Connect with us
   

E.C. BAHIA

Técnico do Bahia comenta derrota Tricolor no Paraná

Após a derrota por 1 a 0 para o Athlético-PR, na noite deste domingo, na Arena da Baixada, o técnico Roger Machado analisou o desempenho do Bahia em coletiva à imprensa. O treinador avaliou que o Tricolor não fez partida ruim e que poderia ter ao menos chegado ao empate.

“A gente sabe que o Athlético, principalmente nos dois inícios de tempo, costuma pressionar o adversário e ir fazendo seu estilo de jogo. Nessa pressão inicial, a gente foi penalizado com um gol. Mas depois voltamos para a partida e tivemos pelo menos uma ou duas oportunidades importantes, que a gente sabe que, fora de casa, dificilmente você vai criar muitas chances de gol. Chegamos com consciência, e no segundo tempo, com exceção dos primeiros minutos também, a gente voltou rapidamente para a partida. As mudanças elevaram o nível do time, e talvez pudéssemos ter saído com sorte melhor. É muito difícil jogar aqui, mas eu não posso, de forma alguma, dizer que foi um jogo ruim da nossa equipe. Tenho que valorizar o esforço, o empenho. Mas hoje foram três pontos que deixamos fora de casa, que poderia ter sido diferente”, disse Roger.

Sobre não pontuar nos dois jogos que fez fora de casa no Brasileirão, Roger falou que tem conversado sobre isso com os atletas. “Nos últimos anos, as equipes que ficaram entre o 10º e o 20º lugar não tiveram mais que três vitórias fora dos seus domínios. O Bahia, no ano passado, teve três. Para uma equipe que fez um Campeonato Brasileiro bom no ano passado, que almeja, neste ano, aumentar seu nível, nós temos que nos apoderar dessa possibilidade de vencer o nosso adversário fora de casa, saber que os jogos serão duros e que você não vai ter seis, sete oportunidades. Aí, nós temos que lidar com a eficiência. Saber sofrer o jogo, mas ser eficaz quando as oportunidades aparecerem”, comentou.

Por fim, perguntado sobre a mudança de rendimento dentro e fora de casa, o treinador disse que a questão é complexa. “Isso é caso de estudo de academia. Porque fora dos seus domínios, você tem uma imposição, mas o adversário, jogando dentro da sua casa, pressiona muito e acaba, muitas vezes, principalmente em começo de jogo e em segundo tempo, levando vantagem emocionalmente na partida. Como eu disse, isso não é um critério que abate apenas os times que jogam do 10º ao 20º lugar no campeonato. Para ter uma ideia, o time que disputa a vaga para a Libertadores consegue cinco vitórias fora de casa. Claro, conta mais com os empates. Mas isso é um fator local, assim como nós temos a nossa força jogando em casa, é importante que a gente tenha essa força jogando também fora de casa e consiga traduzir em bons jogos, que a gente tem feito nessas duas partidas, e transformar em resultados positivos”, finalizou.

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

E.C. BAHIA

“Nós poderíamos ter tido uma sorte maior” Disse Roger sobre o resultado do Bahia

Apesar do primeiro ponto conquistado fora de casa na Série A, o técnico Roger Machado lamentou o 0x0 diante do São Paulo, no Morumbi. Para ele, o Esquadrão merecia sorte melhor.

“Acho que em alguns momentos, pelo contexto do jogo, a gente acredita que poderia ter tido sorte maior. De todo modo foi uma partida que conseguimos, dentro da estratégia montada, levar muito perigo no gol do São Paulo”.

Outro tema da entrevista coletiva foi a estreia de Ezequiel como atleta do Tricolor.

“Difícil marcar o Toró. Jogador forte, insinuante, jogando pelo lado, usa muito da força e velocidade. Acredito que Ezequiel tenha feito uma partida segura, ganhou muitos confrontos. Jogador que vem de dois meses sem jogar partida oficial, que suportou uma partida nesse horário, que a gente sabe que é mais complicado. Acho que foi seguro”, analisou.

Ouça a entrevista completa:

 

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

Bahia: Dois atletas estão fora de jogo pela Copa do Brasil

Logo depois do empate por 0 a 0 pelo Campeonato Brasileiro, neste domingo (19), o treinador Roger Machado já começa a pensar no primeiro confronto válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

Para este primeiro duelo no Morumbi, na noite desta quarta-feira (22), às 21h30, o comandante do Tricolor de Aço ganhou dois desfalques. O lateral direto Ezequiel, que já atuou no torneio pelo Fluminense, é um deles.

O segundo é Gilberto. O centroavante, contra o Londrina, recebeu o terceiro cartão amarelo e também não joga neste meio de semana. Os dois, inclusive, retornam para Salvador e terão uma semana de treinos até a partida do final de semana diante do Fluminense, na Fonte Nova.

Retorno

O lateral direito Nino Paraíba, que cumpriu suspensão no Brasileirão, se junta ao elenco na capital paulista e estará disponível para o jogo de quarta-feira.

Faça um comentário
Continue Reading

E.C. BAHIA

Passa nada: Gregore falou sobre desarmes e jogo contra o São Paulo

Líder de interceptações no Campeonato Brasileiro, o meio-campista Gregore conversou com a imprensa antes do treino desta quinta-feira (16). O jogador comemorou a marca, mas afirmou que prefere ajudar o Tricolor.

“Venho trabalhando bastante. Depois da lesão, perto do campeonato, botei em mente que teria que fazer um ano parecido ou melhor. Venho trabalhando bastante. Mas essas marcas não me preocupam muito. Me preocupo em ajudar a equipe”, disse.

Gregore também falou sobre a falta de triunfos longe de Salvador. O jogador elogiou o time do São Paulo, próximo adversário do Esquadrão, mas acredita que se a equipe estiver focada, pode surpreender o time paulista no Morumbi.

“Está sendo complicado, porque vem desde o ano passado, mas estamos tentando corrigir isso, trabalhando bastante para buscar os triunfos fora de casa também. O São Paulo é uma equipe de muita qualidade. Se a gente for bastante concentrado podemos surpreender eles lá”, comentou.

Faça um comentário
Continue Reading
Advertisement

politica

segurança

BORA, BAHÊA!

PRA CIMA DELES LEÃO

Cajazeiras e Região