Connect with us
   

E.C. VITÓRIA

Z-4: Yago avalia situação delicada do Vitória no Brasileirão

As quatro derrotas seguidas e a queda para a 18ª colocação, na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, pressionam o Vitória. Em situação delicada na competição, o Rubro-Negro tem a obrigação de conseguir um bom resultado diante da Chapecoense, adversário do próximo domingo, em Chapecó, para não se distanciar ainda mais da saída do Z-4. Rival direto, a Chape é o primeiro clube fora da zona perigosa, com apenas dois pontos à frente da equipe baiana.

O momento complicado do Vitória resultou, logicamente, em cobrança entre os jogadores. Pelo menos é isso que garante o meia Yago, escolhido para conceder entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira. Segundo Yago, a série de derrotas tem atrapalhado até o sono do grupo.

– Nosso grupo se cobra bastante, porque não aceita as derrotas. Uma coisa é perder e achar que está tudo bem. Outra coisa se indignar com a derrota, como tem acontecido. A gente nem tem dormido direito. E a gente não quer isso. A gente espera que isso possa acontecer o mais rápido possível – disse o meia rubro-negro.

Yago conta a cobrança ocorre entre os próprios jogadores. Situação que o meia acredita não causar atrito no grupo, mas ajuda a corrigir erros cometidos dentro do campo.

– Ser amigo não é concordar com tudo que o outro faz. É cobrar, querer que ele seja melhor cada vez mais. A amizade tem que ser essa, não a de passar a mão. Nosso grupo tem essa amizade e liberdade de cobrar e tem se cobrado nos jogos e treinamentos.

E se tratando de cobrança, o técnico Paulo Cézar Carpegiani tem mostrado isso ao longo dos treinamentos. Yago diz que compreende as broncas do treinador, já que o Rubro-Negro não se pode mais dar ao luxo de errar.

– Ele tem passado situações que têm ocorrido nos jogos, nessa série de derrotas que a gente passou. Ele tem tentado mostrar que a gente precisa ficar mais atento. Até porque não tem mais tempo de errar ou lamentar. Tem que errar o mínimo possível para conseguir os resultados.

Durante a coletiva, Yago também foi questionado sobre uma possível gratificação dada pela diretoria do Vitória caso o clube consiga se livrar do rebaixamento. Ele afirma que a diretoria não tratou do assunto com os jogadores, mas o grupo está focado em tirar o clube dessa situação independentemente de qualquer gratificação.

– Não foi falado nada. Até porque, quando está dentro de campo, esquece qualquer coisa. A gente quer o melhor para o Vitória, porque sabe da responsabilidade que é vestir essa camisa. Só o fato de usar essa camisa é uma responsabilidade enorme. A diretoria não falou nada, os jogadores também não falaram nada a respeito, porque estamos nos cobrando e nós temos que dar a resposta.

Com Yago em campo, o Vitória enfrenta a Chapecoense às 11h deste domingo (horário de Brasília). Para este jogo, Carpegiani não vai poder contar com o zagueiro Lucas Ribeiro (convocado para a Seleção Brasileira Sub-20) e com o atacante Rhayner (suspenso). Por outro lado, Neilton e Léo Gomes voltam a ficar à disposição após desfalcar o time na última rodada

Confira outros trechos da entrevista coletiva do meia Yago:

Riscos contra a Chapecoense
– Acho que, como todo jogo decisivo, tem o seu lado emocional, preparação. A gente está tratando esse jogo como decisivo. Temos que sair de Salvador com alerta ligado. Confronto direto, jogo de seis pontos. Nosso grupo está preparado, tratando esse jogo como merece ser tratado.

Jogo às 11h
– Muda porque não é normal. São poucos jogos 11h. Muda um pouco a rotina de acordar mais cedo, se preparar melhor, tomar café reforçado. E jogando no Nordeste a temperatura é maior. Creio que em Chapecó o clima não vai estar tão quente assim.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Advertisement

E.C. VITÓRIA

Novo Técnico do Vitória; Loss chega, conversa com o presidente e traça planejamento

Mãos às obras. Osmar Loss Vieira, 45 anos, novo técnico do Vitória, já entrou em ação. Após conversar com o presidente Paulo Carneiro, no início da tarde desta terça-feira, reuniu-se com a comissão técnica para traçar o planejamento com vistas ao jogo contra o Atlético Goianiense, domingo (26), em Goiânia.

Osmar Loss chegou sozinho. Seu assistente técnico Marcelo Rospide, no entanto, nesta quarta-feira estará na apresentação do técnico ao grupo de atletas.

Rospide, gaúcho de Porto Alegre, 48 anos de idade,  tem passagens como treinador interino do Grêmio, substituindo Celso Roth (2009) até a chegada de Paulo Autuori, e do Ceará, quando Lisca precisou se ausentar para fazer o curso da CBF no início deste ano. Rospide comandou o time cearense no empate de 1 a 1 com o Vitória, pela Copa do Nordeste.

Esta é a primeira vez que Osmar Loss comanda um clube do Nordeste. Sua carreira iniciou-se na base do Internacional (RS), onde ficou de 1994 a 2009, e foi desenvolvida com o trabalho de formação. Seu primeiro desafio no profissional foi em 2011. Na época, substituiu como interino ao técnico Paulo Falcão, no Internacional. O Bragantino, no ano de 2015, foi o segundo time profissional que comandou, emprestado pelo Corinthians, após uma parceria firmada com o clube de Bragança Paulista.

Auxiliar técnico de Fábio Carille no Corinthians, em 2018, Osmar Loss foi efetivado quando Carille deixou o time paulista para trabalhar no futebol árabe. Seu último clube antes do Vitória foi o Guarani, que comandou no Campeonato Paulista deste ano.

“Fiquei muito honrado com o convite, o Vitória é um clube gigante e espero realizar uma boa temporada”, disse Loss.

Nome completo: Osmar Loss Vieira

Data de nascimento: 03/07/1975

Local de nascimento: Passo Fundo (RS)

Clubes como treinador: Internacional (RS), Juventude (RS), Desportivo Brasil (SP), Fluminense (RJ), Corinthians (SP), Bragantino (SP) e Guarani (SP)

 

Títulos

Internacional

Campeonato Brasileiro Sub-20

Campeonato Gaúcho Sub-20

Torneio da Cidade de Turim

Copa FGF

Corinthians

Campeonato Paulista Sub-20

Campeonato Brasileiro Sub-20

Copa São Paulo de Futebol Júnior

Como auxiliar técnico

Recopa Sul-Americana

Campeonato Paulista (2017/18)

Campeonato Brasileiro (2017)

Fotos: Ascom/EC Vitória

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Osmar Loss é o novo Tecnico do Vitória

O Vitória já tem um novo treinador. Osmar Loss foi anunciado na manhã desta terça-feira pelo presidente do clube, Paulo Carneiro, através de sua conta no Twitter. O novo treinador do Vitória inicia os trabalhos na tarde desta terça-feira. De acordo com o presidente do clube, ele chega apenas com um auxiliar técnico. Na segunda, o Rubro-Negro já havia acertado o retorno do preparador físico Ednilson Sena.

O Vitória será o quarto clube da carreira de Osmar Loss como treinador profissional. Em 2015, assumiu o Bragantino após uma parceria da equipe com o Corinthians, onde ficou por três meses. Depois de carreira na base do Corinthians, ele assumiu o time principal em maio do ano passado e foi demitido da função em setembro depois de 25 partidas, com dez vitórias, dez derrota e cinco empates. Em dezembro, foi contratado pelo Guarani e iniciou a temporada na equipe de Campinas, onde ficou apenas três meses: 12 jogos, sendo quatro vitórias, dois empates e deis derrotas.

Informações do GE
Faça um comentário
Continue Reading

E.C. VITÓRIA

Cláudio Tencati não resiste a derrota e é demitido pelo Vitória

O técnico Cláudio Tencati não resistiu a mais uma derrota do Vitória. Após revés contra o São Bento por 3 a 1, no último sábado, pela quarta rodada da Série B, Cláudio Tencati foi demitido do cargo de técnico do Vitória, de acordo com informações obtidas pelo GloboEsporte.com. O técnico deixa a equipe na 17ª posição da Segundona, com três pontos.

Cerca de uma hora após a publicação desta reportagem, o Vitória anunciou oficialmente o desligamento do treinador, por meio de nota oficial. Confira a íntegra abaixo.

Tencati foi o segundo treinador do Vitória na temporada. Ele chegou ao clube em março para substituir Marcelo Chamusca, demitido após eliminações precoces na Copa do Brasil e Campeonato Baiano. O seu desempenho, contudo, não foi satisfatório: foram sete jogos no comando da equipe, somando quatro derrotas, dois empates e um triunfo; aproveitamento de 23,8%.

Nota oficial divulgada pelo Vitória

“O Esporte Clube Vitória informa que Claudio Tencati deixou, neste domingo (19), o comando técnico da equipe principal. A decisão pela saída neste momento foi tomada pela diretoria, após a derrota para o São Bento, sábado passado, no Barradão.

O clube agradece ao técnico Claudio Tencati pelos serviços prestados, com dedicação e profissionalismo desde o início dos trabalhos em março deste ano.

Nesta segunda-feira, o presidente Paulo Carneiro anunciará quem assume o clube para a sequência do Campeonato Brasileiro da Série B.

Desejamos sucesso ao treinador Claudio Tencati.

No comando do Vitória, Tencati estreou diante do ABC, em Natal, pela Copa do Nordeste e obteve o empate de 0 a 0. Foram sete jogos, com um triunfo, dois empates e quatro derrotas”.

No Instagram, Tencati se despede

Faça um comentário
Continue Reading
Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região