Connect with us

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Taxa de eficácia geral da Vacina CoronaVac é de 50,38%

Published

on

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

A CoronaVac, vacina contra o novo coronavírus produzida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac, tem eficácia geral de 50,38%. A informação foi dada hoje (12) pelo governo de São Paulo. 

Na semana passada, o governo havia dito que a taxa de eficácia da vacina era de 78%. Mas isso se refere apenas à eficácia da vacina em relação a casos leves e que precisaram de alguma atenção médica.

Esses resultados foram observados em estudos no Brasil realizados com profissionais da área da saúde, mais expostos ao vírus. Mas, quando são considerados também os casos leves e que não necessitaram de qualquer atendimento médico, a eficácia foi menor. “Outros estudos, de outros fabricantes, não incluíram casos de pessoas que tiveram dois dias de dor de cabeça, mesmo com resultado positivo de RT-PCR. Mas nós incluímos ”, disse Ricardo Palácios, diretor médico de pesquisa clínica do Instituto Butantan.

A eficácia geral é medida, durante os testes da vacina, comparando-se a quantidade de todos os casos (leves, moderados ou graves) que foram registrados de covid-19 entre os voluntários que foram vacinados e os voluntários que receberam placebo. Ao longo do estudo de eficácia no Brasil, 252 voluntários tiveram covid-19 de forma leve (sem necessidade de ajuda médica ), sendo que 85 deles haviam tomado vacina e 167, placebo (uma substância inócua). Dentre os voluntários no Brasil, 4.653 tomaram essa vacina e 4.599 tomaram placebo.

Já o resultado de eficácia dos casos leves, em pacientes que precisaram receber alguma assistência médica, foi de 77,96%, sendo que sete pessoas haviam recebido a vacina, e outras 31, placebo.

A taxa de eficácia da CoronaVac está acima dos parâmetros mínimos exigidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A taxa mínima de eficácia de uma vacina recomendada é de 50% como parâmetro de proteção. Segundo o governo paulista, a taxa de eficácia foi mais baixa porque incluiu todos os casos de covid-19 relatados entre os voluntários, inclusive os casos leves. “A vacina consegue diminuir a intensidade da doença clínica em um ambiente de alta exposição. E esse efeito é maior quanto mais aumenta (a gravidade da doença)”, falou Palácios.

Segundo o Butantan, a vacina garantiu proteção total contra casos graves e mortes provocadas pela doença. Nesse caso, sua eficácia foi de 100%. Nenhum voluntário que tomou a vacina morreu ou precisou de internação.

A vacina é armazenada em temperatura de geladeira, entre 2ºC e 8ºC. “Temos hoje uma das melhores vacinas do mundo. Uma das vacinas que tem maior facilidade logística porque é transportada em temperatura ambiente, tem resistência fora da geladeira e pode chegar a qualquer cidade do país”, disse Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Na semana passada, o governo paulista solicitou à Anvisa autorização para uso emergencial dessa vacina no Brasil. Esse pedido está em análise pela Anvisa.

Eficácia

Os testes de eficácia vêm sendo desenvolvidos no Brasil desde julho deste ano e numa etapa preliminar era necessário que um mínimo de 61 participantes voluntários do teste fosse contaminado pelo novo coronavírus. Isso porque metade dos voluntários recebe placebo e, a outra metade, a vacina. Para saber se a vacina é eficaz, espera-se que a maior parte dos infectados pelo vírus estejam entre as pessoas que receberam o placebo.

Esse número mínimo de voluntários contaminados nos testes foi atingido em novembro e permitiu o início da análise da eficácia da vacina pelo comitê internacional. Mas, como a doença voltou a crescer em todo o estado nos últimos meses, o número de voluntários infectados cresceu, atingindo o patamar considerado ideal para a finalização do estudo. O estudo de eficácia, segundo Dimas Covas, continua a ser realizado. Serão feitos ainda, segundo ele, outros quatros estudos: com idosos e pessoas com comorbidades, com grávidas, com crianças e adolescentes e um outro estudo sobre eficiência, para avaliar o papel da vacina na pandemia.

Vacina

O governo paulista, por meio do Instituto Butantan, tem uma parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac para a aquisição da vacina CoronaVac. Por meio desse acordo, o governo paulista já vem recebendo doses da vacina. O acordo também prevê transferência de tecnologia para o Butantan, o que significa que a vacina passará a ser produzida aqui no Brasil, na fábrica do Butantan.

Para uma vacina poder ser utilizada na população, ela passa por uma fase de estudos em laboratório, uma fase pré-clínica de testes em animais e três etapas clínicas de testes em voluntários humanos, que avaliam a produção de anticorpos, a sua segurança e a sua eficácia. Estudos de fases 1 e 2 da vacina, realizados na China , já haviam demonstrado que ela é segura, ou seja, que ela não provoca efeitos colaterais graves. Também estudo feito com voluntários no Brasil comprovou que a vacina é segura.

Produção

O governo de São Paulo já recebeu, da Sinovac, 10,8 milhões de doses da vacina. Pelo termo de compromisso assinado no final de setembro com a Sinovac, o Butantan vai receber um total de 46 milhões de doses da CoronaVac, sendo que 6 milhões dessas doses já chegarão prontas. A vacina é aplicada em duas doses, com intervalo de 14 dias entre elas.

Na semana passada, o Ministério da Saúde fez um acordo com o Instituto Butantan e comprou todas as doses da CoronaVac, que serão utilizadas no Programa Nacional de Imunização caso ela seja aprovada pela Anvisa.

matéria alterada às 16h54 para esclarecimento de informação

Faça um comentário

EDUCAÇÃO

Segundo dia do Enem; Confira os gabaritos das provas

Published

on

Foto: Reprodução

O Ministério da Educação (MEC) divulgou nesta tarde o gabarito oficial do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Confira o gabarito das provas de matemática e ciências da natureza, realizadas no segundo dia do exame (24). Os gabaritos das provas do primeiro dia podem ser acessados aqui.

A abstenção no segundo dia foi de 55,3%, um recorde no exame, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Do total de 5.523.029 inscritos no exame, menos da metade, 2.470.396, compareceu aos locais de prova.

Mesmo com os gabaritos em mãos, não é possível saber a nota no exame. Isso porque o Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova. A previsão para a divulgação dos resultados finais é dia 29 de março.

Confira os gabaritos do segundo dia do Enem:


* Questão anulada

Confira aqui o gabarito da prova rosa (ampliada) – Aplicação Regular

Confira aqui o gabarito da prova rosa (superampliada) – Aplicação regular

Confira aqui o gabarito da prova laranja (braile e ledor) – Aplicação regular

Confira aqui o gabarito da prova verde (libras) – Aplicação regular

Confira os Gabaritos das provas do primeiro dia do Enem

Faça um comentário
Continue Reading

CAJAZEIRAS E REGIÃO

Confira os Gabaritos das provas do primeiro dia do Enem

Published

on

O Ministério da Educação (MEC) divulgou há pouco o gabarito oficial Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Confira o gabarito das provas de linguagens e ciências humanas, realizadas no primeiro dia do exame (17). Os gabaritos das provas do segundo dia podem ser acessados aqui.

A abstenção no primeiro dia foi de 51,5% dos candidatos inscritos, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Do total de 5.523.029 inscritos para a versão impressa do Enem, 2.842.332 faltaram às provas.

Ao todo, cerca de 2,5 milhões de candidatos fizeram as provas este ano, número que representa menos da metade dos participantes inscritos nas provas.

Mesmo com os gabaritos em mãos, não é possível saber a nota no exame. Isso porque o Enem é corrigido com base na chamada teoria de resposta ao item (TRI), que leva em consideração, entre outros fatores, a coerência de cada estudante na própria prova.

Confira os gabaritos do primeiro dia:


Confira aqui o gabarito da prova rosa (ampliada) – Aplicação Regular

Confira aqui o gabarito da prova rosa (superampliada) – Aplicação regular

Confira aqui o gabarito da prova laranja (braile e ledor) – Aplicação regular

Confira aqui o gabarito da prova verde (libras) – Aplicação regular

Segundo dia do Enem; Confira os gabaritos das provas

Faça um comentário
Continue Reading

ENTRETENIMENTO

Festa do Rio Vermelho é alterada devido à pandemia

Published

on

Fotos: Valter Pontes/Secom

Em 2021, a tradicional Festa de Iemanjá, que acontece todos os anos no dia 2 de fevereiro, vai ser dia de reverenciar a Rainha do Mar em casa, mesmo. As manifestações que envolviam a entrega de presentes na Colônia de Pescadores Z1 e que costumavam reunir milhares de pessoas nas ruas do Rio Vermelho não serão realizadas, para evitar a disseminação da Covid-19 em Salvador. A medida tomada pela Prefeitura foi anunciada pelo prefeito Bruno Reis, em coletiva realizada no local da festa, nesta quarta-feira (27).

Também estiveram presentes na ocasião os secretários municipais de Cultura e Turismo (Secult), Fábio Mota, e da Reparação (Semur), Ivete Sacramento; o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington; e representantes de comunidades de matriz africana e da Colônia de Pescadores Z1.

Uma das novidades é sobre a entrega do presente à Iemanjá no Rio Vermelho. A oferenda sairá do Dique do Tororó para ser depositada no mar às 8h do dia 2, sem nenhum tipo de exposição e presença de público.

“A Festa de Iemanjá é o momento de manifestação de fé dos nossos costumes e valores, mas, infelizmente, ela terá que ocorrer da mesma forma que outros eventos religiosos da cidade, como a Festa de Bom Jesus dos Navegantes e a Lavagem do Bonfim. A comemoração à Rainha do Mar será praticamente toda virtual. A pandemia nos impôs essa realidade”, explicou o prefeito, anunciando que não irá ao Rio Vermelho para prestar homenagem à orixá.

“Salvador tem 64 km de orla. Peço que as pessoas prestem homenagem à Iemanjá nos diversos cantos da cidade. Eu irei acompanhar a entrega da oferenda ao mar pelas redes sociais e cobertura pela imprensa. Será um dia de trabalho normal na cidade, diferente dos outros anos”, acrescentou o chefe do Executivo municipal.

Homenagem segura – Presente  no evento, a ialorixá Mãe Jacira de Iansã, responsável pela confecção do presente que será entregue à Iemanjá no dia 2, explicou que é possível saudar a Rainha do Mar de diferentes formas e diferentes lugares. “Quem tiver que levar suas oferendas, que as levem para outras praias. Sabemos que os orixás das águas são reverenciados todos os dias, quando a gente bebe água, toma banho. Isso tudo é uma reverência. Nosso povo está bastante atento para não haver aglomeração. A maioria dos terreiros só levarão seus presentes em outras praias e datas”, afirmou.

Restrições comerciais – Na segunda-feira (1º), bares e restaurantes do Rio Vermelho vão funcionar de acordo com o protocolo setorial para o setor (de 11h até 0h). No dia seguinte (2), esses estabelecimentos só poderão abrir a partir das 19h.

Ainda no dia 2, haverá proibição do funcionamento de food trucks, comércio informal, ambulantes, carros de som e afins, assim como os depósitos de bebidas. Estará proibida a venda de bebidas alcoólicas em postos de combustível, delicatessens, padarias e similares.

Já os comércios e serviços essenciais estarão abertos normalmente, a exemplo de supermercados, padarias, açougues, farmácias, agências bancárias e lotéricas, estabelecimentos que funcionam em regime de delivery (sem retirada no local), estabelecimentos de saúde e clínicas veterinárias. Além disso, os pescadores do Rio Vermelho poderão exercer atividade de pesca e venda de mercadorias sem restrições.

Fechamento de praia – A partir da meia-noite da segunda (1º) até meia-noite de quarta-feira (3), os acessos à praia do bairro serão interditados, no trecho que vai do Buracão ao restaurante Sukiyaki.

Não haverá bloqueios e barreiras físicas para veículos e moradores e nem alteração no trânsito e transporte nas vias do bairro.  As medidas serão fiscalizadas por agentes das secretarias municipais de Ordem Pública (Semop) e Urbanismo (Sedur), Guarda Civil Municipal (GCM) e Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), com apoio da Polícia Militar (PM-BA).

Faça um comentário
Continue Reading

Publicidade:

Advertisement

politica

AS MAIS LIDAS DA SEMANA

error: Copyright © - Grupo Fala Cajazeiras ®