Connect with us

POLÍTICA

Vereadores fazem Ação na Praia contra derramamento de óleo

Published

on

Foto: Antonio Queirós

ndignados com o crime ambiental que atingiu as praias de Salvador em decorrência do derramamento de petróleo venezuelano na costa do Nordeste do Brasil, os vereadores de Salvador vestiram camisas pretas com a frase “Somos mais que discurso #TAMOJUNTO” e realizaram uma ação que teve limpeza da praia de Amaralina, demonstração de luto, conscientização e apoio às instituições e aos voluntários que estão removendo as placas de óleo. A ação, na manhã desta quinta-feira (24), foi liderada pelo presidente da Câmara, vereador Geraldo Júnior (SD).

“O protagonismo da história da cidade sempre passará pela Câmara Municipal de Salvador. Os vereadores, independentemente de posição partidária e ideológica, estão preocupados com o meio ambiente da nossa cidade. Diante desse grande crime ecológico, todos nós estamos mobilizados”, afirmou Geraldo Júnior.
O presidente acrescentou que “a população tem que participar, mas se protegendo com luvas e máscaras” e destacou que “esses resíduos estão impregnados nas pedras e precisam ser removidos um a um”. Geraldo Júnior chamou mais uma vez a atenção do governo federal para que realize ações efetivas e não discursos em rede nacional que não corroboram com a prática. Frisou: “Saia do discurso. Venha para a prática”.

A vereadora Aladilce Souza (PCdoB) destacou que a Câmara, mais uma vez, faz uma ação que mostra a proximidade da Casa com os dos problemas da cidade e da população. “É uma tragédia ambiental que não sabemos ainda a dimensão em relação à flora, fauna, à questão econômica e como isso vai impactar nas famílias de pescadores e marisqueiras e na salubridade das praias. Com esse ato, a Câmara mostra que está disponível e contribuindo para que a gente possa debelar esse desastre ambiental que aconteceu”, disse a vereadora.

Conscientização

“A ação é de conscientização e demonstra toda a indignação da Câmara com a situação e com a letargia do governo federal que deveria tomar providências enérgicas contra esse desastre ambiental que atinge nosso litoral”, afirmou o líder da bancada do governo, vereador Paulo Magalhães Júnior (PV). “A Prefeitura tem feito a limpeza das praias e hoje está aqui representada pelo presidente da Limpurb, que nos mostra como deve ser feita essa coleta das partículas finas que agora precisam ser retiradas da areia e das pedras”, destacou o líder do governo.
O vereador Toinho Carolino (Podemos) demonstrou preocupação com o sustento das famílias de marisqueiras e pescadores. “O Governo do Estado e a Prefeitura deveriam também ajudar as famílias e não só esperar a União trazer dinheiro através do Ibama para o período do defeso. Neste momento, a cidade precisa do apoio dos governos estadual e municipal e, sobretudo, do governo federal que até hoje não mostrou a que veio. Precisamos buscar mecanismo para ajudar essas famílias de pescadores e marisqueiras”, disse Carolino.

“Estamos aqui mostrando às pessoas de forma educativa que não adianta só boa vontade porque elas podem se prejudicar. É um petróleo pesado, com uma densidade maior que a da água do mar, então ele vai para as profundezas e, com as batidas das ondas, ele solta essas pelotas. O produto tem uma quantidade de gases muito grande que, em local fechado, pode explodir. Por isso, demanda cuidados na armazenagem”, explicou o vereador Marcos Mendes (PSOL), que é geólogo.

“Aqui é um ato de indignação pelo crime que aconteceu. Se foi acidental ou proposital, não deixa de ser um crime ambiental, o maior que tivemos em nosso país”, afirmou o vereador Cezar Leite (PSDB). Ele frisou que ação da Câmara em defesa das praias “é uma forma de prestar apoio às instituições que executam o trabalho de limpeza”. Conforme o vereador, a Prefeitura está fazendo um trabalho muito bom de limpeza das praias e já retirou mais de 100 toneladas de óleo. O governo federal também tem feito um trabalho importante com voos sobre o litoral com o Ibama e Ministério da Defesa e o governo estadual tem se empenhado em ajudar.

Guardião da cidade

“Primeiro, pela importância da prerrogativa do cargo, o vereador é o guardião da cidade. Portanto, os assuntos que atingem ou afetam a vida dos soteropolitanos devem de igual modo afetar a vida dos vereadores. E não seria diferente com essa mancha de óleo que abrangeu toda a costa do Nordeste, especificamente a cidade do Salvador. Então, não se envolver seria prevaricar, abdicar das prerrogativas do cargo e isso essa Casa não faz. Nós arregaçamos a manga, vestimos a camisa literalmente e fomos à rua mostrar que a Câmara não é só discurso, a Câmara é ação, trabalho e envolvimento com as questões da cidade do Salvador”, disse o vereador Ricardo Almeida.

A vereadora Marcelle Moraes (PV) destacou a importância de se unir aos demais colegas nesta ação conjunta da Câmara Municipal de Salvador, que reuniu vereadores, assessores, servidores e voluntários. “Viemos até a praia de Amaralina para fazer mais um mutirão de limpeza do óleo e manifestar pesar pelo grande desastre ambiental que atingiu o nosso litoral nordestino. Juntos somos mais fortes!”, disse Marcelle.

Conforme Marta Rodrigues (PT), o que está acontecendo nas praias do Nordeste é um crime ambiental, agravado ainda mais pela inércia do governo federal, que praticamente nada fez para conter a tragédia e nada faz para diminuir os danos. “Essa ação da Câmara mostra união, independentemente das colorações partidárias. Estamos buscando formas de diminuir os danos, evitar que pessoas adoeçam com o contato com o óleo e para isso saímos do discurso. Viemos à praia, ajudar, ver a situação e outras medidas serão tomadas a partir de agora. Não podemos ficar inertes esperando um governo federal que não está nem um pouco preocupado com a gravíssima situação”, afirmou.
Também participaram da ação os vereadores José Trindade (sem partido), Téo Senna (PHS), Alex Mine (DEM), Fábio Souza (PHS) e Moisés Rocha (PT).

Faça um comentário

O maior Portal de Notícias e Entretenimento de Cajazeiras e região. O que você gostaria de saber "A gente mostra todo mundo vê"

Publicidade:

Advertisement

politica

Cajazeiras e Região