rodada, ele chegou a dizer que nunca teve tanta dificuldade para acertar a equipe.

Carpegiani montou dois times diferentes ao longo da semana. No primeiro, o trio de frente foi formado por Neilton, Lucas Fernandes e André Lima. No segundo, o treinador escolheu Erick, Lucas Fernandes e Walter Bou.

Um dos cotados para começar jogando, portanto, é o atacante Erick, que relatou a busca de Carpegiani por encontrar essa equipe ideal.

– [Carpegiani] Está tentando achar o time ideal. Tenho certeza de que o time que ele colocar vai entrar e vai dar conta do recado – afirmou o atacante.

Não tem nada definido. Ninguém sabe quem vai jogar. Isso depende do professor.

Ainda na entrevista, o treinador rubro-negro ventilou a possibilidade de jogar sem centroavante, algo que não chegou a ser testado nos treinamentos. Mas, caso isso aconteça, Erick não vê problema em a equipe atuar sem um homem de referência.

– Não tenho preferência. O esquema que ele escolher, temos que nos adaptar o mais rápido possível. Com centroavante ou não, temos que ir lá e conquistar os três pontos – disse Erick.

Erick ainda comentou a má fase atravessada por Neilton, principal jogador do Vitória na temporada.

– Todo mundo sabe da qualidade do Neilton, é o nosso camisa 10. Nenhum jogador vai manter a fase o tempo todo. Nós sabemos que ele não vive uma boa fase, mas ninguém pode duvidar da capacidade dele – finalizou Erick.

Chapecoense e Vitória se enfrentam às 11h (horário de Brasília) deste domingo, na Arena Condá.

Confira outros trechos da coletiva de Neilton

Confronto direto
– Jogo difícil, de seis pontos. Sabemos da dificuldade que é jogar em [Chapecó]. Mas temos que ir lá para ganhar. Estamos na zona do rebaixamento e temos que ir em busca dos três pontos.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Carpegiani comandou atividade no Vitória nesta quarta-feira (10)

Published

on

Com mais um treino coletivo tático, Paulo Cezar Carpegiani deu sequência às observações para definir o time do Vitória, visando o jogo contra a Chapecoense, próximo domingo (14), às 11h, na Arena Condá, em Chapecó, pela 29ª rodada do Brasileiro da Série A. Nesta quinta-feira (11), o comandante rubro-negro volta a movimentar os jogadores no turno da tarde finalizando a preparação em Salvador. A viagem para o Sul do País será na sexta-feira, às 7h, e em Chapecó serão realizados mais dois treinamentos, na sexta e no sábado.

Antes de iniciar o treinamento desta quarta à tarde, no gramado do Barradão, Carpegiani usou o quadro magnético para passar instruções aos possíveis titulares. Depois do aquecimento com o preparador físico Daniel Azambuja, o técnico orientou o trabalho coletivo tático dividido em dois tempos.

Carpegiani testou formações diferentes e mantém a dúvida para escolher o time. O treinador terá à disposição Neílton e Léo Gomes, que cumpriram suspensão no jogo passado, mas está impedido de utilizar os atacantes Rhayner e Maurício, suspensos, e goleiro Elias, que é emprestado pela Chapecoense.

Enquanto Carpegiani treinava o time, na área externa do campo do Barradão, os atacantes Luan e Luan Rodrigues deram continuidade à transição com o professor Lucas Penha, assistente da preparação física.

ARBITRAGEM
Para o jogo de domingo, a CBF determinou arbitragem do Rio Grande do Sul, liderada por Leandro Pedro Vuaden.

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden
Assistente 1: Jorge Eduardo Bernardi
Assistente 2: Rafael da Silva Alves
Quarto Árbitro: Tiago Augusto Kappes Diel
Assistente Adicional 1: Daniel Aloysius Soder
Assistente Adicional 2: Roger Goulart

Fotos: Maurícia da Matta / EC Vitória

Faça um comentário
Continue Reading

publicidade

Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região